Anterior
Obama anuncia visita histórica de Hillary Clinton a Myanmar
Seguinte
Câmara do Porto corta "40 a 50%" na iluminação de Natal
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Morte de Natalie Wood de novo investigada (fotogaleria e vídeos)

Morte de Natalie Wood de novo investigada (fotogaleria e vídeos)

Trinta anos depois, a Polícia norte-americana anunciou hoje que vai reabrir o inquérito sobre a morte da atriz Natalie Wood, falecida em 1981 em circunstâncias até hoje desconhecidas. 
Lusa |

A polícia norte-americana anunciou hoje que vai reabrir o inquérito sobre a morte da atriz Natalie Wood em circunstâncias misteriosas quando se encontrava num iate, na baía de Los Angeles, em 1981. Na altura, o então marido, o ator Robert Wagner, chegou a ser considerado suspeito, hipótese que acabou por ser afastada.


A decisão foi tomada na sequência de novas informações sobre a morte da atriz norte-americana, cujo caso, considerado na época um acidente, posteriormente deu azo a numerosas especulações, precisou em comunicado o gabinete do xerife do condado de Los Angeles (LASD).


Natalie Wood, de 43 anos, foi encontrada afogada quando se encontrava num barco perto da ilha Catalina, na baía de Los Angeles, a 29 de novembro de 1981. O LASD e o procurador de Los Angeles concluíram, na altura, que a morte foi acidental.

Filha de emigrantes russos de São Francisco (Califórnia) e de verdadeiro nome Natalia Nikolaevna Zakharenko, a atriz protagonizou vários êxitos do cinema, incluindo "West Side Story" (1961), "Fúria de Viver" (1955) e "Esplendor na Relva" (1961). Foi nomeada três vezes para o Oscar.

Novas pistas



De acordo com o comunicado da Polícia hoje revelado, "investigadores da brigada de homicídios foram contactados por várias pessoas que afirmaram estar na posse de informações adicionais sobre as circunstâncias do afogamento da atriz e que levaram o gabinete do xerife a lançar um novo olhar sobre o caso".


O jornal "Los Angeles Times" afirma que a Polícia ficou particularmente interessada nas novas declarações do capitão do barco, por ocasião da passagem do 30.º aniversário da morte de Natalie Wood.


A atriz norte-americana e o seu segundo marido, Robert Wagner, foram passar o fim de semana do Dia de Ação de Graças a bordo do iate "Splendour", na companhia de um convidado, o ator Christopher Walken, segundo o inquérito da época.


Os três comeram num restaurante na ilha e regressaram ao iate para tomar uma bebida, quando uma violenta discussão terá começado entre Wagner e Walken.


Natalie Wood deixou então o convés e dirigiu-se à cabina principal, mas quando, pouco depois, Robert Wagner desceu já não a viu. A atriz terá subido ao convés para lançar à água um pneumático e foi nesse local que foi encontrada afogada.


"Já falei sobre isto milhões de vezes. Ninguém ouviu nada", declarou Robert Wagner, citado pelo "Los Angeles Times".


 











Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 0 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub