Siga-nos

Perfil

Expresso

  • A máquina do tempo: Pedrógão um ano depois (documentário e reportagem multimédia)

    Um ano é nada, 17 de junho de 2017 parece ontem. E para quem o viveu, 17 de junho de 2017 é agora. Sobre Pedrógão já se mostrou tanto e está quase tudo por mostrar. Porque há silêncios que demoram a desaparecer, queimaduras na pele que lembram aos sobreviventes o que outrora foram e já não são. “Não penso nem no passado nem no futuro, lamento o meu presente”, hão de dizer-nos. O Expresso passou um ano nos concelhos afetados pelos incêndios de 17 de junho e entregou câmaras de filmar a crianças diretamente afetadas pela tragédia, dando-lhes total liberdade para filmar o que quisessem. O trabalho inclui ainda testemunhos de feridos graves que quebram o silêncio da maneira possível. Um ano depois, mostramos os vivos sem esquecer os 66 que o país perdeu. Portugal tem de saber

  • Chef Tiger. O prazer de complicar o que é simples

    Haverá tarefa culinária menos complexa do que grelhar um pequeno peixe? À primeira vista, não. Capturado o referido espécime, basta recorrer ao poder do fogo e a coisa está resolvida. Claro que é fácil, e é bom precisamente por ser fácil. Mas qual é o problema de complicar um pouco?

  • Um veto que não faz o género dela (nem de todas as outras pessoas trans)

    Sabe quantas centenas de pessoas mudaram de género desde que isso passou a ser permitido, em 2011? E que o número mais alto de sempre foi registado no ano passado? Na altura em que o Presidente Marcelo acaba de vetar a nova lei da autodeterminação da identidade de género, que prevê o fim da obrigação de um relatório médico para quem o queira fazer, apresentamos-lhe os principais dados do mundo das pessoas trans neste artigo de jornalismo de dados em dois minutos e 59 segundos. Para explicar o país e o mundo

  • Uma pedra de ilusões

    Olhe de novo. E mais uma vez se for preciso. Rompa com as ideias feitas, com séculos de conhecimento e descubra um novo caminho para chegar ao lugar de sempre. Arrisque para poder deliciar-se com esta versão reinventada do choco frito, envolto num polme de alho e salsa. Reinventada e bem acompanhada, com batata frita doce e maionese

  • António Costa avisa que está para durar

    O PS discutiu o futuro do partido, Pedro Nuno posicionou-se para a sucessão, mas no último discurso Costa avisou que ainda não se vai reformar. O comentário de Vítor Matos e Filipe Santos Costa aos recados do líder socialista, à consagração de Mário Centeno e ao que fica do congresso da Batalha