18 de abril de 2014 às 20:05
Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  Mário Soares: "Portas deve demitir-se"

Mário Soares: "Portas deve demitir-se"

"Portas, por mais que goste de ser ministro, e ao que parece gosta muito, não pode continuar a sê-lo, sem perda total da sua dignidade e prestígio", escreve hoje Mário Soares no "Diário de Notícias". 
Soares não foi às cerimónias oficiais, optando por participar apenas nas comemorações socialistas do 5 de outubro em Alenquer Carlos Barroso/Lusa Soares não foi às cerimónias oficiais, optando por participar apenas nas comemorações socialistas do 5 de outubro em Alenquer

"O Governo está moribundo e ninguém o toma a sério" mas, apesar disso, "de momento, pensar em eleições é completamente inconveniente", até porque a "União Europeia está em mudança e importa ver o que vai suceder nas próximas semanas", escreve o ex-Presidente da República Mário Soares na sua página de opinião semanal no "Diário de Notícias ".

Mário Soares diz que o Governo não percebeu com as manifestações de 15 de setembro que precisava de mudar de rumo, daí, após ter desistido do aumento da TSU, ter colocado o ministro das Finanças a anunciar o aumento de impostos. Um anúncio que considera ter revelado "falta de sensibilidade política e de vergonha!".

Face às promessas eleitorais do CDS-PP que não haveria agravamento dos impostos, Mário Soares escreve que o seu líder Paulo Portas ficou numa posição insustentável: "Portas, por mais que goste de ser ministro, e ao que parece gosta muito, não pode continuar a sê-lo, sem perda total da sua dignidade e prestígio. Deve demitir-se quanto antes".

Cavaco "será obrigado a tomar decisões"


O artigo é de acesa crítica tanto ao atual Governo como em relação ao Presidente da República, Cavaco Silva.

Mário Soares começa por condenar a "peregrina ideia de excluir o povo da cerimónia" do 5 de putubro, uma decisão que diz própria "de uma ditadura, não de um regime que ainda se diz mais democrático", para acrescentar, mais abaixo: "Quando os governantes (quer sejam ministros, secretários de Estado ou o Presidente da República) manifestam o medo do povo - e fogem dele - algo vai muito mal".

Face à eventual saída de Paulo Portas, Mário Soares questiona a capacidade do Governo para fazer uma remodelação, um cenário que obrigará à intervenção de Cavaco Silva: "Aproxima-se o momento em que não pode continuar a fazer discursos vazios e será obrigado a tomar decisões. A não ser que se demita também".

Comentários 84 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
O Soares anda a exagerar...
mas o que é certo é que, pelo menos a mim, parece-me totalmente incongruente que alguém se mantenha em funções dentro de um governo com o qual não concorda minimamente: e esse é o caso de Portas.
No entanto, ressalve-se que a política portuguesa tem sido, nas últimas décadas, isso mesmo: um conjunto de pessoas que se encontram normalmente unidas para defender os seus próprios interesses e não os do povo que os elegeu...
A MELHOR FORMA
««« O Governo está moribundo e ninguém o toma a sério" mas, apesar disso, "de momento, pensar em eleições é completamente inconveniente»»»

Mário Soares, padrinho do Portugal-Maravilha e incontinente verbal, afirmando que se o governo está moribundo, a melhor forma do seu partido permanecer sempre vivo é mostrar a inconveniência de apresentar alternativas assim como da convocação de eleições.
Re: A MELHOR FORMA Ver comentário
Re: A MELHOR FORMA Ver comentário
FALAR CLARO ... E MIJAR DIREITO ...
Portas é um vaidoso e um aldrabão de feira ...

Cavaco tem dias ... uns dias é uma múmia ... outros dias é um chouriço ...

O Governo é uma corja de ladrões ... e de mentirosos trafulhas ... uma catástrofe ...

Assim ... sem espinhas ...
Ainda estou a rir... Ver comentário
Re: Ainda estou a rir... Ver comentário
Re: FALAR CLARO ... E MIJAR DIREITO ... Ver comentário
Palmas para Mário Soares!
Tem razão, Mário Soares: Portas deve dar lugar a outro na remodelação próxima do Governo!
Re: Palmas para Mário Soares! Ver comentário
Re: Palmas para Mário Soares! Ver comentário
Só me apetece rir!!!!
Eu também sou capaz de concordar que Paulo Portas de deve demitir, face ás afirmações que fez e áquilo que escreveu num passado recente. Só tem um caminho decente. A sua própria saída do governo na próxima remodelação governamental.
Os políticos não devem falar demais, pois correm o risco de falar mal de si prórios. Mas o Paulinho não perde uma oportunidade para fazer demagogia e populismo barato, ficando refém dos seus próprios ditos e desditos.
Só que este aconselhamento vindo de Mário Soares, nem a um beijo de Judas sabe, porque para isso tinha de haver traição, o que não é o caso.
Diria mesmo que Soares é uma espécie de ventrículo do PS, pois vindo do maior engolidor de sapos e elefantes da história do Portugal republicano, o tal que meteu o "socialismo na gaveta", dá vontade de rir de tão anedótico parecer.
Se alguém é parecido com Mário Soares na forma de “apregoar” é Paulo Portas. Se fossem ambos mestre e aluno até os confundiriam, não na forma mas na retórica.
Que me lembre, Mário Soares nunca se demitiu por fazer sempre aquilo que tempos antes prometera não fazer.
Aliás, não tivesse ele chamado duas vezes o FMI com o país na bancarrota, e diriamos que este personagem teve uma passagem fugaz pela política.
Ressalva Ver comentário
Re: Ressalva Ver comentário
Re: Ressalva Ver comentário
Re: Ressalva Ver comentário
Pode dizer-nos então quais foram as razões Ver comentário
Re: Ressalva Ver comentário
Re: Ressalva Ver comentário
Re: Ressalva Ver comentário
Re: Só me apetece rir!!!! Ver comentário
Re: Só me apetece rir!!!! Ver comentário
Mais nada? Tem certeza? Olhe a hora do Vitinho=)
Estas afirmações de quem apenas foi:

- Primeiro-ministro de Portugal nos seguintes períodos:

        I Governo Constitucional entre 1976 e 1977;
        II Governo Constitucional em 1978;
        IX Governo Constitucional entre 1983 e 1985.

- Presidente da República entre 1986 e 1996 (1º mandato de 10 de Março de 1986 a 1991, 2º mandato de 13 de Janeiro de 1991 a 9 de Março de 1996).

- Deputado ao Parlamento Europeu entre 1999 e 2004.

- Foi candidato a presidente do parlamento, mas perdeu a eleição para Nicole Fontaine, a quem não teve problema em chamar «dona de casa» (no sentido pejorativo do termo).

- Fundador da Fundação Mário Soares, 1991.

- Presidente da Comissão Mundial Independente Sobre os Oceanos, 1995.

- Presidente da Fundação Portugal África, 1997.

- Presidente do Movimento Europeu.

- Presidência do Comité Promotor do Contrato Mundial da Água.

- Como ex-presidente da república, é também Conselheiro de Estado.

- Em 2006 candidata-se a um novo mandato à Presidência da República.

- Presidente da Comissão de Liberdade Religiosa, em 2007.

- Preside ao Júri do Prémio Félix Houphouët-Boigny, da UNESCO, desde 2010.

- Preside ao Comité Promotor do Contrato Mundial da Água, desde Janeiro de 1998.

- É patrono do International Ocean Institute, desde 2009.

Isto para quem apenas teve estes cargos, é revelador da coerência das suas afirmações - curioso é haver gente que embarque neste discurso... atiram-se de cabeça.
Ódios pessoais não são política nem governação. Ver comentário
Re: Ódios pessoais não são política nem governação Ver comentário
Re: Ódios pessoais não são política nem governação Ver comentário
Re: Ódios pessoais não são política nem governação Ver comentário
Re: Ódios pessoais não são política nem governação Ver comentário
Re: Mais nada? Tem certeza? Olhe a hora do Vitinho Ver comentário
Re: Mais nada? Tem certeza? Olhe a hora do Vitinho Ver comentário
Re: Mais nada? Tem certeza? Olhe a hora do Vitinho Ver comentário
Re: Mais nada? Tem certeza? Olhe a hora do Vitinho Ver comentário
Re: Mais nada? Tem certeza? Olhe a hora do Vitinho Ver comentário
No reino da mentira, que moralismo é este?
Se Portas, que de facto é um oportunista da pior espécie, deve demitir-se por ter prometido o que não podia (caso único na nossa democracia) só temos uma hipótese:
Eleições antecipadas já e maioria absoluta para uma coligação BE-PCP. Só com um governo verdadeiramente de esquerda poderemos ter a garantia de serem cumpridas todas as promessas políticas. Esses sim são partidos consequentes contra os aumentos dos impostos e a favor de melhores salários, proibição do despedimento, redução de jornadas laborais, reformas mais cedo com pensões maiores, saúde e educação grátis para todos, mais estado e melhor estado, mais nacionalizações em vez de mais privatizações, e um sem fim de coisas boas. Mas o mais importante é que com um governo BE-PCP as greves no sector público que prejudicam tanta gente acabariam de imediato.
Só me resta uma pequena dúvida quase insignificante- quem pagaria? Será que o BE e PCP são os donos dos paraísos fiscais? Pois se não são que tratem de o ser pois só estou à espera de esclarecer esse pormenor para os apoiar.
É verdade
Quando começam a escassear os subsídios e os rendimentos a baixar é necessário combater o governo que anda a cortar nestes dependentes do RENDIMENTO MÁXIMO, pois é sempre preferível cortar nos do rendimento mínimo pois é um complemento para alguns criminosos de farpela.
Se houvesse justiça muitos de colarinho branco estavam no devido lugar.
O clã soares são dos maiores dependentes do expediente?
!
Este velho á rancoroso e está caquético. Se foi presidente da república deve-o ao cunhal e aos comunistas, quando eles tinham outra força e o POVÂO ainda estava anestesiado com o 25 de Abril. Agora tem uma pedra no sapato com paulo portas e o governo retira-lhe parte da mama das fundações e ninguém o atura. Se ele tivesse ido para presidente com 81 anos andaria na maior a fazer mais viagens e tudo estaria muito bem. Chulo!!!
É lamentável
Ao ponto em que chegou este país.
Mário Soares sempre gerou muita polémica.
Porque é frontal e diz o que pensa.
Está na política, ainda estes comentadores não eram sequer idealizados para existirem.
Mas, debitam asneiras e vomitam um ódio inexplicável a Mário soares.
São gente da direita, que sendo sempre os mesmos mas com Nicks variados, vêm para aqui fazer terapia contra tudo e todos que suspeitam ser de esquerda, ou, que não embandeirem pelos seus ideais fascistas e ditatoriais.
Mário Soares merece respeito.
Mesmo que não concordemos .
E estes comentadores que descobriraqm o Expresso para comentar, mas que nem o Expreeso Jornal lêem, são dignos de pena.
Penso que se enganaram no site.
Deveriam comentar no Correio da Manhã, ou no iol.
Re: É lamentável Ver comentário
Re: É lamentável Ver comentário
Re: É lamentável Ver comentário
Ir para lá ele?
O Soares de facto é incrível, perdeu as eleições presidências para o seu camarada Alegre, foi claro a recusa dos portugueses a que ele faça parte da solução então insiste em ser parte do problema.

Ia para lá ele? de facto ele é o governante mais experiente em enviar ou pais para a falência e em governar na banca rota
"Porque no te callas"?
Há alguns para quem a idade, em vez de sabedoria, agrava a dificuldade de raciocínio (para ser simpático), ou como defender a todo o custo a sua dama (fundação), não vá o diabo tecê-las...
acabem mas é com a fundação...
que anda a financiar estes comícios unipessoais...
a única coisa que o homem sabe fazer...
é "botar faladura" a dizer mal...

Neste país só se devia dar tempo de antena de crítica destrutiva a quem já demonstrou ter feito melhor...

Decididamente não é o caso....
Re: a única coisa que o homem sabe fazer... Ver comentário
Coitado do PORTAS! Ele sabe muito de Submarinos!
Eu tenho uma imensa ternura pelo PORTAS, pois ele faz-me rir a sério ! Ele é bom em Submarinos da merkel, e seria um bom 1º Ministro, mas como patrão das relações internacionais, é um COLOSSAL desastre ! E mais uma vez... faz-me rir com aquele seu ar sorumbático e sério !
Mas é só isso o que o seu "Narigão Judaico" me ocasiona: Uma imensa vontade de RIR !
No fim ele continua a ser o Homem dos Submarinos PÔDRES !
- Quanto ao meu amigo SOAREIRO pedir que o Portas saia do Governo ... penso que é uma tremenda INJUSTIÇA que o MARÓCAS faz ao Passos da COELHADA !
-Quanto a mim, seria melhor propôr que todo este desGOBIERNO seja demitido , POIS são todos muito dignos DISSO !
VIVA o PASSOS LAPARÔTO !
VIVAAAA !
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub