Siga-nos

Perfil

Expresso

2:59 para explicar o mundo

2:59 para explicar o mundo: o erro que tirou as eleições mas deu o Governo a Costa

  • 333

O mapa eleitoral de Portugal mudou com as últimas legislativas, das quais resultou uma separação entre esquerda e direita mas também uma alteração da configuração da esquerda. O PS foi “derrotado” e a coligação de direita ganhou. Mas o que se percebe nos estudos pós-eleitorais do Instituto de Ciências Sociais é que o comportamento dos eleitores foi influenciado pela perceção económica, como se vê cruzando indicadores económicos com as intenções de votos. O Expresso mostra como o chamado “voto económico” ajudou a decidir as legislativas. E como isso influenciou a campanha de António Costa. Jornalismo de dados em dois minutos e 59 segundos. Para compreender o país e o mundo

Bernardo Ferrão

Bernardo Ferrão

texto

Subdiretor da SIC

Joana Beleza

Joana Beleza

realização

João Carlos Santos

João Carlos Santos

imagem

Fotojornalista

João Roberto

João Roberto

grafismo animado

Motion designer

  • 2:59 para explicar o mundo: como os bancos destruíram €40 mil milhões

    Numa altura em que o Governo prepara mais impostos para a banca e arranca uma comissão de inquérito ao Banif, o Expresso mostra como os bancos passaram de lucros a prejuízos – e como os contribuintes já os apoiaram com mais de 20 mil milhões de euros, em aumentos de capital e empréstimos de que só foram recebidos 4,5 mil milhões. E falta ainda fechar as contas no BPN e no Novo Banco, receber dívidas do BCP e subir o capital da CGD. Jornalismo de dados em dois minutos e 59 segundos. Para compreender o mundo

  • 2:59 para explicar o mundo: petróleo barato, gasolina cara?

    Desde o verão de 2014 que a cotação do petróleo está em forte queda. E os preços de venda dos combustíveis, caíram tanto? Entre impostos e lucros de gasolineiras, como se reparte a receita da gasolina com que abastecemos os automóveis? Este é o ponto de partida para o primeiro episódio do 2:59, um novo programa de jornalismo de dados em webvídeo do Expresso que decifra fenómenos da atualidade em dois minutos e 59 segundos