25 de abril de 2014 às 2:49
Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  Mineiros mortos na África do Sul são já 36

Mineiros mortos na África do Sul são já 36

Ministério da Polícia sul-africano admite que o "número (de mortos) continuava a aumentar, uma vez que muita gente ficou ferida" nos confrontos entre mineiros e as autoridades
Lusa
Depois dos tiros disparados sobre os mineiros, um agente da polícia recolhe uma das armas empunhadas por um dos abatidos
Depois dos tiros disparados sobre os mineiros, um agente da polícia recolhe uma das armas empunhadas por um dos abatidos
Siphiwe Sibeko/Reuters
Mineiros protestam em Rustenburg e exibem as armas com que estão dispostos a confrontar os agentes policiais Siphiwe Sibeko/Reuters Mineiros protestam em Rustenburg e exibem as armas com que estão dispostos a confrontar os agentes policiais

Trinta e seis pessoas foram mortas na quinta-feira na mina de platina Lonmin de Marikana, no noroeste de África do Sul, quando a polícia abriu fogo contra os mineiros grevistas armados, indicou hoje o sindicato mineiro NUM.  

"O número que temos é de 36 mortos", afirmou hoje o secretário-geral do NUM, Frans Baleni, em declarações a uma rádio local.  

O Ministério da Polícia sul-africano também informou hoje que os confrontos causaram a morte a mais de 30 pessoas, admitindo que este "número continuava a aumentar, uma vez que muita gente ficou ferida".  

Um balanço avançado também hoje pelo Ministério da Saúde regional apontava para 25 mortos.  

Estas mortes somam-se aos 10 mortos em confrontos entre mineiros de dois sindicatos rivais registados desde domingo no mesmo local, onde centenas de grevistas reclamavam aumentos salariais.  


Comentários 69 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
África do Sul, um caso a merecer crítica mundial
« Mineiros mortos na África do Sul são já 36 »

A má preparação da polícia dá nisto.

Eles não são totalmente culpados, já que foram atacados, mas que raio de potência é a África do Sul que não está preparada para enfrentar protestos violentos, sem ser com espingardas?

E chamam-lhe potencia emergente.

Não basta ter muito ouro, também tem de se ter preparação para os problemas sociais.

Nota: Devido a guerra entre sindicatos? Mas que coisa mais estranha...
Re: África do Sul, um caso a merecer crítica mundi Ver comentário
Re: África do Sul, um caso a merecer crítica mundi Ver comentário
E neste hediondo massacrre o que faz a comunidade
internacinal tão preocupada com a" democracia" em países possuidores de petróleo? Trabalhadores em greve armados com paus e catanas metralhados sem piedade. Espera-se que os responsáveis sejam severamente punidos. Senão é a imagem internacional da Africa do Sul para as pessoas e paises de bem que fica em causa....
Re: E neste hediondo massacrre o que faz a comunid Ver comentário
Re: E neste hediondo massacrre o que faz a comunid Ver comentário
Re: E neste hediondo massacrre o que faz a comunid Ver comentário
Não havia outros meios sem ser à metrahadora?... Ver comentário
matansa
Riqueza mal distribuida da em mal rezultado,os trabalhadores se transformam em escravos sem direitos,nem a balas de boracha tiveram direito,quem aqui foi violento e cruel?:os escravos ou os caies do governo?Como se pode justificar uma matansa desta?
Re: matansa Ver comentário
E agora
É culpa de quem?
Onde se lê uma nota de repúdio por este massacre por parte das autoridades de Portugal?
Os interesses falam mais alto.
Re: E agora Ver comentário
Re: E agora Ver comentário
Re: E agora Ver comentário
Re: E agora Ver comentário
Re: E agora Ver comentário
Re: E agora Ver comentário
Re: E agora Ver comentário
Re: E agora Ver comentário
Re: E agora Ver comentário
Re: E agora Ver comentário
Re: E agora Ver comentário
Democraticamente… sectários.
Nesta notícia, esperava as habituais centenas de comentários horrorizados e indignados, que “povoam” o relato de uma qualquer violência na América. É o que fazem as análises sectárias: espanto e pavor, versus preocupação “a-pegar-com-pinças”.

É assim quando o mandante é cá dos nossos: tanto na África do Sul, como em França, na expulsão dos ciganos romenos.

