Siga-nos

Perfil

Expresso

Vídeo

Mãe do jovem morto no Algarve põe em causa a forma como foi ouvida pela PJ

  • 333

A mãe do jovem assassinado no Algarve rejeita ter entrado em contradição e põe em causa a forma como foi ouvida pela Polícia Judiciária no dia em soube da morte do filho. Célia Barreto não sabe quando terá condições para ir buscar a filha, que foi entretanto colocada numa instituição

  • Mãe do jovem morto em Portimão diz que tem medo de sair à rua

    A mãe do jovem assassinado no Algarve garante que nunca assistiu a agressões nem discussões entre o filho e o principal suspeito - o padrasto -, mas não descarta a hipótese de ser ele o responsável pelo homicídio. Em entrevista à SIC, Célia Barreto diz que só não viajou também para o Brasil porque o ex-companheiro não queria levar Rodrigo. Acrescenta ainda que tem medo de sair à rua por causa dos insultos e das ameaças