Siga-nos

Perfil

Expresso

Multimédia

"Não descansaremos" até que jovens iraquianos sejam interrogados

O ministro dos Negócios Estrangeiros diz que a resposta do Iraque ao pedido de levantamento da imunidade diplomática dos filhos do embaixador não é satisfatória.Augusto Santos Silva garante que o Governo não vai descansar enquanto os dois jovens não forem interrogados.

"O levantamento da imunidade diplomática é o único [mecanismo] que permite que se faça justiça no território em que o crime foi cometido. Portanto, eu, até ao limite, passem dois meses, três meses, quatro meses, o que for, até ao limite tentarei que seja o primeiro mecanismo [dos três disponíveis na lei internacional]", disse Augusto Santos Silva, à margem de um evento na embaixada de Portugal em Bruxelas..

Segundo o ministro, este é o único mecanismo que permitirá saber "o que aconteceu em Ponte de Sor, quem são os responsáveis e que castigo merecem esses responsáveis".