89
Anterior
Incêndio na serra de Sintra
Seguinte
Florence + The Machine cancelam concerto no Optimus Alive'12
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >  Médicos realizam "maior greve de sempre"

Médicos realizam "maior greve de sempre"

A adesão dos médicos à greve superou as expetativas dos sindicatos, que referem percentagens entre os 90 e os 95%.
|

"Sem dúvida, a maior greve de sempre", conclui Jorge Roque da Cunha, secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos (SIM), referindo ao Expresso que a greve dos médicos registou hoje uma adesão "na ordem dos 90%" e com igual expressão de norte a sul do país.

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) adiantou mesmo uma percentagem superior, com o dirigente da Federação Nacional dos Médicos (FNAM), Mário Jorge Neves a referir uma adesão "de 95%", o que superou as próprias expectativas dos sindicatos.

"Esperávamos uma grande participação, mas o que aconteceu hoje foi ainda mais expressivo", reconhece Roque da Cunha, para quem esta manifestação de força "é um sinal claro que as manobras do ministério não surtiram efeito e que é grande a determinação dos médicos em melhorar o Serviço Nacional de Saúde (SNS).

O representante do SIM espera agora apenas uma coisa: "Que o ministério da Saúde negoceie seriamente".

Ao longo do dia, nos hospitais e centros de saúde de todo o país, o cenário foi-se repetindo, com cirurgias a serem adiadas e inúmeras consultas a serem canceladas. Segundo o Sindicato dos Médicos, no Centro Hospitalar de Gaia, por exemplo, apenas um médico se apresentou ao serviço, enquanto os blocos operatórios dos hospitais Amadora-Sintra, Vila Real e Faro - para citar apenas alguns caos - garantiram apenas as situações de urgência.

O Expresso contactou o ministério da Saúde, que informou não disponibilizar dados sobre a adesão à greve.



Veja a fotogaleria:

Opinião


Multimédia

Edwin. O rapaz que aprendeu a sonhar

O que Edwin sabia sobre a vida era sobreviver. Na cabeça dele não cabiam sonhos e os dias eram passados à procura de comida para ele e para a mãe e para o irmão. A fome espreitava nos cantos da barraca de palha no Quénia e ele escondia-se dela como podia - chupar as pedras era uma forma de a enganar. Mas a sorte dele mudou porque alguém viu nele outra coisa. E tudo começou numa dança. Agora, os mesmos dedos que agarravam as pedras tocam hoje teclas de um piano Bechstein. E os pés dele já não estão nus mas calçados. Com chuteiras. Primeiro no Benfica, agora no Estoril, o miúdo de 15 anos que fala como gente grande descobriu que tinha um sonho: ser futebolista. Como Drogba.

Em três quartos de hora não se esquece só a idade. "Esquece-se o mundo"

Maria do Céu dá três voltas ao lar sempre que pode. Edviges vai a todos os velórios, faz hidroginástica e sopas de letras. António dá um apoio na Igreja e nos escuteiros. Tudo é uma ajuda para passar os dias quando se tornam todos iguais. No Pinhal Interior Sul, a região mais envelhecida da União Europeia, quase um terço da população tem mais de 65 anos. Os mais velhos ficaram, os mais novos partiram.

Profissão: Sniper

O Expresso foi ver como são selecionados, que armas usam, para que missões estão preparados os snipers da Força de Operações Especiais do Exército. São uma elite dentro da elite. Um pelotão restrito. Anónimo. Treinam diariamente com um único objetivo: eliminar um alvo à primeira, mesmo que esteja a centenas de metros. Humano ou material. Sem dramas morais, dizem.

Xarém com conquilhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione com esta nova receita.

O que se passa dentro da cabeça dele

O que leva um tipo a quem iam amputando uma perna a regressar ao sítio onde os ossos se desfizeram, uma e outra vez, e testar os limites do seu corpo? Resposta: a busca pelo salto perfeito, que ele diz existir dentro dele e que ele encontrará mais dia menos dia. É a fé e a confiança que o movem e o levam a pular para lá do que é exigido a um campeão olímpico e mundial que não tem mais nada a provar a ninguém - a não ser a ele próprio. Este é um trabalho que publicámos em agosto de 2014, quando o saltador se preparava para os Europeus e falava das metas que tinha traçado para 2015 e 2016: mostrar que não estava acabado. Sete meses depois, provou-o no Europeu de pista coberta em Praga, onde venceu este fim de semana.

Amadeu, que aprendeu o mundo no campo e tinha o coração na ponta dos dedos

Em Portugal, a dedicação à língua mirandesa tem nome próprio: Amadeu Ferreira, o jurista da CMVM que - quando todos diziam que "era uma loucura impossível" - arranjou tempo para traduzir "Os Lusíadas", a "Mensagem", os quatro Evangelhos da Bíblia e ainda duas aventuras do Asterix para uma língua que pertence a um cantinho do nordeste português e é falada por menos de 15 mil pessoas. No final de 2014 deu ao Expresso aquela que viria a ser a sua última entrevista. Morreu no passado domingo e esta quinta-feira foi lançada a sua biografia, "O fio das lembranças", com quase 800 páginas.

Temos 16 imagens que não explicam o mundo, mas que ajudam a compreendê-lo

O júri do World Press Photo queria dar o prémio maior da edição deste ano (e talvez das edição todas) a uma fotografia com "potencial para se tornar icónica". A primeira imagem desta fotogaleria, por ser "esteticamente poderosa" e "revelar humanidade", é o que o júri procurava. A fotografia de um casal homossexual russo, a grande vencedora, é a primeira de 16 imagens de uma seleção onde há Messi desolado, migrantes em condições indignas no Mediterrâneo, a aflição do ébola, mistérios afins e etc - são os contrastes do mundo.

Vamos falar de sexo. Seis portugueses revelam tudo o que lhes dá prazer na cama

Neste primeiro episódio de uma série que vai durar sete semanas, seis entrevistados falam abertamente sobre aquilo que lhes dá mais satisfação na intimidade. Sexo em grupo, sexo na gravidez, prazer sem orgasmo e melhor sexo após a menopausa são alguns dos temas referidos nos testemunhos desta semana. O psiquiatra Francisco Allen Gomes explica ainda a razão de muitas mulheres fingirem o orgasmo. O Expresso e a SIC falaram com 33 portugueses que deram a cara e o testemunho de como são na cama. Ao longo das próximas sete semanas, contamos-lhe tudo.

Elvis. Gostamos ou não gostamos?

Ele não é consensual, mas é incontornável. Dispunha de penteado majestoso e patilha marota, aparentava olhar matador e pose atrevida. E deixou canções: umas fáceis e outras nem tanto, por vezes previsíveis e às vezes inesperadas, ora gentis ora aceleradas. E ele, Elvis, nasceu em janeiro de 1934 - há precisamente 40 anos, ao oitavo dia. Temos quatro textos sobre o artista: Nicolau Santos, Rui Gustavo, Nicolau Pais e João Cândido da Silva explicam o que apreciam, o que toleram e o que não suportam.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Desfile de vedetas

Saiba tudo sobre os modelos concorrentes ao Carro do Ano 2015/Troféu Essilor Volante de Cristal. Conheça o essencial sobre os 20 automóveis participantes nesta iniciativa, da estética, às características técnicas, do preço ao consumo. A apresentação ficará completa no dia 3 de janeiro.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

Desacelerámos a realidade para observar a euforia da liberdade

Ela, Jacarandá, é algarvia. Ele, Katmandu, é espanhol. São linces e agora experimentam a responsabilidade da liberdade: foram soltos esta terça-feira numa herdade alentejana, próxima de Mértola, eles que saíram de centros de reprodução em cativeiro. Foi inédito: nunca tinha acontecido algo assim em Portugal. Estivemos lá e ensaiámos o slow motion.


Comentários 89 Comentar
ordenar por:
mais votados
Médicos realizam "maior greve de sempre"
A ser verdade este numero de adesão chega-se a uma conclusão logica: Portugal só tem 10 medicos em cada 100 formados.

Ou seja 10 medicos e 90 mercadores da saude... o mercado está em alta.
Re: Médicos realizam
Re: 30 000 mercadores?
Re: 30 000 mercadores?
Re: Médicos realizam
Diz-se que as aparências iludem.....
Re: Diz-se que as aparências iludem.....
Re: Diz-se que as aparências iludem.....
Re: Diz-se que as aparências iludem.....
Re: Diz-se que as aparências iludem.....
Re: Diz-se que as aparências iludem.....
Re: Diz-se que as aparências iludem.....
Re: Diz-se que as aparências iludem.....
Re: Diz-se que as aparências iludem.....
Re: Diz-se que as aparências iludem.....
Re: Diz-se que as aparências iludem.....
Re: Diz-se que as aparências iludem.....
Parabéns.....
.... como classe unida são das poucas que têm força suficiente para impedir que os Governantes, vendidos aos interesses privados, continuem na sua "tarefa" de destruir o SNS.

Médicos e Enfermeiros não podem ser contratados "à hora" como acontece, sem prejuizos de maior, em muitas profissões.

Apoiar os médicos nesta luta é dever de todos os patriotas que amam Portugal e as suas gentes.....
Médicos ricos,doentes pobres!
Re: Parabéns.....
Cambada de comunas

Dirão laranjinhas e azulinhos-céu !!!

Estão a estragar o negócio que tanto prometemos aos nossos financiadores do PSD e CDS, aos patrões do ministro, aos nossos verdadeiros amigos.

Ninguém melhor "nos trata da saúde" do que os privados e este Governo !!!
Re: Cambada de comunas
Bem visto!
Pobres doentes,ricos médicos
Re: Pobres doentes,ricos médicos
Chinês
Oh ...Brinca ... explica lá esta...
Já li de tudo...
... até que os médicos ganham 10000€ no SNS!!!

Parece-me que ninguém sabe que quem trabalha em consultórios ou clínicas não tem exclusividade no SNS e que isso faz com que o salário pago passe a !/3 do vencimento.

Ninguém se lembrou do volume exorbitante de capital que sai do estado para os privados via ADSE?

Por que motivo não extinguem a ADSE como esteve previsto? Não convém?

Só tretas...

Re: Já li de tudo...
Re: Já li de tudo...
Re: Já li de tudo...
Oh ..peixe ...
Re: Oh ..peixe ...
...
A classe profissional mais favorecida do país queixa-se da igualdade com que está a ser tratada.

Re: ...
Re: ...
Re: ...
Re: ...
Re: ...
Re: ...
Re: ...
Re: ...
Re: ...
Re: ...
Re: ...
Re: ...
Re: ...
Re: ...
Greve para defender o quê?


Médicos a lutar pela defesa do sns e dos doentes, ahahahah, que sentido de humor que eles têm, deixem-se de lamechices, a greve é por defesa de cifrões, muuuuuuitos cifrões!
Re: Greve para defender o quê?
Quem tem de marchar pelo sns são os utentes
E eu não vi por lá utentes nenhuns. Agradeço a disponibilidade dos médicos mas eu como utente e em meu nome, não! Quais os motivos de uma greve de dois dias? (gostava de saber quais classes trabalhadoras do País estão neste momento em condições de perder dois dias de salário)
Re: Quem tem de marchar pelo sns são os utentes
...
Bem hajam os Médicos com a sua força ... fizeram frente a este governo ... porque os governantes fazem pouco daqueles que não têm influência ... mas esta classe "mostra com quantos paus se faz uma canoa" ... Já era altura para fazer ver que o que é demais é moléstia ... e o poder tem limites no poderio...
Debilitados
Esta classe, que toda a população portuguesa tinha como a rainha das profissões, está nas ruas da amargura. Por culpa própria. PRETENDEM MAIS MORDOMIAS ?! Embarcaram com os sindicatos, deram o golpe de misericórdia a um status profissional que pretendiam elitista e superiormente remunerado.
Podem crer que a opinião pública sobre estes profissionais vai alterar-se.
OXALÁ O GOVERNO FACILITE A VINDA AOS MÉDICOS CUBANOS E SUL-AMERICANOS, QUE TANTO QUEREM VIR TRABALHAR PARA CÁ.
Re: Debilitados
Re: Debilitados
Re: Oh homem, volte para a cama!
Re: Debilitados
Re: Debilitados
Re: Debilitados
Re: Debilitados
o humanismo dos médicos....
..está nesta realidade noticiada na televisão : milhares de pessoas voltam para casa sem serem consultadas, consultas marcadas HÀ UM ANO !!! ficaram sem saber quando voltam a ser marcadas. È isto o resultado da luta dos médicos em defesa dos doentes.
Greve em tempos de grave crise...
1. Quem verdadeiramente controla os médicos não é o poder político, mas a ordem dos médicos, que é um lobby poderosíssimo, que existe para os proteger;

2. Há listas de espera nas consultas, há muitos médicos estrangeiros a trabalhar em Portugal e é pago muito dinheiro em horas extraordinárias aos nossos médicos e o bastonário ainda diz que não são necessários mais médicos. A Faculdade de Medicina de Santiago de Compostela em Espanha tem mais alunos de medicina do que aqueles que existem em todas as faculdades de medicina em Portugal. Não há no ensino superior em Portugal mais nenhum caso em que exista emprego garantido e um controlo tão restritivo no acesso ao curso;

3. No serviço público, não há nem nunca houve um controlo efectivo do seu horário de trabalho, o que faz com que as listas de espera aumentem, permitindo em muitos casos, boas acumulações no privado, engordando substancialmente o seu ordenado mensal;

4. Para justificarem a sua greve dizem que estão a defender o sistema nacional de saúde, mas o que realmente pretendem é ganhar ainda mais. Se estivessem a defender o SNS seriam favoráveis à prescrição dos medicamentos por Denominação Comum Internacional, alargando o consumo de genéricos, cuja qualidade é garantida pelo INFARMED, que são substancialmente mais baratos, o que permitiria aos doentes e ao Estado que somos todos nós, poupar muito dinheiro, mas opõem-se terminantemente. Ao que se sabe os genéricos não financiam congressos;
Greve em tempos de grave crise (cont)...
5. Para esta greve apanharam a boleia dos pilotos, pois ao aperceberem-se que o Governo teria feito cedências aos pilotos, outra classe privilegiada, a Ordem e os Sindicatos dos médicos, ignorando a situação económica do país, viram uma oportunidade para maiores reivindicações. Aproveitaram também a situação difícil, lamentável e inaceitável por que estão a passar outros profissionais de saúde, como é o caso dos enfermeiros e nutricionistas, esses sim, muito mal pagos, situação que em nada se assemelha à situação dos médicos. É de recordar já houve excepções no valor superior pago aos médicos pelas horas extraordinárias, relativamente aos outros profissionais;

6. Num momento em que Portugal está sob resgate da Comissão Europeia, do Banco Central Europeu e do Fundo Monetário Internacional, em já houve uma série de corte nos ordenados da função pública, se neste país houvesse coragem, os partidos do chamado “arco da governação”, PS, PSD e CDS, já teriam feito um pacto que permitisse aprovar medidas extraordinárias a vigorarem durante o período de resgate e que teria que passar pela suspensão do direito à greve, nesse período excepcional, pois este país, na situação económica difícil em que se encontra, não suporta mais prejuízos provocados por greves sucessivas, como tem acontecido com a greve dos transportes, por exemplo.
Apoiado
Re: Apoiado
Re: Greve em tempos de grave crise (cont)...
Os legionários andam por aí
Esta greve acertou-me em cheio. Hoje foi uma consulta de otorrino nos Covões, amanhã deverá ser outra no IPO, mais um exame da esposa para a SS. Mesmo assim estou ao lado dos médicos, o meu futuro e o futuro dos meus descendentes é muito mais importante que isto.
Lamentávelmente para alguns um médico do SNS que recebe provávelmente muito menos que um qualquer "speedy licenciado gonzalez" graças ao seu currículo como porta estandarte de um rancho folclórico é um privilegiado, e a possibilidade de contratar a esmo e a preço de saldo para depois o grosso da maquia ficar em "mãos amigas" enquanto se destrói um dos melhores serviços publicos que temos é política inteligente.
Entretanto deixo esta pérola da autoria de alguém que é considerado o pai do sistema universal de saúde do Canadá.
www.youtube.com/watch?v=lKJMYyTexPc
Re: Os legionários andam por aí
Caracterização da classe médica
1. São profissionais que têm prescrito os medicamentos em função das "conferências científicas" que lhe são ofertadas pelos laboratórios.
2. Após muitos anos de convivência laboral, numa grande empresa recebi os testemunhos de que, quando alguém precisava de "baixa", ia a uma consulta ao consultório do sr. doutor, onde pagava a taxa, mais que moderadora e o médico dizia-lhe para, no dia seguinte ir à consulta na "caixa", (Icomo em tempos se dizia) que lhe passaria a dita baixa.
3.Esta também é a classe que faz o "sacrifício" de estar dentro do SNS para dizer aos pacientes; - "O seu problema é muito grave e tem de ser operado urgentemente. Se for para a lista de espera do SNS só daqui a um ou dois anos é que será operado mas, se quiser, posso operá-lo já na próxima semana na clínica XPTO. Isto vai-lhe custar XXXXXX euros.
E é esta a classe que enche a boca em defesa do SNS????
Re: Caracterização da classe médica
Re: Caracterização da classe médica
Re: Caracterização da classe médica
Re: Caracterização da classe médica
Re: Caracterização da classe médica
Re: Caracterização da classe médica
Re: Caracterização da classe médica
Re: Caracterização da classe médica
Duvida
Se o ministerio da saude quer poupar, porque paga a contratação a intermediarios? Não será para utilizar os medicos e deitar fora quando lhe apetece como se de coisas descartaveis se tratasse? E os doentes como ficam no meio de tudo isto, será que ficão bem servidos com a falta de seguimento medico? e a formação médica quem a vair dar nos hospitais, são os tarefeiros que hoje estão lá, amanhã logo se vê? Nãp brinquem com o bem mais precioso dos Portugueses que é o direito à sua saúde.
Comentários 89 Comentar

Últimas

Receba a nova Newsletter
Ver Exemplo

Pub