17 de abril de 2014 às 8:23
Página Inicial  ⁄  Dossiês  ⁄  Dossies Atualidade  ⁄  11 de setembro  ⁄  Milhares de pessoas em Nova Iorque para cerimónias do 11 de setembro

Milhares de pessoas em Nova Iorque para cerimónias do 11 de setembro

O Presidente norte-americano, Barack Obama, e o seu antecessor, George W. Bush, estarão hoje junto ao novo World Trade Center para ler poemas e citações, não havendo lugar para discursos, no 10º aniversário do 11 de Setembro.Clique para visitar o dossiê 11 de Setembro
Lusa
Será a primeira vez que ambos os presidentes participam nas cerimónias no World Trade Center AP/Ron Edmonds Será a primeira vez que ambos os presidentes participam nas cerimónias no World Trade Center
As cerimónias em Nova Iorque de homenagem às vítimas dos atentados de 11 de setembro de 2001 vão hoje juntar o Presidente norte-americano, Barack Obama, e o seu antecessor, George W. Bush, junto ao novo World Trade Center.
Clique para aceder ao índice do dossiê 11 de setembro

Será a primeira vez que ambos os presidentes participam nas cerimónias no World Trade Center, e irão apenas ler poemas e citações, tal como outros dignitários, não havendo lugar a discursos.

A cerimónia será reservada aos familiares das vítimas, a quem caberá ler os quase 3.000 nomes dos que morreram em Nova Iorque, e também dos que perderam a vida no Pentágono e na queda do quarto avião, em Shanksville, Estado da Pensilvânia.

Serão guardados quatro momentos de silêncio, na hora exata a que as Torres Gémeas foram atingidas (8:46 e 9:03) e que caíram (9:59 e 10:29), e também da queda dos outros aviões usados pelos terroristas da Al-Qaida no maior ataque até hoje sofrido pelos Estados Unidos no seu território.

Monumento em homenagem às vítimas


Outros dignitários presentes serão os governadores dos Estados de Nova Iorque, Andrew Cuomo, e de Nova Jérsia, Chris Christie, além dos seus antecessores.

Também presente estará o atual "mayor" de Nova Iorque, Michael Bloomberg e o edil na altura dos atentados, Rudy Giuliani.
Para as famílias, será também a primeira oportunidade de ver em privado o monumento às vítimas, "Refletindo a Ausência".

O monumento consiste numa praça de quase seis hectares arborizada com mais de 200 castanheiros, com duas fontes de grandes dimensões no local onde assentavam as Torres Gémeas e água a correr nas paredes interiores e os nomes das vítimas gravados em bronze no rebordo.

Museu será inaugurado em 2012


A partir de dia 12, o local será aberto a visitantes, mas de maneira controlada: os interessados devem fazer uma reserva através da Internet.

Também já é possível ver no local o edifício do Museu, que será apenas inaugurado em 2012, além da principal torre do novo World Trade Center, que com 541 metros de altura será o edifício mais alto dos Estados Unidos, quando estiver concluído.

Além de Nova Iorque, Barack Obama irá estar presente nas homenagens às vítimas do Pentágono e de Shanksville.
Comentários 2 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
O mundo que mudou com o 11 de Setembro


“O Iraque à Venda, Os Lucros da Guerra” é um documentário do realizador Robert Greenwald baseado nas investigações do senador Henry Waxman sobre a descarada entrega das tarefas das guerras de Bush a empresas privadas. Waxman dirigiu uma Comissão de Investigação sobre o gasto de dinheiros públicos no Iraque e apoiou-se nas declarações de inúmeras testemunhas que se sentiram decepcionadas com a falta de patriotismo das empresas (!) para as quais trabalharam.

"Iraq for Sale" é um documentário impressionante sobre como corporações como a Halliburton, ligada ao ex-vice-presidente norte-americano Dick Cheney, lucraram e lucram de forma extremamente desonesta com a Guerra do Iraque para servir os interesses de grupos económicos ligados à administração que trabalhou no sentido do golpe de Estado de 11 de Setembro de 2001. A terceirização de serviços péssimamente prestados e sobrefacturados por estas empresas privadas não inclui apenas actividades acessórias... além de providenciar serviços de alimentação, gestão, transportes, etc, esses elementos civis estiveram envolvidos nos interrogatórios e torturas dos prisioneiros de Abu Ghraib. (legendado em português)

os interesses
muito são recordadas as 3000 vítimas do 9-11, já o milhão de civis mortos no Iraque passam bem despercebidos...

recomendações de leitura:
-Project For A New American Century: Rebuilding America's Defenses
-Shock and Awe: Achieving Rapid Dominance

e já agora: The War You Don't See ( http://vimeo.com/25312298 ), reportagem de John Pilger sobre o jornalismo "corporate" no avanço para a guerra do Iraque.

quem pensa que propaganda política é coisa do passado... que pense um bocadinho melhor
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub