Anterior
"A menina estava muito abalada"
Seguinte
Brasil: Violador de menina quis matar-se na prisão
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Menina violada abortou e a mãe foi excomungada: Toda a polémica

Menina violada abortou e a mãe foi excomungada: Toda a polémica

Menina brasileira de 9 anos foi violada, engravidou, abortou e um arcebispo decretou a excomunhão da mãe e dos médicos que realizaram a operação. A polémica já chegou ao Vaticano. Entrevistas com o arcebispo e a chefe da equipa médica.
A menina saiu da clínica acompanhada pela mãe e por delegados do Ministério Público que seguem o caso
A menina saiu da clínica acompanhada pela mãe e por delegados do Ministério Público que seguem o caso / Alexandro Auler/JC IMAGEM/AE



Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 60 Comentar
ordenar por:
mais votados
Eu REACEBISPO te EXCOMUNGO
Criado nas leis da Santa Madre Igreja, fiz todo o caminho que um bom católico apostólico romano tem de fazer para se tornar membro efectivo da Igreja de Cristo.
Tudo corria sobre rodas, como acólito ajudava neste mundo de Cristo Redentor, mas,
O mal foi o ter começado a interrogar-me. Não terá sido uma pergunta, mas sim uma dúvida.
Será que tudo foi assim? Procurei.
E hoje vivo com perguntas, não há religião alguma que responda às minhas questões, muitos tentaram, poucos conseguiram porque as perguntas são muitas.
A igreja não excomunga ninguém, pois a pedra base da igreja Jesus Cristo, disse um dia
“Quem não pecou, atire a primeira pedra”
Logo na Santa Madre Igreja há lugar para santos e pecadores.
“Em verdade te digo que ainda hoje estarás comigo à mesa do Pai”
Logo os que erraram, mas se arrependeram estão em Cristo Nosso Senhor.
Sim, eu sei que a vida começa logo que o óvulo se liga ao espermatozóide, até numa violação isso acontece.
Mas será que a Igreja Santa Madre vai rejeitar uma ovelha que por amarguras da vida se tresmalhou?
Será que a Igreja vai perder pela estupidez de quem a conduz, vários dos seus membros por estes terem tido a coragem, se calhar até contra as sua ideias, de repor a verdade da vida?
Que dizer dos bispos americanos, e daquilo que fizeram envergonhando toda a Igreja de Cristo?
Que dizer da vergonha infame que foi a Igreja de Roma aceitar a Santa Inquisição?
Cumpram o que os profetas disseram que só o bem ensinaram.
Amai-vos uns aos outros
Re: Eu REACEBISPO te EXCOMUNGO
Re: Eu REACEBISPO te EXCOMUNGO
Re: Eu REACEBISPO te EXCOMUNGO
Re: Eu REACEBISPO te EXCOMUNGO
A grande mentira!
A igreja e a sua (falta) ética superior, que inunda os mundos e as gentes que vivem amarguradas em busca de uma explicação maior, daquilo que é o seu ser e a sua existência, e que entregam nas mãos de uma entidade divina a sorte de suas vidas , acreditando piamente que um dia irão para um lugar melhor, sem dor, sem fome, sem guerras ou injustiças.É isto que a igreja lhes vende, em troca da sua fidelidade e entrega, e escrupuloso rigor no seguimento das suas ordens. Guiando as pessoas, como os guardadores de rebanhos,não o de Pessoa, que esse era puro e ética e intelectualmente honesto, com a ajuda de um, ou vários cães.
As aberrações nas decisões e imposições que a igreja vem comentendo ao longo dos séculos, deveriam ser suficientes para abrir os olhos aos crentes, e estes perceberem que tudo não passa de uma manobra politica conjunta com os (des)governos que proliferam pelo Mundo fora. Mas se até “aqui” a informação não passava, agora, a informação está disponivel para (quase) todos. E por esse facto, é tempo dos fiéis acordarem para a vida, para o seu verdadeiro sentido.
Se ainda não era possível perceber o ridiculo da existência dessa entidade politica que constitui um Estado riquissimo, pelos ouros, pedras preciosas, obras de arte,monumentos e dinheiro dos fieis, agora, não pode passar despercebido o quão profano é o comportamento dessa instituição, junto daqueles, os únicos, que a ajudam a reforçar dia-após-dia a sua solidez, os devotos.
Será concebivél que perante um acto que nos provoca o maior repúdio, como o de uma menina violada por um abutre que, decorrente dessa acção, engravida, colocando a sua vida em risco, já para não referir todos os outros valores que se colocaram em causa, mercê da acção de um ser reles e ordinário, será concebivel, a igreja, na pessoa de quem quer que seja, nunca mais reconhecer o direito, ainda que dali as pessoas não tragam proveito algum, ao acesso aos serviços que a entidade presta? Com que direito?
O aborto pode não ser, de facto, e no meu entender não o é, um acto honesto. Mas vamos por partes. Esta gravidêz só existiu por que se deu um acto repugnantemente criminoso, o que, por si só, dá o direito a qualquer vitima de abortar imediatamente. Mas a igreja entende que este é um acto criminoso, como qualquer outro aborto. Vai daí excomunga as vítimas, e não o faz com o infractor.Porque ao criminoso será “o Deus”, que ninguém sabe quem é, nem tão puco onde está, mas será ele quem o vai punir severamente! Ora se “o Deus” existir, então porque excomungar as vítimas? Se de facto, elas cometeram pecado, “o Deus” também as punirá com toda a sua severidade, ou não será? Talvez não. Porque a igreja sabe perfeitamente a mentira que insistentemente atira para cima dos fragilizados e desprotegidos. Afinal em que ficamos, ele existe e pune só alguns, ele existe e não pune ninguém, ou ele não existe e os homens é que podem punir os criminosos?
A igreja é a grande mentira da história da humanidade.
Re: A grande mentira!
Re: A grande mentira!
Re: A grande mentira!
Re: A grande mentira!
Re: As igrejas são a grande mentira!...
tudo isto é lamentavel
O crime, o aborto a excomunhão, o tal bispo

Como católico tenho alguma dificuldade e digerir todo este folhetim
Re: tudo isto é lamentavel
Re: tudo isto é lamentavel
O Expresso nåo conta a verdade toda.
Segundo as ultimas noticias, a excomungacåo tera sido anulada.
Tambem quero ser excomungado, mas sou ateu !!!
Re: O Expresso nåo conta a verdade toda.
menina violada
Tenho, em abstracto ,algumas dúvidas quando ao abortamento em casos de violação que ,habitualmente ,as leis mais modernas permitem até às dezasseis semanas.Tenho dúvidas pela simples razão de um único dos infelizes protagonistas,o FETO,ser condenado à morte.Sou contra a pena de morte,mas o violador quanto muito poderá vir a ser condendo a castração química se reincidente.A pena de prisão será para este "troglodita"também uma pena leve.Apenas o feto que poderá ter já 16 semanas será eliminado.Porquê?Qual é o crime de que o feto é acusado?.................Neste caso há naturalmene contornos específicos que levaram à interrupção da gravidez(mal menor),em clínica de referência que ,correndo riscos apesar de tudo, actuou para salvaguardar a vida da menina de 9 anos...........quanto à atitude do padre ,em meu entender, apenas um comentário:lamentável.E um conselho:reze,fique-se por aí....
Em todo o caso ,também em meu entender,tem razão quando afirma"Existe um holocausto silencioso que é o aborto".....Nenhuma guerra é tão sangrenta,acrescento eu.
Re: menina violada
Re: menina violada
Re: menina violada
Re: menina violada
Re: menina violada
Re: menina violada
Re: menina violada
Re: menina violada
A minha humilde opinião
Cá para o JE, a religião é a maior fraude da humanidade.

E notem que acredito em Deus mas as igrejas, as religiões e outras actividades aldrabonas, têm muito mas mesmo muito que se lhes diga.

A igreja católica não é de facto das piores, mas que está repleta de energumenos, lá isso é um facto.

De certeza
que a menina, a sua irmã mais velha que também foi violada, a mãe e os médicos eram todos muçulmanos.
Bizarro
Realmente é tenebrosa esta Igreja Católica; Excomungam-se a mãe e os médicos que salvaram uma criança mas não se excomunga o facínora do violador. Bizarros e tenebrosos os caminhos do Senhor e seus seguidores, muito bizarro!
nas tintas
Em que é que a excomunhão é um problema? É apenas a aplicação de uma "pena" inventada pela igreja católica sem qualquer consequência prática. O sr. bispo é apenas um ser humano de baixa estatura moral, parasita de outros seres humanos incultos que acreditam num Deus vingativo, misógino e cruel. Deus não existe e o sr bispo deveria ganhar a vida a trabalhar.
Re: nas tintas
padralhada imbecil
Que grande chatice...a escomunhão!!!! As pessoas "nunca" mais vão ser as mesma!!! PADRALHADA TENHAM JUIZO!!!
Notícia desactualizada
Esta notícia está desactualizada. O Conselho Brasileiro da Igreja Católica já informou que ninguém será excomungado. O arcebispo em questão extravasou as suas competências ou informar que os médicos, a menina e a mãe iam ser excomungadas pelo acontecido. Já não era suficiente o sofrimento que esta criança passou, para vir um representante da igreja católica dar mais problemas.
O Silêncio também fala
Uma menina grávida, por violação de um adulto, é uma terrível tragédia. Se medicamente o aborto era absolutamente necessário, só médicos competentes e deontologicamente bem formados deveriam poder decidir. A Igreja é, e não pode não ser, contra o aborto. Mas num caso assim, a posição correcta deveria ser o silêncio e, acima de tudo, a solidariedade com as pessoas em profundo estado de sofrimento, físico e emocional. Não é um caso destes que deve ser aproveitado para promulgar o princípio, a meu ver justo, de que o aborto é um mal terrível. Este era antes o momento para simplesmente acompanhar aquela família até ao limite do possível. Claro, apoiar a decisão de abortar, nunca. Mas tampouco condenar. De resto, fico com a impressão que o Bispo em causa agiu sem a prudência pastoral requerida; mas também começo a ter a impressão de que outros grupos, fanáticos do outro lado, tampouco mantiveram o seu silêncio e a distância devida. A minha solidariedade vai em primeiro lugar, como católico, para a família em causa e TODOS os que, em BOA CONSCIÊNCIA, tentaram fazer o seu melhor para, com sinceridade e sem interesse próprio, ajudar de verdade, qualquer que tenha sido a forma em que isso aconteceu.
A igreja católica
O bispo, com 75 anos de idade, já aguardando seu sucessor, resolveu ter seus quinze minutos de fama, para dizer um absurdo dentro de um fato de inegável tragédia. A opção é sempre pela vida, mas não sou hipócrita. O aborto é um tema eterno. No passado distante, na antiga Roma, entre os gregos, por exemplo, o defeituoso físico era eliminado de vez, sem delonga. Bárbaro, mas era a lei daquele tempo. O aborto, ou formas de impedir a concepção, é um ato praticado diariamente, por todas as mulheres que tomam ou usam algum tipo de contaceptivo, que impede de o óvulo ser fecundado. Se pensarmos que também, neste caso, estamos a impedir uma vida e, para mim, não há diferença na sustação, quando o feto já está em desenvolvimento. É uma questão para pensar, se desejarmos filosofar. Ademais, no caso presente, o trágico foi a violência e a idade da infante. O resultado do crime, no meu entender, seria objeto de uma vida de tormentos, parido pela violência doméstica, certamente alguém o informaria da forma como foi gerado, carregando consigo uma história pesada e ainda amaldiçoada por um clérico, homem se piedade, que pretendeu chafurdar usando uma lei imprópria para o caso. Sou favorável ao aborto (legal), pois sou defensor dos meios contraceptivos, mantendo coerência. É hipocresia não defender o aborto, mas aceitar as mazelas do dia-a-dia, como fato normal de uma sociedade cruel, em que muitos são escravos e poucos os senhores. Contudo, respeito a posição em contrário.
Re: A igreja católica
Re: A igreja católica/Voltaire
A igreja católica (II)
Sou de uma família católica, estudei nos colégios deles, mas hoje tenho uma idéia sobre ela, bem diferente. A igreja conseguiu trazer até nós o latim e muito da Roma antiga. Mas, como fé, como religião, é fraca e cheia de frestas. É um estado, como qualquer outro. O papa, que seria o representante de deus na terra, até que tem pouca confiança na proteção divina, pois vive rodeado de seguranças armados, carro blindado etc. Jamais seria um Gandhi... Ademais, a história da igreja é um lamaçal de sangue, orgia, estupros, do mais vil é impossível. Na modernidade, suas finanças têm contato com fabricantes de contraceptivos, armas de fogo e seu dinheiro, com certeza, capta juros no mercado de capitais e, quem sabe, até perdeu dinheiro com Madoff. Progressistas não têm vez, como o caso do brasileiro Leonardo Boff. A base da igreja, pelo menos no Brasil, está mais consciente do drama social, mas está impedida de se manifestar. O papa é um teocrata absolutista, que prega a democracia, mas não a pratica. Aliás, o discurso católico não fecha com suas ações, no mais das vezes. Por isso, não serve como conduta religiosa, se conduta religiosa possa ser boa, sem ser sectária. Rabinos estão a confabular com o papa, para que o holocausto, por exemplo, seja matéria de ensino obrigatório nos colégios católicos do mundo. Só quero ver como o papa sairá desse beco... A igreja defende pontos ultrapassados, para ser diferente e, aí, comete deslizes como a pedofilia, sua marca registrada.
Re: A igreja católica (II)
Re: A igreja católica (II)/Resposta
Opinando a propósito
Há várias opiniões àcerca dêste crime,a violação duma
menina de 9 anos,e sôbre a excomunhão dos autores do
mais que justificado abôrto.Quanto à Igreja,o que me resta
acrescentar é que o Bicho-Homem é que criou Deus à sua
imagem e semelhança e a respectiva religião.E os que já forma cristãos e católicos e que tenham ainda dúvidas a
respeito das Religiões,pois que raciocinem e vejam que se
Deus é um Espírito perfeitíssimo criador do Céu e da Terra
e de todas as coisas visíveis e invisíveis,como ensina a Igreja,e se êle tem tudo num grau infinito,se se basta a sim mesmo,porque criou ab Terra e o homem e duma costela dêste,fez a mulher?Foi por capricho?Isso é um defeito humano e Deus não pode ter defeitos.Foi por nece-
ssidade? Também não porque Deus basta-se a si próprio,
tem tudo num grau infinito.Depois,como um tirano,proibiu
Adão de comer o fruto proibido,da árvore da ciência do Bem e do Mal.Mas o Demónio,um espírito mau criado por
Deus(êle é o criador de tudo,como ensina a Igreja)
disfarçado de serpente(nêsse tempo os animais falavam)
tentou Eva e ela comeu o fruto proibido e nêsse instante,
o Deus Javé/Jeová que é o Padre Eterno dos cristâos,cheio
de ira(um pecado mortal),expulsou Adão e Eva do Paraíso
Terreal(ainda nâo havia os Paraísos Fiscais),e condenou
a mulher às dôres do parto(os outras mamíferas também
têm dôres)e Adão a comer o pão com o suor do rosto.
E para remir o pecado original quiz que seu Filho morresse no Calvário.Um Deus sanguinário.
Comentários 60 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub