20 de abril de 2014 às 14:03
Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  Morreu última tartaruga de uma subespécie dos Galápagos

Morreu última tartaruga de uma subespécie dos Galápagos

Estimava-se que a "Solitário George" tinha cem anos. O animal era o único sobrevivente da subespécie de tartarugas gigantes "Chelonoidis Abingdoni", da ilha Pinta.

A tartaruga "Solitário George", o último exemplar de uma subespécie de tartarugas gigantes das ilhas Galápagos, Equador, e que se estimava ter cem anos, foi encontrada hoje morta, de acordo com o Parque Nacional das Galápagos.

"Solitário George" era um animal famoso mas não pelas melhores razões, uma vez que era o único sobrevivente da subespécie de tartarugas gigantes "Chelonoidis Abingdoni", da ilha Pinta, Galápagos.

A tartaruga, que tem uma biografia completa na Wikipedia , foi resgatada em 1972 por um grupo de caçadores e passou a fazer parte de um programa de criação em cativeiro daquele parque nacional do Equador.

Ainda foi tentada a reprodução com outras subespécies, mas os resultados foram infrutíferos.

A morte de "Solitário George" é de causa desconhecida, e estima-se que a tartaruga tinha pelo menos cem anos. Agora, extingue-se por completo uma subespécie animal.

O arquipélago das Ilhas Galápagos foi declarado Património Nacional da Humanidade pela UNESCO pela riqueza da flora e fauna locais.


Comentários 18 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
É PRECISO AGIR E DIZER BASTA!
Ver um crime com calma é cometê-lo!
O grosso da humanidade tem de ter uma postura activa face a estes problemas e não deixar os politicos e os capitalistas fazerem o que querem!
Todos sairemos a perder e eles pensam que não!
Considero, se posso considerar, que a vida é
feita de ciclos que, completos, estão acabados. A estatística diz que, todos os entes da Natureza que nasceram, algum dia morrerão. Não há como evitar. A sobrevivência pode ser prolongada, nunca para sempre. Todos morrerão, é uma certeza absoluta. A probabilidade de não acontecer, é nula. Portanto, apesar de ser uma perda que impressiona, o último de uma espécie baixa o pano e encerra uma caminhada. Provavelmente, num tempo remoto (espero), também definhará o Homem e, quem sabe, um último sobreviverá e dará cabo a aventura humana sobre este planeta. Não conheço profundamente as leis que regem a Natureza, somente sei daquelas evidentes. E, a vida, nos mostra que tudo funciona como e de acordo com os rasos anos de existência de uma homem e, por isso, com deus ou sem ele, há sempre um começo e um fim. Para qualquer coisa. Ainda que ocorra a reciclagem, nunca mais será da mesma forma. Principalmente no tempo linear ao qual estamos acostumados, embora de verdadeiro não tenha nada, a não ser nossa percepção malograda e fugaz da Vida, do aparente decorrer dos dias, meses, anos e séculos. Rio Grande
"FOI ESTA ?"
Coitada da George.
Nós ainda estamos a carregá-lo às costas quase todos os dias.
kácus
Para além da vida animal
Esta é a primeira vez que registo o anúncio, através da imprensa, da extinção de toda uma sub-espécie animal. Pessoalmente, tudo o que seja chamar a atenção do grande público para o que vai acontecendo no reino animal, não me parece nada fora de sentido. Evidentemente, ao longo da história do Planeta, são já inúmeras as espécies e sub-espécies animais que se extinguiram por completo. Mas o problema hoje é um outro, a saber, a rapidez com que na Terra estão a desaparecer por completo espécies e sub-espécies de animais e plantas, desaparecimentos esses que tanto podem ser da inevitável ordem da natureza como serem o resultado dos muitos e incessantes abusos que o ser humano provoca nos ecossistemas. Alertar, portanto, para a vantagem e o valor da conservação do património natural do nosso planeta é algo que merece todo o meu apoio. Para além disso, há que reconhecer que todas as formas de vida, incluindo a nossa, são assim: passageiras e vulneráveis, por mais longa que seja a sua duração ou mais resistente a sua natureza. Na esfera do finito, tudo passa. E contudo podemos ter uma consolação, mesmo diante de uma notícia como a da morte do "Solitary George", como era conhecido o exemplar de tartaruga gigante que acaba de morrer: na mente do Criador, nada se perde; tudo se transforma.
Re: Morreu última tartaruga de uma subespécie dos
sempre que me morre algum animal doméstico, que eu costumo tratar o melhor que posso, sejam eles o cão, periquito, hamster, etc. fico como se alguém de muito chegado partisse. Triste, fiquei depois de ler a notícia. Será que a seu devido tempo foi feito tudo para que não acontecesse isto?
Re: Morreu última tartaruga de uma subespécie dos
Se a tivessem deixado em Galápagos em vez de a terem capturado, muito provavelmente a espécie não teria desaparecido..

Não dizem que cerca de 80% das especies animais ainda estao por descobrir? Então muito provalmente esta nao era a unica tartaruga desta especie! ;)
Galápagos e a evolução das espécies!
Como diria Darwin " A compaixão para com os animais é das mais nobres virtudes da natureza humana...

Mais uma espécie rara desaparece e o mundo selvagem fica mais pobre ... O Jorge Viveu solitário e morreu solitário ... Choca ... num mundo onde o homem não olha a meios para obter os fins ... nem que para isso provoque a extinção das espécies ...que afinal são importantes para nós...
Devemos ou não intervir?
Cedo ou tarde esta e outras espécies terão de desaparecer para dar lugar a novas espécies.

Assim foi e assim será.

O planeta está em constante mudança como ser vivo e só as espécies que se adaptam as mudanças assim como foram referidas as baratas, há outros animais considerados pré-históricos, libelinhas,etc.

As espécies mais fracas terão de dar o seu lugar a outras assim como deram ao ser humano.

O ser humano pode ser causador direto ou indireto sobre o desaparecimento de muitas espécies mas tudo sto faz parte de um processo evolutivo.

Certas espécies vivem em comunidade com o homem e assim permanessem sem perigo, pombos, periquitos, cães e gatos, etc.

A extinção e a transformação genética fazem parte deste processo bio natural, embora possamos ver transformações feitas pelos homens.

No mundo da aquarofilia, uma grande parte dos peixes são mutações conseguidas por vários precessos sendo o cruzamento consanguinio o mais conhecido de todos.

Os poecilideos,de onde vêm os guppys, são de cor castanha e sem barbatanas grandes no seu habitate natural, mas num aquário aparece com multiplas cores......da mesmma espécie temos o peixe espada, platys e outros sendo estes os mais conhecidos e de fácil manutenção num micro sistma.

Por muito que o homem se esforce em controlar o planeta a mãe natureza prevalece e dita as regras.
Re: Devemos ou não intervir? Ver comentário
A Terra e o Homem
" O termo Antropoceno é usado por alguns cientistas para descrever o período mais recente na história do Planeta Terra. Ainda não há data de início precisa e oficialmente apontada, mas muitos consideram que começa no final do Século XVIII, quando as actividades humanas começaram a ter um impacto global significativo no clima da Terra e no funcionamento dos seus ecossistemas. Esta data coincide com a invenção do Motor a vapor por James Watt em 1784. Outros cientistas consideram que o Antropoceno começa mais cedo, como por exemplo no advento da agricultura."
  (in Wikipédia)
O Homem e a Terra
" O termo foi criado pelo vencedor do Prémio Nobel da Química Paul Crutzen, que considera a influência humana no funcionamento do planeta tão significativa que justifica a entrada do mesmo numa nova era geológica na Escala de tempo geológico.
 
O uso deste termo como um conceito oficialmente aceito no âmbito da geologia ganhou novo ímpeto em 2008, com a publicação de dois novos estudos apoiando esta ideia"

(in wikipédia)
Antropocentrismo
"O antropocentrismo, num outro sentido, pode tomar um aspecto cultural mais ousado — como na representação, típica na ficção científica da Era de Ouro — do ser humano como excepcional entre as espécies burras, como evidenciado nas ingênuas representações dos extraterrestres como vagamente humanoides. Em diversas obras de ficção científica pode-se notar os terrestres num papel central, sugerindo que as demais espécies burras tenham relevância secundária"
(In Wikipédia)
Princípio antrópico (P/ discussão)
" Princípio Antrópico Forte: O Universo deve ser de tal forma que possa conter observadores, em algum estágio de sua evolução.

  Princípio Antrópico Fraco: O Universo se comportou de tal forma que pôde nos conter. Em outras palavras, as grandezas físicas e cosmológicas que observamos precisam assumir valores compatíveis com o surgimento de vida baseada em carbono.

  Princípio Antrópico Final: O Universo tem como finalidade produzir seres vivos, ou seres humanos.

  Princípio Antrópico Participativo: A existência de observadores dá existência ao Universo. "
  ( In wikipédia)
Citações (P/ discussão)
Citações
 
"A natureza é primorosamente ajustada para a possibilidade de vida no planeta Terra: se a força gravitacional fosse reduzida ou aumentada em 1%, o Universo não se formaria; por uma minúscula alteração na força eletromagnética, as moléculas orgânicas não se uniriam. Nas palavras do físico Freeman Dyson, parece que o 'Universo sabia que estávamos chegando'. O Universo não se assemelha a um lance de dados aleatório. Parece pura e simplesmente proposital [1]
 
"Vemos o universo da maneira como ele é porque, se fosse diferente, não estaríamos aqui para vê-lo". [2]

(in wikipédia)
Citações (P/ discussão)

" O Homem em vez de viver dos juros da natureza vive do seu capital"

( não recordo o Sábio que disse isto,... talvez Ronald Wright)
Citações

"Um homem é verdadeiramente ético apenas quando obedece sua compulsão para ajudar toda a vida que ele é capaz de assistir, e evita ferir toda a coisa que vive." - Albert Schweitzer (1875-1965)

"Queremos uma justiça social que combine com a justiça ecológica.Uma não existe sem a outra." (Leonardo Boff)

"Se você tem metas para um ano. Plante arroz; Se você tem metas para 10 anos. Plante uma arvore; Se você tem metas para 100 anos então eduque uma criança; Se você tem metas para 1000 anos, então preserve o meio Ambiente.” Confucio

"Há o suficiente no mundo para todas as necessidades humanas; não há o suficiente para a cobiça humana."
Ghandi

Eu temo pela minha espécie quando penso que Deus é justo."
Thomas Jefferson

“A escolha é nossa: formar uma aliança global para cuidar da Terra e uns dos outros, ou arriscar a nossa destruição e a da diversidade da vida.”
- Carta da Terra
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub