30 de outubro de 2014
Página Inicial   >  Opinião  >   Luis Marques

A reforma impossível

 | 

A reforma do Estado resume-se ao mesmo de sempre: interminável discussão sobre cortes, balbúrdia institucional, vergonhosa querela entre  lóbis e interesses instalados.

 

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

 

O espelho da Altice

 | 

Aparentemente é a esta empresa que o dr. Paulo Portas acha bem que a Oi entregue a Portugal Telecom. Seria um escândalo e um terremoto para o sector.

 

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

 

Humilhados e ofendidos

 | 

Que, depois do escândalo Rioforte, seja agora a Oi a colocar a PT à venda é uma humilhação e uma ofensa não apenas para a PT mas para Portugal.

 

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

 

 

 

O velho filme socialista

 | 

Os socialistas irão votar, não em ideias, mas em pessoas. O problema é que um deles pode mesmo ser primeiro-ministro no final do próximo ano e aí, o que se passou nesta disputa interna já é relevante.

 

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

O valor do tempo

 | 
Fale Dr. Ricardo Salgado, fale depressa. O país do Dr. Mário Soares precisa de um abalo telúrico!

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

O homem-bomba

 | 
É óbvio que o "dono ?disto tudo" nunca dirá aquilo que sabe. Mas ?é importante que se saiba tudo, ou perto, daquilo ?que ele não pode dizer.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .


Confiar em quem?

 | 

Consta que a primeira reação de Henry Kissinger ao fim da União Soviética foi uma pergunta típica da realpolitik: e agora telefono para quem? Por estes tempos há muita gente a fazer a mesma pergunta, face à implosão do Grupo Espírito Santo. Telefono para quem? Do outro lado não há quem atenda o telefone. Pior do que ter interlocutores suspeitos é não ter nenhum.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

24 de julho de 2014

 | 

Se ainda fosse presidente do Banco Espírito Santo será que Ricardo Salgado teria sido detido pelo Ministério Público, como efetivamente foi na passada quinta-feira de manhã? Casos passados (Vale e Azevedo, por exemplo) permitem fazer a pergunta e colocar a dúvida.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

Adeus,PT

 | 
A Portugal Telecom, por extenso para se perceber bem do que estamos a falar, tinha um sonho: um dia seria uma grande operadora de telecomunicações, disputando aos gigantes do mundo o mercado dos países de língua portuguesa. 

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI .

Mudem-lhe o nome

 | 

1 Apertem os cintos. Agarrem-se bem. O ciclone Espírito Santo chegou. Sim, chegou aos bolsos de muitos que confiaram o dinheiro que tinham à família. Até agora, para muita gente, o problema do Grupo Espírito Santo era um problema longínquo, quase tão improvável como a goleada da Alemanha ao Brasil. Agora está próximo, demasiado próximo. E, sim, agora começam os verdadeiros problemas.

 

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI .

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub