11
Anterior
Euro-2012 em imagens
Seguinte
Nuno Gomes: "Estou convencido que Ronaldo vai marcar outra vez"
Página Inicial   >  Dossiês  >  Dossies Desporto  >  Euro 2012  >   Mielcarski: "Tinha medo de Pinto da Costa"

Mielcarski: "Tinha medo de Pinto da Costa"

O antigo avançado polaco do FC Porto é hoje um jornalista da TV polaca. Leia o que ele pensa de Portugal, de Cristiano Ronaldo, de Luis Figo, de Jardel e de Pinto da Costa.

Clique para visitar o dossiê Euro 2012
|
Mielcarski num jogo do FC Porto com o Sporting de Braga, em janeiro de 1997
Mielcarski num jogo do FC Porto com o Sporting de Braga, em janeiro de 1997 / Getty Images

Clique para aceder ao índice do Dossiê Euro 2012
Mielcarski fala um português escorreito, tranquilo e usa expressões nossas como "limpinho" ou "feito" quando se refere ao desfecho de um resultado. Para o antigo avançado polaco do FC Porto, que é hoje jornalista, Portugal irá ganhar à República Checa. Porque é melhor e mais forte. E tem Cristiano Ronaldo.

Mielcarski, tem os tais cinco minutos para podermos falar?
Tenho, sim. Hoje tenho. Andei aí com muito trabalho.
 
Vamos diretos ao assunto: o que pensa da participação de Portugal neste Euro-2012?
 Acho que a equipa está a crescer bastante e isso viu-se contra a Holanda. Criticou-se o selecionador e o Cristiano Ronaldo mas, a meu ver, essas críticas foram um bocadinho injustas. Acredito que a jogar assim Portugal está entre os três candidatos a ganhar o Europeu. Não digo que vá ganhar nem que é favorito - mas está entre os candidatos mais fortes.

Para si, o jogo de hoje frente à República Checa é fácil?
É limpinho, está feito (risos). A República Checa ainda não apanhou grandes equipas pela frente e perdeu 4-1 com a Rússia. A Polónia e a Grécia, os outros adversários do grupo, não foram muito rigorosos nas marcações. Já Portugal passou um grupo muito complicado, jogando contra equipas fortíssimas. Quem ganha à Holanda tem de estar sempre moralizado, independentemente de se poder dizer que esta Holanda está cansada ou não - isso não interessa.

Figo jogava sempre de cabeça levantada


Entre Luís Figo e Cristiano Ronaldo quem escolheria?
Os dois. São jogadores que não se podem comparar. Talvez o Luís Figo tivesse mais talento e fosse mais organizador de jogo do que o Ronaldo. O Figo jogava sempre de cabeça levantada. Mas o Cristiano Ronaldo pode não ter tanto talento mas trabalha muito, muito para ter os números que tem. Fantásticos, os dois.

Saudades dos tempos do FC Porto?
Sim, matei-as há pouco tempo quando fui entrevistar pessoas do clube para um programa de televisão polaco. É que agora também sou jornalista (risos).

E quem é que entrevistou?
Tanta gente. Pinto da Costa, Antero Henriques, João Pinto, Folha...

Como correu a entrevista com Pinto da Costa?
Estava nervoso (risos). Ele disse-me que era a primeira vez que um ex-jogador seu lhe fazia uma entrevista! Foi muito simpático. Nos tempos de jogador eu tinha medo dele... Quer dizer, respeito. Ele quando a coisa corria mal ia ao balneário falar duramente connosco. Tínhamos grande respeito por ele.

O Mielcarski teve azar com as lesões e com um tal de Jardel.
Pois, as lesões acontecem. Quanto ao Jardel, ele não era tão 'maluco' quanto o foi depois. No FC Porto, é tudo muito controlado. Recordo-me de um episódio, em Coimbra, frente à Académica. Nós estávamos a ganhar por 3-0 e há um penálti que seria para o Zahovic bater, conforme estava pensado. Só que o Jardel chegou lá e agarrou na bola. A confusão ia começar até o João Pinto, o capitão, dizer: "Za, deixa o gajo marcar." O Jardel fez o 4-0 e pensava que estava tudo bem. Mas à entrada do balneário o João Pinto chegou-se ao pé dele e disse: "É a última vez que fazes uma coisa destas. Agora passou porque estávamos a ganhar por 3-0. Para a próxima, sais da equipa. Tens de respeitar quem cá anda, os mais velhos. Tens de respeitar o Zahovic. Estás a ouvir?" E o Jardel calou-se. O segredo do FC Porto é saber quem manda lá dentro.


Opinião


Multimédia

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 11 Comentar
ordenar por:
mais votados
"Tinha medo de Pinto da Costa"
E ainda hoje com setenta e tal anos quem não tem? ;-)
que pena que cabeças ocas deem sentenças mocas
Re:
O segredo do FC Porto é saber quem manda lá dentro
Essa é que é a grande verdade!
No Benfica e no Sporting isso não acontece!
As hierarquias são para respeitar, senão aquilo não passa de uma selva!
Re: O segredo do FC Porto é saber quem manda lá de
infelizmente...
infelizmente, para o meu sporting, isso é muito verdade. toda a gente manda um bataite. mas isso é só até eu mandar. eheheh :)
MEDO ?!
A mão5cheia no Dragão, tem mais a ver com TERROR.
MAFIOSO
O MEDO QUE ELE TINHA NÃO ERA DO FISICO DO VELHADAS. ERA DA MAFIA QUE O ENVOLVE. UM NOJO.
Re: MAFIOSO
É assim mesmo, grande presidente.
Mais um exemplo do que é ser um grande timoneiro: temido e amado. Pois é, não é para todos.
que remedio
não eras mais que o alvaro pereiro ,o cebola,e o rolando.
na hora certa lá está alguem com a cabeça no lugar,coisa que um homem com mais de cinquenta anos não devia de aturar.
cheio de putos está o mundo cheio.
basta ver os tuneis , a calamidade de cerebro nos arbitros que apitaram o hoquei entre o porto e o benfica,(vale tudo,mas só nesses iluminados),enfim tanta meleca que se vai aturando .
Comentários 11 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub