18 de abril de 2014 às 22:01
Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  Ministro da Educação anuncia exames nacionais no 4º ano

Ministro da Educação anuncia exames nacionais no 4º ano

No ano letivo de 2012/13, as provas nacionais deverão contar 25% para a nota final dos alunos.
Isabel Leiria (www.expresso.pt)

A partir do próximo ano letivo, todos os alunos do 4º ano vão ter de fazer exames nacionais a Português e Matemática. Tal como vai acontecer para os alunos do 6º já este ano, as provas deverão contar 25% para a nota final e 30% nos anos seguintes. Esta foi uma das medidas hoje anunciadas pelo ministro da Educação, durante a apresentação da versão final da revisão curricular do ensino básico e secundário.

Questionado pelos jornalistas sobre o risco de a introdução de exames neste ciclo de ensino fazer disparar a taxa de chumbos, Nuno Crato explicou que irão ser "pormenorizadas ao longo deste ano um conjunto de medidas de apoio ao estudo" no 1º ciclo. 

Mais tempo de português


Outra das novidades é o reforço do ensino do Português no 12º ano, que passará a ter mais 45 minutos semanais de aulas. O ministro adiantou ainda outras medidas de reforço da autonomia das escolas, como a possibilidade de decidirem qual a duração das aulas em todas as disciplinas. Atualmente, os estabelecimentos de ensino estão limitados a definir aulas de 45 ou 90 minutos. 

Sobre a polémica extinção da disciplina de Formação Cívica, o Ministério da Educação e da Ciência mantem a decisão, mas dá a possibilidade às escolas de atribuírem 45 minutos semanais às questões da Educação para a Cidadania. 

Comentários 79 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Quanto aos exames......
...... muito bem,

Num Mundo cada vez mais competitivo é um profundo disparate facilitar a vida aos alunos.

É preciso rigor e exigência desde o início.....
Re: Quanto aos exames...... Ver comentário
Re: Quanto aos exames...... Ver comentário
Finalmente!
Mais um passo para acabar com o eduquês, e trazer de volta a Educação.
Estou a antecipar uma forte contestação dos docentes. É que assim, com provas nacionais e simultâneas, os professores também são avaliados!
Mitos & Ideias Feitas Ver comentário
Re: Mitos & Ideias Feitas Ver comentário
Re: Mitos & Ideias Feitas Ver comentário
Errata Ver comentário
Re: Mitos & Ideias Feitas Ver comentário
Re: Mitos & Ideias Feitas Ver comentário
Re: Mitos & Ideias Feitas Ver comentário
Re: Mitos & Ideias Feitas Ver comentário
Re: Mitos & Ideias Feitas Ver comentário
Re: Mitos & Ideias Feitas Ver comentário
Re: Mitos & Ideias Feitas Ver comentário
Re: Mitos & Ideias Feitas Ver comentário
Re: Mitos & Ideias Feitas Ver comentário
Re: Mitos & Ideias Feitas Ver comentário
Re: Mitos & Ideias Feitas Ver comentário
Re: Finalmente! Ver comentário
Re: Finalmente! Ver comentário
Re: Finalmente! Ver comentário
Re: Finalmente! Ver comentário
Re: Finalmente! Ver comentário
Re: Finalmente! Ver comentário
Re: Finalmente! Ver comentário
Re: Finalmente! Ver comentário
Re: Finalmente! Ver comentário
Re: Finalmente! Ver comentário
Re: Finalmente! Ver comentário
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais
Concordo plenamente com esta decisão. É preciso que os alunos comecem a ter responsabilidades de uma forma progressiva desde cedo e não só a partir do 9º ano como foi no meu caso. Quanto à disciplina de Formação Cívica, também a tive no ensino básico e ainda hoje não sei o que estive a fazer durante aqueles 45min semanais. Se fosse uma disciplina bem planeada concordava com a sua inclusão no leque de disciplinas, mas como na minha opinião não está, também concordo com esta decisão.
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais Ver comentário
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais Ver comentário
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais Ver comentário
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais Ver comentário
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais Ver comentário
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais Ver comentário
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais Ver comentário
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais Ver comentário
Re: Ministro da Educação anuncia exames nacionais Ver comentário
Fulcral
Educação responsável, disciplinada e exigente é fundamental para o futuro do país. Esperemos que seja possível e que os alunos que andaram à deriva todos estes anos recuperem e não sejam prejudicados.
!
Totalmente de acordo! Devem ser exames nacionais, iguais para todos e deixar de ser o regabofe dos últimos anos que nem exames havia. Quando eu fiz o liceu era assim. Com uma diferença: nunca tiva professores mas sim explicadores. Quando alguns que por aqui se vêm a dizer que andaram a contestar andava eu a trabalhar e a estudar à noite. Foi assim que eu aprendi o pouco que sei. Com muito esforço. Não devo nada a essa corja que andou a contestar para depois se enfiarem na A. R. nas empresas públicas e em todos os tachos que os amigos lhes arranjaram. FORA COM ELES!!!
Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º. ano
Nada contra, mas não deixa de ser um sinal de que o tempo voltou para trás. Quem vir a grelha do Ensino Secundário, onde é abolida a Informática para a substituir por Geografia, História e Religião e Moral, ainda por cima num Estado Laico, é algo que não lembra ao diabo, mas a este Ministro. Não há dúvida que deve estar a seguir a Cartilha do Salazar, mas se ele fosse vivo já teria evoluído mais e pela certa teria outra lavra. Nunca vi um pedido de empregabilidade que pedisse essas disciplinas, mas todos exigem informática.

http://viriatoapedrada.bl... e=BP_recent

http://viriatoapedrada.bl...

http://viriatoapedrada.bl...
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º. Ver comentário
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º. Ver comentário
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º. Ver comentário
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º. Ver comentário
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º. Ver comentário
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º. Ver comentário
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º. Ver comentário
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º. Ver comentário
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º. Ver comentário
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º. Ver comentário
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º. Ver comentário
Re: Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º. Ver comentário
Ministro Educação anuncia exames nacionais 4º ano
Saiba como prender um dos milhares de empregos de tecnologia disponíveis em toda a Europa durante e habilidades semana (26-30 março).
Europeu de informação e comunicação da indústria de tecnologia (TIC) continuou a crescer, apesar da crise econômica. Mas enquanto a indústria aumentou sua força de trabalho nos últimos anos, desde 2005 o número de diplomados no campo vem caindo.
Simplificando, a Europa não está a produzir o suficiente qualificados tecnologia para preencher o número crescente de postos de trabalho gerados pela indústria. A escassez vai resultar em até 700 000 postos de trabalho que vai preencher até 2015, diz a Comissão.

Europeu semana cibercompetências faz parte da estratégia da Comissão para incentivar os jovens a começar o treinamento que eles precisam de um emprego neste sector e para manter a economia digital da UE competitiva.
Eventos estão sendo realizadas em cada país da UE durante a semana, com cursos de formação, jornadas de informação e conferências destacando as oportunidades disponíveis nesta área.
Por exemplo, uma série de promocionais eventos no Reino Unido inclui uma carreira justo em Glasgow em 29 de Março. Em Dublin, hoje, fala de indústria líderes pretendem inspirar os jovens a adquirir TIC habilidades
A Holanda vai aumentar a conscientização sobre as carreiras tecnológicas com representantes da indústria ...

http://ec.europa.eu/news/...
Levem lá o Sócrates Ver comentário
Re: Levem lá o Sócrates Ver comentário
Há coisas mais importantes
Mais importante do que a avaliação no 4º ano, por exemplo, seria acabar com a separação entre Letras e Ciências no 9º. O Português e a Matemática deveriam ser disciplinas obrigatórias até ao 12º ano, independentemente das várias opções posssíveis.
Re: Há coisas mais importantes Ver comentário
Re: Há coisas mais importantes Ver comentário
Re: Há coisas mais importantes Ver comentário
Re: Há coisas mais importantes Ver comentário
Re: Há coisas mais importantes Ver comentário
Re: Há coisas mais importantes Ver comentário
Re: Há coisas mais importantes Ver comentário
Re: Há coisas mais importantes Ver comentário
ACHO BEM!
Acabou o regabofe do facilitismo!
Exames? Certo. E cursos técnicos?
Concordo plenamente com os exames que responsabilizam alunos e professores e pais...porque os pais não se podem excluir da educação dos filhos.
Mais do que batalhar em duas disciplinas (português e matemática) era muito bom se pudessem voltar a existir cursos técnicos que preparassem os jovens para uma saída profissional...
Nem todos irão para as Universidades... daí que visualizo esta opção como correcta. Mas sei que não está nos planos do governo.
Re: Exames? Certo. E cursos técnicos? Ver comentário
Re: Exames? Certo. E cursos técnicos? Ver comentário
Re: Exames? Certo. E cursos técnicos? Ver comentário
Re: Exames? Certo. E cursos técnicos? Ver comentário
Re: Exames? Certo. E cursos técnicos? Ver comentário
Qual é a novidade?
Os portugueses são curtos de vista e de pensamento, principalmente os chulos que tomaram de assalto S. Bento. Antes de 74 fazia-se exame na 4ª classe, seguido de exame de admissão para ingressar na Escola Industrial ou no Liceu. Quem chumbasse neste último estava arrumado, o campo ou a fábrica o esperavam. Mas não entrem em diarreia mental, porque o ensino obrigatório vai ser alargado, diz-se. Mesmo que o não seja, continua a ser obrigatório ir à escola e aquele exame na 4ª classe só irá servir para avaliar se a formação de analfabetos está a decorrer conforme o acordo entre Portugal e Bruxelas, pois, para quem não sabe, a ignorância em Portugal resolve-se com a formação de analfabetos.
ora aqui temos
o ministro anuncia exames...entretanto ando eu a lutar pela sanidade nas escolas e chamam-me a mim fanatico da bola e vejam só...de joaquim cardoso para mim - Caro Eduardo, tenho acompanhado a sua luta, obviamente q foi p a comun. Social pq percebeu q pelo Agrupamento de Escolas isto nao se resolvia. Tenho falado c algumas pessoas q nao entendem a profundidade do assunto, limitam isto ao futebol. O meu filho frequenta uma escola deste agrupamento e tenho sabido de muitas atrocidades cometidas. Uma das ultimas foi a ocultação de um relatório da inspecção geral de ensino, favorecimrnto de alunos filhos de amigos, favorecimento de professores, a lista én interminável. Acho que e altura de se pedir ( exigir) uma inspecção a serio pelo ministério da educação, mas daquelas sem ávido prévio, a verificar as coisas a serio. Há queixas de professores q rapidamente são afastados, os pais que protestam são ameaçados de represálias com os filho, isto tem um nome. O Diretor do Agrupamento, Alfredo Carvalho, nao fala nem argumenta pessoalmente mas manipula tudo, o pior e que rotula a comunidade de 'desfavorecida' para justificar maus resultados. Aproveite este mediatismo para ajudar esta comunidade a limpar este lixo da nossa costa.
Re: ora aqui temos Ver comentário
Ora Ora
Agora todos aqueles que Não fizeram exames nacionais no 4º ano e que viveram sempre do suposto facilitismo..já acham muito bem...engraçados como são as coisas
Reformas para pior
Tenho 40 anos, desde os meus tempos de estudante que há reformas educativas por isso optei, com muita ginástica financeira, porque sou só eu e o meu filho, que este estudasse no Instituto Espanhol,
Uma escola estatal espanhola mas os portugueses têm que pagar.
Um ensino de qualidade, não têm exames, os alunos vão sendo avaliados ao longo do ano lectivo, se tiverem negativas têm sempre a possibilidade de recuperar fazendo testes. No final do ano se tiverem mais de 2 negativas não chumbam, a matrícula fica suspensa e uma semana antes do novo ano lectivo fazem testes se tiverem boas notas passam de ano.
Os professores acompanham os alunos e durante o dia têm tempo para a parte administrativa e a escola fecha ás 4.10. Não os ouço queixar.
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub