Anterior
Socialistas querem menos austeridade na Europa
Seguinte
Na morte de António Tabucchi...
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Ministro da Educação anuncia exames nacionais no 4º ano

Ministro da Educação anuncia exames nacionais no 4º ano

No ano letivo de 2012/13, as provas nacionais deverão contar 25% para a nota final dos alunos.
|

A partir do próximo ano letivo, todos os alunos do 4º ano vão ter de fazer exames nacionais a Português e Matemática. Tal como vai acontecer para os alunos do 6º já este ano, as provas deverão contar 25% para a nota final e 30% nos anos seguintes. Esta foi uma das medidas hoje anunciadas pelo ministro da Educação, durante a apresentação da versão final da revisão curricular do ensino básico e secundário.

Questionado pelos jornalistas sobre o risco de a introdução de exames neste ciclo de ensino fazer disparar a taxa de chumbos, Nuno Crato explicou que irão ser "pormenorizadas ao longo deste ano um conjunto de medidas de apoio ao estudo" no 1º ciclo. 

Mais tempo de português


Outra das novidades é o reforço do ensino do Português no 12º ano, que passará a ter mais 45 minutos semanais de aulas. O ministro adiantou ainda outras medidas de reforço da autonomia das escolas, como a possibilidade de decidirem qual a duração das aulas em todas as disciplinas. Atualmente, os estabelecimentos de ensino estão limitados a definir aulas de 45 ou 90 minutos. 

Sobre a polémica extinção da disciplina de Formação Cívica, o Ministério da Educação e da Ciência mantem a decisão, mas dá a possibilidade às escolas de atribuírem 45 minutos semanais às questões da Educação para a Cidadania. 


Opinião


Multimédia

Os assassínios, as execuções, as decapitações são as imagens mais chocantes de uma propaganda cada vez mais sofisticada. É a Jihad, que recruta guerrilheiros no ocidente para matar e morrer na Síria. O Expresso seguiu as pisadas de cinco jiadistas portugueses, mostrando quem são e como foram convertidos e radicalizados. E como lutam, como foram morrer - e como já haverá arrependidos com medo de fugir. Reportagem em Londres, no café onde viam jogos de futebol, na universidade onde estudavam e na mesquita onde rezavam. Autoridades e especialistas em terrorismo estão alerta sobre este pequeno mas perigoso grupo, onde corre sangue português - e de onde escorre sangue por Alá.

Desacelerámos a realidade para observar a euforia da liberdade

Ela, Jacarandá, é algarvia. Ele, Katmandu, é espanhol. São linces e agora experimentam a responsabilidade da liberdade: foram soltos esta terça-feira numa herdade alentejana, próxima de Mértola, eles que saíram de centros de reprodução em cativeiro. Foi inédito: nunca tinha acontecido algo assim em Portugal. Estivemos lá e ensaiámos o slow motion.

Geração Z

Mais rápidos, mais capazes, mais solitários, os Z vivem agarrados aos ecrãs, pensam com a ajuda da internet e estão permanentemente preocupados com a bateria do telemóvel. Que geração é esta que nasceu com a viragem do século?

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.


Comentários 79 Comentar
ordenar por:
mais votados
Quanto aos exames......
...... muito bem,

Num Mundo cada vez mais competitivo é um profundo disparate facilitar a vida aos alunos.

É preciso rigor e exigência desde o início.....
Re: Quanto aos exames......
Re: Quanto aos exames......
Finalmente!
Mais um passo para acabar com o eduquês, e trazer de volta a Educação.
Estou a antecipar uma forte contestação dos docentes. É que assim, com provas nacionais e simultâneas, os professores também são avaliados!
Mitos & Ideias Feitas
Re: Mitos & Ideias Feitas
Re: Mitos & Ideias Feitas
Errata
Re: Mitos & Ideias Feitas
Re: Mitos & Ideias Feitas
Re: Mitos & Ideias Feitas
Re: Mitos & Ideias Feitas
Re: Mitos & Ideias Feitas
Re: Mitos & Ideias Feitas
Re: Mitos & Ideias Feitas
Re: Mitos & Ideias Feitas
Re: Mitos & Ideias Feitas
Re: Mitos & Ideias Feitas
Re: Mitos & Ideias Feitas
Re: Finalmente!
Re: Finalmente!
Re: Finalmente!
Re: Finalmente!
Re: Finalmente!
Re: Finalmente!
Re: Finalmente!
Re: Finalmente!
Re: Finalmente!
Re: Finalmente!
Re: Finalmente!
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais
Concordo plenamente com esta decisão. É preciso que os alunos comecem a ter responsabilidades de uma forma progressiva desde cedo e não só a partir do 9º ano como foi no meu caso. Quanto à disciplina de Formação Cívica, também a tive no ensino básico e ainda hoje não sei o que estive a fazer durante aqueles 45min semanais. Se fosse uma disciplina bem planeada concordava com a sua inclusão no leque de disciplinas, mas como na minha opinião não está, também concordo com esta decisão.
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais
Fulcral
Educação responsável, disciplinada e exigente é fundamental para o futuro do país. Esperemos que seja possível e que os alunos que andaram à deriva todos estes anos recuperem e não sejam prejudicados.
!
Totalmente de acordo! Devem ser exames nacionais, iguais para todos e deixar de ser o regabofe dos últimos anos que nem exames havia. Quando eu fiz o liceu era assim. Com uma diferença: nunca tiva professores mas sim explicadores. Quando alguns que por aqui se vêm a dizer que andaram a contestar andava eu a trabalhar e a estudar à noite. Foi assim que eu aprendi o pouco que sei. Com muito esforço. Não devo nada a essa corja que andou a contestar para depois se enfiarem na A. R. nas empresas públicas e em todos os tachos que os amigos lhes arranjaram. FORA COM ELES!!!
Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º. ano
Nada contra, mas não deixa de ser um sinal de que o tempo voltou para trás. Quem vir a grelha do Ensino Secundário, onde é abolida a Informática para a substituir por Geografia, História e Religião e Moral, ainda por cima num Estado Laico, é algo que não lembra ao diabo, mas a este Ministro. Não há dúvida que deve estar a seguir a Cartilha do Salazar, mas se ele fosse vivo já teria evoluído mais e pela certa teria outra lavra. Nunca vi um pedido de empregabilidade que pedisse essas disciplinas, mas todos exigem informática.

http://viriatoapedrada.bl... e=BP_recent

http://viriatoapedrada.bl...

http://viriatoapedrada.bl...
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º.
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º.
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º.
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º.
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º.
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º.
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º.
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º.
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º.
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º.
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º.
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º.
Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º ano
Saiba como prender um dos milhares de empregos de tecnologia disponíveis em toda a Europa durante e habilidades semana (26-30 março).
Europeu de informação e comunicação da indústria de tecnologia (TIC) continuou a crescer, apesar da crise econômica. Mas enquanto a indústria aumentou sua força de trabalho nos últimos anos, desde 2005 o número de diplomados no campo vem caindo.
Simplificando, a Europa não está a produzir o suficiente qualificados tecnologia para preencher o número crescente de postos de trabalho gerados pela indústria. A escassez vai resultar em até 700 000 postos de trabalho que vai preencher até 2015, diz a Comissão.

Europeu semana cibercompetências faz parte da estratégia da Comissão para incentivar os jovens a começar o treinamento que eles precisam de um emprego neste sector e para manter a economia digital da UE competitiva.
Eventos estão sendo realizadas em cada país da UE durante a semana, com cursos de formação, jornadas de informação e conferências destacando as oportunidades disponíveis nesta área.
Por exemplo, uma série de promocionais eventos no Reino Unido inclui uma carreira justo em Glasgow em 29 de Março. Em Dublin, hoje, fala de indústria líderes pretendem inspirar os jovens a adquirir TIC habilidades
A Holanda vai aumentar a conscientização sobre as carreiras tecnológicas com representantes da indústria ...

http://ec.europa.eu/news/...
Levem lá o Sócrates
Re: Levem lá o Sócrates
Há coisas mais importantes
Mais importante do que a avaliação no 4º ano, por exemplo, seria acabar com a separação entre Letras e Ciências no 9º. O Português e a Matemática deveriam ser disciplinas obrigatórias até ao 12º ano, independentemente das várias opções posssíveis.
Re: Há coisas mais importantes
Re: Há coisas mais importantes
Re: Há coisas mais importantes
Re: Há coisas mais importantes
Re: Há coisas mais importantes
Re: Há coisas mais importantes
Re: Há coisas mais importantes
Re: Há coisas mais importantes
ACHO BEM!
Acabou o regabofe do facilitismo!
Exames? Certo. E cursos técnicos?
Concordo plenamente com os exames que responsabilizam alunos e professores e pais...porque os pais não se podem excluir da educação dos filhos.
Mais do que batalhar em duas disciplinas (português e matemática) era muito bom se pudessem voltar a existir cursos técnicos que preparassem os jovens para uma saída profissional...
Nem todos irão para as Universidades... daí que visualizo esta opção como correcta. Mas sei que não está nos planos do governo.
Re: Exames? Certo. E cursos técnicos?
Re: Exames? Certo. E cursos técnicos?
Re: Exames? Certo. E cursos técnicos?
Re: Exames? Certo. E cursos técnicos?
Re: Exames? Certo. E cursos técnicos?
Qual é a novidade?
Os portugueses são curtos de vista e de pensamento, principalmente os chulos que tomaram de assalto S. Bento. Antes de 74 fazia-se exame na 4ª classe, seguido de exame de admissão para ingressar na Escola Industrial ou no Liceu. Quem chumbasse neste último estava arrumado, o campo ou a fábrica o esperavam. Mas não entrem em diarreia mental, porque o ensino obrigatório vai ser alargado, diz-se. Mesmo que o não seja, continua a ser obrigatório ir à escola e aquele exame na 4ª classe só irá servir para avaliar se a formação de analfabetos está a decorrer conforme o acordo entre Portugal e Bruxelas, pois, para quem não sabe, a ignorância em Portugal resolve-se com a formação de analfabetos.
ora aqui temos
o ministro anuncia exames...entretanto ando eu a lutar pela sanidade nas escolas e chamam-me a mim fanatico da bola e vejam só...de joaquim cardoso para mim - Caro Eduardo, tenho acompanhado a sua luta, obviamente q foi p a comun. Social pq percebeu q pelo Agrupamento de Escolas isto nao se resolvia. Tenho falado c algumas pessoas q nao entendem a profundidade do assunto, limitam isto ao futebol. O meu filho frequenta uma escola deste agrupamento e tenho sabido de muitas atrocidades cometidas. Uma das ultimas foi a ocultação de um relatório da inspecção geral de ensino, favorecimrnto de alunos filhos de amigos, favorecimento de professores, a lista én interminável. Acho que e altura de se pedir ( exigir) uma inspecção a serio pelo ministério da educação, mas daquelas sem ávido prévio, a verificar as coisas a serio. Há queixas de professores q rapidamente são afastados, os pais que protestam são ameaçados de represálias com os filho, isto tem um nome. O Diretor do Agrupamento, Alfredo Carvalho, nao fala nem argumenta pessoalmente mas manipula tudo, o pior e que rotula a comunidade de 'desfavorecida' para justificar maus resultados. Aproveite este mediatismo para ajudar esta comunidade a limpar este lixo da nossa costa.
Re: ora aqui temos
Ora Ora
Agora todos aqueles que Não fizeram exames nacionais no 4º ano e que viveram sempre do suposto facilitismo..já acham muito bem...engraçados como são as coisas
Reformas para pior
Tenho 40 anos, desde os meus tempos de estudante que há reformas educativas por isso optei, com muita ginástica financeira, porque sou só eu e o meu filho, que este estudasse no Instituto Espanhol,
Uma escola estatal espanhola mas os portugueses têm que pagar.
Um ensino de qualidade, não têm exames, os alunos vão sendo avaliados ao longo do ano lectivo, se tiverem negativas têm sempre a possibilidade de recuperar fazendo testes. No final do ano se tiverem mais de 2 negativas não chumbam, a matrícula fica suspensa e uma semana antes do novo ano lectivo fazem testes se tiverem boas notas passam de ano.
Os professores acompanham os alunos e durante o dia têm tempo para a parte administrativa e a escola fecha ás 4.10. Não os ouço queixar.
Comentários 79 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador

PUBLICIDADE

Pub