A profusão de “matrecos” que chutam para o mesmo lado, veem-se atrapalhados na mudança de campo; a necessidade de jogar às arrecuas conflitua com o esquema de jogo memorizado.

Sim, o que se passou na África do Sul foi horrível e inexplicável pelos padrões ocidentais. Porém, deve ser visto na perspetiva do caldo de cultura violenta que desde sempre grassou por aquelas bandas… antes da chegada do imperialismo, ou de quaisquer ideias capitalistas neoliberais.

Infelizmente, a ideologia metida a martelo não permite “nuances”, só existindo: branco/preto; bom/mau; pobre/rico; trabalhador/explorador; vivo/morto – e extremos que nunca se tocam inviabilizam a discussão.

E o nível civilizacional da África do Sul, ver-se-á, não no “pecado”, mas no “castigo”. Porque uma coisa é comportamento de indivíduos, outra, a reação da sociedade. Algo que os “matrecos-de-pontapé-para-o-mesmo-lado”, não tomam em consideração, nos acontecimentos em democracias ocidentais

E este triste acontecimento, mostra como a demagogia pouco ou nada tem a ver com a realidade

Re: Democraticamente… sectários. Ver comentário
Re: Democraticamente… sectários. Ver comentário
Re: Democraticamente… sectários. Ver comentário
Re: Democraticamente… sectários. Ver comentário
Re: Democraticamente… sectários. Ver comentário
Tacticas policiais dos tempos do apartheid
Aqui nos comentários falaram em polícias negros a disparar , a verdade é que nas imagens se vê polícias brancos e negros , o que é um reflexo da actual sociedade multicultural sul-africana.

As tacticas pelos vistos é que continuam as mesmas dos tempos do apartheid , não deve ser alheio a isso o facto de muitos chefes policiais continuarem a ser brancos.

Se se tratassem de trabalhadores brancos disparariam assim tão facilmente ?

Não há a menor desculpa para este massacre , dada a existência de tantos meios não letais , gaz lacrimogeneo , balas de borracha , canhões de água , tasers , etc ...

Re: Tacticas policiais dos tempos do apartheid Ver comentário
Re: Tacticas policiais dos tempos do apartheid Ver comentário
Re: Tacticas policiais dos tempos do apartheid Ver comentário
Queira bem que não seja o início de 1 onda negra
Queira bem que isto não seja o início de uma onda negra a nível mundial , tudo vai depender das reacções a isto e se os autores deste massacre não ficarem impunes e isto não passar de maneira ligeira , como não tivesse acontecido.

Se este massacre passar impune e a vida humana voltar a não ter qualquer valor novamente depois da besta nazi no sec. XX , outros massacres se repetirão futuramente a nível mundial , a tendencia e cultura de perseguição aos sindicatos já existe e cresce em todo o lado , com a cobertura dos grandes interesses economicos , juntamente com a ideologia neo-liberal que quer acabar com as sociedades democraticas e igualitárias e dividir as mesmas entre uma casta superior em termos financeiros e de poder e uma multitude de servos para a servir.

Com oligarquias a dominar países e os estados , com as polícias da vez de defenderem as populações , a defenderem os interesses e a obter a cobertura dessas oligarquias , a tentação de carregar no gatilho pode se tornar bastante fácil e inevitavel.

Queira bem que não se tenha passado aqui uma fronteira sensível , uma "red line" , e que os reflexos deste massacre não se venham a sentir a nível mundial.

Só reforçando a democracia , o estado social , só combatendo o fosso crescente das desigualdades sociais se pode evitar que na sombra renasça a besta fascista e regresse a escuridão.

Que não haja a menor duvida , com o regresso da besta , quem hoje atira "pedras" aos sindicatos , amanhã dará tiros.
Re: Queira bem que não seja o início de 1 onda neg Ver comentário
Foi
um massacre e, pelo que parece, de pouca importância até para o governo da África do Sul. Logo será esquecido; logo não lembraremos sequer do que dissemos nestes nossos comentários. É como a vida é ... Rio Grande
Dia feliz para os adeptos de marx & engels
Dia feliz para os adeptos de marx & engels. Têm aqui um motivo para debitar durante semanas os seus recalcamentos.

Que foram agentes negros que dispararam mas as chefias sao brancos.

Que existiam meios nao letais que podiam ser usados, o que é falso pois dado o espaço aberto e a desproporção de números nada travava aquela multidao.

Etc.

Gostaria de um dia compreender porque é que esta gente, em qualquer circiunstância, tomam sempre partido contra as forças da lei e da ordem, responsáveis por zelar pelo "Estado de Direito" que tanto adoram. Já sei que a resposta preferida é de que o Governo não representa o povo, embora tenha sido democraticamente eleito. Para esta gente o Governo só é legitimo se for um Governo Comunista. Aí já está o Estado a tomar medidas para proteger o povo, independentemente de quão brutais elas sejam, como nos demonstra a História.

Acredito plenamente que esta gente o que deseja são circunstâncias como em 1945 aquando o exército vermelho entrou em território alemão, aonde pode pilhar e violar á vontade pois vingava a invasão alemã de 1941.

O Capitalismo e o Comunismo apenas se uniram uma vez, e a causa que os uniu foi o extermínio do Nacional-Socialismo.

Porque será que tal aconteceu? Não foi a WWII certamente, pois ambas as ideologias já causaram um número de mortos largamente superior a este conflito.
Re: Dia feliz para os adeptos de marx & engels Ver comentário
Re: Dia feliz para os adeptos de marx & engels Ver comentário
Re: Dia feliz para os adeptos de marx & engels Ver comentário
Re: Dia feliz para os adeptos de marx & engels Ver comentário
Re: Dia feliz para os adeptos de marx & engels Ver comentário
Re: Dia feliz para os adeptos de marx & engels Ver comentário
Re: Dia feliz para os adeptos de marx & engels Ver comentário
Re: Dia feliz para os adeptos de marx & engels Ver comentário
Re: Dia feliz para os adeptos de marx & engels Ver comentário
Massacre mostra que o sonho de Mandela está morto
youtu.be/ImqAVon92VM .
A propaganda o ANC está a falsear a verdade dos factos que levaram a esta brutal actuação da polícia. Os trabalhadores, como em qualquer país democrático estavam apenas a reivindicar melhor condições de vida.
Re: Massacre mostra que o sonho de Mandela está mo Ver comentário
Ordens precipitadas
O problema poderá ter sido a precipitação da ordem dada pelo comandante; "Disparem apenas quando lhes virem o branco dos olhos..."
Re: Ordens precipitadas Ver comentário
Onde estão os paus e as catanas?
Quando o animalesco se sobrepõe ao Homem, é a desgraça: lamentavelmente o triste ocontecimento foi entre a variedade negra da espécie salvagem. Ai do aluno que não ultrapassa o colono.
COMO É POSSIVEL UMA BARBARIDADE DESTAS?
como é possivel em pleno seculo 21,uma policia não estar minimamente preparada,para enfrentár uma manisfestação desordeira ? como é possivel uma barbaridade destas?
Muito mál vai a africa do sul quando Nelson Mandela falecer!!
Por muitas razões que a pollicia possa ter,nunca poderia agir da maneira que agiu,aquilo é uma autentica barbaridade,só espero que a culpa não morra solteira,e os responsaveis sejam eles quais forem sejam severamente punidos !!!
Re: COMO É POSSIVEL UMA BARBARIDADE DESTAS? Ver comentário
Re: COMO É POSSIVEL UMA BARBARIDADE DESTAS? Ver comentário
Re: COMO É POSSIVEL UMA BARBARIDADE DESTAS? Ver comentário
Re: COMO É POSSIVEL UMA BARBARIDADE DESTAS? Ver comentário
Planeta terra, século XXI.
Não quero acreditar naquilo que os meus olhos veem, atos hediondos, sórdidos, nogentos, do mais repugnante na história de qualquer povo.
Aconteceu esta barbaridade no povo que sofreu com o apartheid e por obra de Nelson Mandela conseguiu banir este sistema da África do Sul...
Os grandes democratas, quando abandonam o poder, deixam uma herança tão pesada que o sucessor é levado a conduzir um povo ao arbítrio por falta de capacidade e carisma.
Isto não podia ter acontecido na África do Sul...
Publicidade nos videos
podiam ao menos variar a publicidade e cada video...todos os vdeos com o mesmo anuncio irrra!!!!
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub