Siga-nos

Perfil

Expresso

Multimédia

Trinta e quatro dias para ganhar um lugar na história

  • 333

Como São Tomé, que precisou de ver para crer, ninguém acreditou quando o PCP e o Bloco disseram na noite das eleições que o PS tinha condições para formar Governo. Mas a realidade superou a ficção e no fim de um duro processo negocial, António Costa, Catarina Martins e Jerónimo de Sousa quebraram um tabu de quatro décadas: a esquerda uniu-se e pôs fim ao arco da governação. Todos os anos, a redação do Expresso elege as figuras e os acontecimentos nacionais e internacionais: o acordo à esquerda foi eleito o acontecimento nacional de 2015

  • Onde está a humanidade do outro lado do desespero?

    Qaesar veio embora para escapar a uma morte certa. Ibrahim perdeu tudo e teve de sair de casa só com a roupa do próprio corpo. E Aylan Kurdi, o menino sírio cujo corpo foi encontrado numa praia da Turquia, tornou-se em 2015 o maior símbolo do drama de mais de um milhão de refugiados que procuraram a Europa. Todos os anos, a redação do Expresso elege as figuras e os acontecimentos nacionais e internacionais: O Refugiado foi eleito a figura internacional de 2015

  • O extraterrestre que aterrou em Portugal para conquistar o planeta

    Ronaldo rima com recorde. E Ronaldo está sempre à procura da próxima barreira para quebrar. No ano que passou, tornou-se o melhor marcador de toda a história do Real Madrid, conquistou a quarta bota ouro, que distingue o melhor marcador europeu (ninguém tem tantas), e mais uma bola de ouro para melhor jogador do mundo. Feitos que lhe valeram a eleição pelo Expresso como figura nacional do ano

  • “Hoje os europeus sabem que são um alvo”

    Em 2015, Paris foi alvo de dois atentados brutais que acordaram os europeus para a realidade de que são um alvo dos terroristas, muitos deles jovens cidadãos retornados da guerra na Síria. A sexta-feira negra de 13 de novembro marcou o início de atentados “à talibã” na Europa, misturando comandos móveis armados e bombistas suicidas. Aconteceu 10 meses depois do atentado à redação do semanário satírico "Charlie Hebdo", que colocou a cidade-luz em alerta vermelho em termos securitários. Todos os anos, a redação do Expresso elege as figuras e os acontecimentos nacionais e internacionais: os atentados de paris foram eleitos o acontecimento internacional de 2015

  • Para ler, ver e ouvir com calma

    É um ritual iniciado em 1981: todos os anos, a redação do Expresso elege as figuras e os acontecimentos nacionais e internacionais. E pelo segundo ano consecutivo, demos a palavra aos leitores - que também fizeram a sua escolha, através de uma votação online. Este é o resultado - para ler, ver e ouvir com calma