Anterior
Preços do gasóleo e gasolina voltam a subir
Seguinte
Combustíveis mais caros três cêntimos esta semana
Página Inicial   >  Economia  >  Merkel e Hollande pedem unidade europeia face à crise

Merkel e Hollande pedem unidade europeia face à crise

Angela Merkel e François Hollande pediram uma Europa mais forte em tempo de crise - "trabalho hercúleo" -, nas cerimónias dos 50 anos da reconciliação entre os países que se combateram nas grandes guerras.
Lusa |
Angela Merkel e Francois Hollande nas cerimónias dos 50 anos da reconciliação franco-alemã
Angela Merkel e Francois Hollande nas cerimónias dos 50 anos da reconciliação franco-alemã / Yoan Valat/Reuters

François Hollande e Angela Merkel apelaram hoje para que a Europa se mantenha unida no "trabalho hercúleo" de superar a atual crise, nas cerimónias dos 50 anos da reconciliação franco-alemã em Reims (leste de França).

Meio século depois do encontro histórico entre o presidente francês Charles de Gaulle e o chanceler alemão Konrad Adenauer, a 8 de julho de 1962 em Reims, que marcou a reconciliação entre dois países que se combateram em três guerras, Hollande e Merkel apelaram também ao reforço da "relação incontornável" entre a França e a Alemanha.

"O desafio da Europa já não é a sua reconstrução, mas a sua transição", disse o presidente francês no seu discurso, destacando que esse desafio "não é o primeiro, nem será o último, e pode significar um novo ponto de partida".

Os países membros da União Europeia, disse, devem empenhar-se em "aliar competitividade e solidariedade, soberania nacional e compromisso europeu" e acelerar o ritmo para um processo de união política que permitirá à Europa "chegar mais longe".

"É um trabalho hercúleo, mas a Europa é capaz"


Angela Merkel sublinhou no seu discurso que o papel de motor atribuído à Alemanha e à França "não é exclusivo" e procura a colaboração dos outros Estados-membros.

"A união económica e monetária, tal como foi concebida há 20 anos, não é suficientemente forte. Devemos aperfeiçoá-la a nível político. É um trabalho hercúleo, mas a Europa é capaz", disse a chefe do governo alemão.

As comemorações da reconciliação foram ensombradas pela profanação, no sábado à noite, de 40 sepulturas de soldados alemães da I Guerra Mundial no cemitério militar de Saint-Etienne-à-Arnes, na Ardenas (norte de França).

Nas cerimónias, François Hollande criticou o incidente e afirmou que "nenhuma força obscura poderá alterar a profundidade da amizade franco-alemã".



Veja o vídeo:

Opinião


Multimédia

Os assassínios, as execuções, as decapitações são as imagens mais chocantes de uma propaganda cada vez mais sofisticada. É a Jihad, que recruta guerrilheiros no ocidente para matar e morrer na Síria. O Expresso seguiu as pisadas de cinco jiadistas portugueses, mostrando quem são e como foram convertidos e radicalizados. E como lutam, como foram morrer - e como já haverá arrependidos com medo de fugir. Reportagem em Londres, no café onde viam jogos de futebol, na universidade onde estudavam e na mesquita onde rezavam. Autoridades e especialistas em terrorismo estão alerta sobre este pequeno mas perigoso grupo, onde corre sangue português - e de onde escorre sangue por Alá.

Musse de chocolate com basmati e pimenta rosa

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione com esta nova receita.

Desfile de vedetas

Saiba tudo sobre os modelos concorrentes ao Carro do Ano 2015/Troféu Essilor Volante de Cristal. Conheça o essencial sobre os 20 automóveis participantes nesta iniciativa, da estética, às características técnicas, do preço ao consumo. A apresentação ficará completa no dia 3 de janeiro.

Elvis. Gostamos ou não gostamos?

Ele não é consensual, mas é incontornável. Dispunha de penteado majestoso e patilha marota, aparentava olhar matador e pose atrevida. E deixou canções: umas fáceis e outras nem tanto, por vezes previsíveis e às vezes inesperadas, ora gentis ora aceleradas. E ele, Elvis, nasceu em janeiro de 1934 - há precisamente 40 anos, ao oitavo dia. Temos quatro textos sobre o artista: Nicolau Santos, Rui Gustavo, Nicolau Pais e João Cândido da Silva explicam o que apreciam, o que toleram e o que não suportam.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

Piza de manga com estragão e canela

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Desacelerámos a realidade para observar a euforia da liberdade

Ela, Jacarandá, é algarvia. Ele, Katmandu, é espanhol. São linces e agora experimentam a responsabilidade da liberdade: foram soltos esta terça-feira numa herdade alentejana, próxima de Mértola, eles que saíram de centros de reprodução em cativeiro. Foi inédito: nunca tinha acontecido algo assim em Portugal. Estivemos lá e ensaiámos o slow motion.

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?


Comentários 73 Comentar
ordenar por:
mais votados
Palavras levam-nas o vento
Unidade é coisa que nunca existiu e nunca existirá na Europa.
Afinal Holande já lambe aSra Merkel!
Re: Afinal Holande já lambe aSra Merkel!
Re: Afinal Holande já lambe aSra Merkel!
Re: Afinal Holande já lambe aSra Merkel!
Re: Afinal Holande já lambe aSra Merkel!
Re: Afinal Holande já lambe aSra Merkel!
Re: Afinal Holande já lambe aSra Merkel!
Re: Palavras levam-nas o vento
Re: Palavras levam-nas o vento
Re: Palavras levam-nas o vento
Re: Palavras levam-nas o vento
Re: Palavras levam-nas o vento
Re: Palavras levam-nas o vento
Re: Palavras levam-nas o vento
Re: Palavras levam-nas o vento
Re: Peremptorio, mas " de Alcochete ".
Re: Peremptorio, mas
Re: Palavras levam-nas o vento
SEM IGUALDADE NÃO HÁ UNIDADE
Re: SEM IGUALDADE NÃO HÁ UNIDADE
Re: Palavras levam-nas o vento
Re: Palavras levam-nas o vento
!
Trabalho hercúleo como? Trabalho mesmo de fazer calos nas mão e queimar as pestanas ou só de garganta? Tens aí muitos que trabalham herculeamente a fazer filhos e a ganhar subsídios. Soube de um marroquino que vivia aí só dos subsídios dos filhos. Trabalhar? Fazia calos!! Tens aí poucos a viver de subsídios do teu "socialismo"...
Ternurinha
Já viram a ternura com que eles se olham, são mesmo amigos não são?
Re: Ternurinha
NINGUEM DE BOM SENSO
poderá desejar o conflito franco-alemão, pelo que a paz comemorada em Reims é de saudar e o dialogo entre Hollande e Merkel bem vindo.
A razão é que de momento há posições próprias e deferenciadas de Hollande e da França perante a até agora poderosa, mas odiada Merkel e não a submissão humilhante tipo Passos Coelho, manifestada igualmente por Sarkosi.
A europa ocidental e do sul espera de Hollande o contraponto necessário à correção da politica de desastre da senhora Merkel que permita um novo e melhor rumo europeu.
Os resultados da última cimeira, não obstante alguns resistentes elitistas da direita do norte, podem ser já sinal desse dialogo.
Força Hollande a europa democrática, dos povos e do estado social necessita de ti.
Re: NINGUEM DE BOM SENSO
Re: NINGUEM DE BOM SENSO
Re: NINGUEM DE BOM SENSO
Re: NINGUEM DE BOM SENSO
Re: NINGUEM DE BOM SENSO
merkel-e-hollande-pedem-unidade-europeia-face-a-cr
Como aqui o afirmei por diversas vezes, que o incêndio ia pular a cerca e atingir a casa de todos. Não se preocuparam com o mesmo agora chegaram as consequências e o resultado está à vista.

OJE/Lusa
A diretora geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, preveniu hoje que a instituição vai baixar, muito em breve, as previsões de crescimento devido ao agravamento da situação económica mundial.

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/alemanhaque-falta-de-memoria.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/apelo-do-dr-rath-as-pessoas-da-alemanha.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/argentina-memorias-do-saque.html

Re: merkel-e-hollande-pedem-unidade-europeia-face-
O instantâneo do video publicado é fascinante
nas expressões que captou, na sinalética dos gestos e das expressões..!
Merkel carinhosa, sorridente, entre o imagem maternal e sedutora, com mãos abertas para a caricia , para o abraço, amigo e intimo, como se a tentar atenuar as agressões feitas no calor da campanha eleitoral francesa, quando o seu amigo era outro, o derrotado.
E Hollande, sente o carinho, o sorriso, a caricia e cerra o lábio de mimo, como só se faz quando se é apaparicado ou imediatamente antes de começar a chorar e é receptivo como se visse a confirmação de quão injusta foi a preferência de Merkel pelo seu antecessor.
Este instantâneo, este momento é fascinante.
E afinal, a comemoração era a paz que assinala o fim de guerra.
Guerra, que a avaliar pelo instantâneo nunca poderia voltar a acontecer.
Vendo o video, entendemos que há circunstâncias nas expressões e sorrisos e que o nosso optismismo em relação à possibilidade de novas guerras não pode ser excessivo, é no máximo moderado.
Unidade europeia
No meu ponto de vista, a TROICA, não deveria fazer apenas a análise situação económica-financeira, no que respeita Portugal.Deveria também e muito principalmente, avaliar com rigor o desempenho politico.Pois, facilmente se vê, que num País que promove regras redução déficit, tem um TC que as considera inconstitucionais, significa, que classe dirigente está muito longe de desempenho satisfatório.Sendo os portugueses bem conhecidos pela sua capacidade trabalho, na europa, a UE para salvar o Euro, deveria colocar neste País, os melhores politicos e economistas, para nas Ministérios Finanças, Economia e até Administração Interna, e outros tomarem medidas necessárias, sem medo derrubar poderers instituidos, tachos salvaguardados, cunhas e compadrios, mafiosos e maçónicos, ricos e poderosos na mira do herário público.Pois nem este, nem outros tantos primeiros-ministros que este povo eleija, conseguirão derrubar tais obstáculos.
Re: Unidade europeia
Re: Unidade europeia
Re: Unidade europeia
Re: Unidade europeia
Merkel e Hollande ......


Que abraços e beijos. Nasceu o Amor?

Re: Merkel e Hollande ......
Re: Merkel e Hollande ......
Re: Merkel e Hollande ......
Re: Merkel e Hollande ......
Re: Merkel e Hollande ......
Re: Merkel e Hollande ......
Hoje para a fotografia fica ao lado de Merkel.
Ainda quero ver o PPC ir atrás do Socialista Hollande...
No
caso de Merkel, uma figura gasta, muito gasta mesmo; no outro uma personalidade que procura protagonismo, acredito que pela positiva, e que já está ver e a sentir que sem "aquilo com se comparam os melões" não tem hipótese de o conseguir porque as suas metas eleitorais não vão lá. Qual será a fotografia que se segue?
Re: No
Re: No
Re: No
Re: No
Re: No
Re: No
Eu gosto da «multiplicidade» europeia
Eu não gosta da UNIDADE europeia, sobretudo UNIDADE com pronúncia alemã. Não gosto de ouvir apelos ao «Ein eeich, ein folks, ei führer».

Não quero cá UNIDADEs com aquela gente.
Re: Eu gosto da «multiplicidade» europeia
Re: Eu gosto da «multiplicidade» europeia
Re: Eu gosto da «multiplicidade» europeia
Re: Eu gosto da «multiplicidade» europeia
Re: Eu gosto da «multiplicidade» europeia
Onde é que eu já vi este filme...?
Caríssimos
isto é mais um capítulo da novela com o nome " Comer os PIGS"
Efectivamente isto é mais do mesmo, não tarda nada estamos, não com a política MerKosy, mas com a plítica Merkolande. Apresentamos um modelo que não é perfeito nem milagroso, mas, parece-nos um bom modelo que com certeza irá mudar muita coisa. Vá a www.movimentopartidoiberico.com faça o seu REGISTO e dê-nos a sua opinião de forma a, devolver a Portugal e Espanha a grandiosidade e o respeito que merecem.
Re: Onde é que eu já vi este filme...?
quem desdenha quer tâ-la toda
Todos dizem mal da Merkel mas acabam todos ao colo dela!

Re: quem desdenha quer tâ-la toda
Re: quem desdenha quer tâ-la toda
Re: Merkel e Hollande pedem unidade europeia face
Isto de palavras ditas por Socialista é o que dá . Mentira atraz de mentira. Então não ia aumentar os impostos, e não era cão de fila da Sra. Merkel. Não há duvida são todos iguais.
SÍTIO GOVERNADO POR LADRÕES DE REFORMADOS !!!


...ESTA AINDA O VAI...COMER !!!

PELA FOTOGRAFIA...NÃO SEI NÃO !!!
Comentários 73 Comentar

Últimas

Receba a nova Newsletter
Ver Exemplo

Pub