Orçamento de Estado 2014
frase
Anterior
Governo pede para Banif não contar para o défice
Seguinte
Governação e Cultura perdem 4,5%

"Lotaria" para quem pede fatura

Governo quer sortear prémio para quem pedir fatura.
|

A proposta de Orçamento do Estado para 2014 contém um pedido de autorização legislativa para o Governo criar um regime que "institua e regulamente a elaboração de um sorteio específico para a atribuição de um prémio às pessoas singulares com um número de identificação fiscal associado a uma fatura comunicada à Administração Tributária".

A intenção do Executivo é "a prevenção da fraude e evasão fiscais, valorizando a atuação dos cidadãos na exigência de fatura comprovativa da existência de uma operação tributável localizada em território nacional".


Opinião


Multimédia

Retrato político de um país livre

Traçámos um mapa partindo dos resultados das eleições para a Assembleia Constituinte de 1975 e dos resultados das últimas eleições legislativas em 2011. O que mudou ao longo desse tempo? Como é que cada concelho votou em 1975 e em 2011? E como evoluiu a abstenção? Clicando sobre o ano e depois sobre os concelhos, no mapa ou no filtro, surgem as respostas.

Quase ninguém ficou em casa

Foi num 25 de Abril como o deste sábado, mas há 40 anos e numa liberdade então recentemente tomada: a 25 de Abril de 1975, Portugal testemunhou as primeiras eleições livres e universais após quase meio século de ditadura. Estas são as histórias, os retratos, os apelos e as memórias de um tempo que mudou o rosto do país.

Edwin. O rapaz que aprendeu a sonhar

O que Edwin sabia sobre a vida era sobreviver. Na cabeça dele não cabiam sonhos e os dias eram passados à procura de comida para ele e para a mãe e para o irmão. A fome espreitava nos cantos da barraca de palha no Quénia e ele escondia-se dela como podia - chupar as pedras era uma forma de a enganar. Mas a sorte dele mudou porque alguém viu nele outra coisa. E tudo começou numa dança. Agora, os mesmos dedos que agarravam as pedras tocam hoje teclas de um piano Bechstein. E os pés dele já não estão nus mas calçados. Com chuteiras. Primeiro no Benfica, agora no Estoril, o miúdo de 15 anos que fala como gente grande descobriu que tinha um sonho: ser futebolista. Como Drogba.

26 mil esferográficas, 14 mil urnas e 760 quilos de lacre. Os números de uma eleição histórica

Mais de mil caixas de lacre foram usadas pelas secções de voto que por todo o país, no dia 25 de abril de 1975, recolheram os boletins de milhões de eleitores. O Expresso percorreu os quatro mapas de despesas das eleições para a Assembleia Constituinte, elaborados pelo STAP, para saber quanto dinheiro esteve envolvido, onde e como foi gasto. Cada valor em escudos foi convertido para euros a preços correntes, tendo em conta a inflação. 

Todas as ilhas têm a sua nuvem

Raul Brandão chamou-lhe 'A Ilha Branca'. Como viajante digo que tem um verde diferente das outras oito que com ela formam o arquipélago dos Açores. É tenra, mansa, repousante e simultaneamente desafiante. Esconde segredos como a lenda da Maria Encantada e um vulcão florestado a meio do século passado que nos transporta para uma dimensão sulfurosa e mágica. Obrigatória para projetos de férias de natureza.

Em três quartos de hora não se esquece só a idade. "Esquece-se o mundo"

Maria do Céu dá três voltas ao lar sempre que pode. Edviges vai a todos os velórios, faz hidroginástica e sopas de letras. António dá um apoio na Igreja e nos escuteiros. Tudo é uma ajuda para passar os dias quando se tornam todos iguais. No Pinhal Interior Sul, a região mais envelhecida da União Europeia, quase um terço da população tem mais de 65 anos. Os mais velhos ficaram, os mais novos partiram.

Profissão: Sniper

O Expresso foi ver como são selecionados, que armas usam, para que missões estão preparados os snipers da Força de Operações Especiais do Exército. São uma elite dentro da elite. Um pelotão restrito. Anónimo. Treinam diariamente com um único objetivo: eliminar um alvo à primeira, mesmo que esteja a centenas de metros. Humano ou material. Sem dramas morais, dizem.

Xarém com conquilhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione com esta nova receita.

O que se passa dentro da cabeça dele

O que leva um tipo a quem iam amputando uma perna a regressar ao sítio onde os ossos se desfizeram, uma e outra vez, e testar os limites do seu corpo? Resposta: a busca pelo salto perfeito, que ele diz existir dentro dele e que ele encontrará mais dia menos dia. É a fé e a confiança que o movem e o levam a pular para lá do que é exigido a um campeão olímpico e mundial que não tem mais nada a provar a ninguém - a não ser a ele próprio. Este é um trabalho que publicámos em agosto de 2014, quando o saltador se preparava para os Europeus e falava das metas que tinha traçado para 2015 e 2016: mostrar que não estava acabado. Sete meses depois, provou-o no Europeu de pista coberta em Praga, onde venceu este fim de semana.

Amadeu, que aprendeu o mundo no campo e tinha o coração na ponta dos dedos

Em Portugal, a dedicação à língua mirandesa tem nome próprio: Amadeu Ferreira, o jurista da CMVM que - quando todos diziam que "era uma loucura impossível" - arranjou tempo para traduzir "Os Lusíadas", a "Mensagem", os quatro Evangelhos da Bíblia e ainda duas aventuras do Asterix para uma língua que pertence a um cantinho do nordeste português e é falada por menos de 15 mil pessoas. No final de 2014 deu ao Expresso aquela que viria a ser a sua última entrevista. Morreu no passado domingo e esta quinta-feira foi lançada a sua biografia, "O fio das lembranças", com quase 800 páginas.

Temos 16 imagens que não explicam o mundo, mas que ajudam a compreendê-lo

O júri do World Press Photo queria dar o prémio maior da edição deste ano (e talvez das edição todas) a uma fotografia com "potencial para se tornar icónica". A primeira imagem desta fotogaleria, por ser "esteticamente poderosa" e "revelar humanidade", é o que o júri procurava. A fotografia de um casal homossexual russo, a grande vencedora, é a primeira de 16 imagens de uma seleção onde há Messi desolado, migrantes em condições indignas no Mediterrâneo, a aflição do ébola, mistérios afins e etc - são os contrastes do mundo.

Elvis. Gostamos ou não gostamos?

Ele não é consensual, mas é incontornável. Dispunha de penteado majestoso e patilha marota, aparentava olhar matador e pose atrevida. E deixou canções: umas fáceis e outras nem tanto, por vezes previsíveis e às vezes inesperadas, ora gentis ora aceleradas. E ele, Elvis, nasceu em janeiro de 1934 - há precisamente 40 anos, ao oitavo dia. Temos quatro textos sobre o artista: Nicolau Santos, Rui Gustavo, Nicolau Pais e João Cândido da Silva explicam o que apreciam, o que toleram e o que não suportam.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Desfile de vedetas

Saiba tudo sobre os modelos concorrentes ao Carro do Ano 2015/Troféu Essilor Volante de Cristal. Conheça o essencial sobre os 20 automóveis participantes nesta iniciativa, da estética, às características técnicas, do preço ao consumo. A apresentação ficará completa no dia 3 de janeiro.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.


Comentários 23 Comentar
ordenar por:
mais votados
mas então a AT não vai ter mais mil inspectores?
é mandá-los pra rua a fiscalizar todos os estabelecimentos com a ASAE!
quem cumpre, óptimo!
quem não cumpre, carrega com coimas pesadissimas!e fecha-se o burlão!
mais nada!
sortear o quê?????
cambada de incompetentes....
Pois...
Por aqui se vê como somos medíocres!
Os países onde os cidadãos têm um sentido cívico elevado, cultura e educação, não precisam de incentivos desta natureza, para pagar os seus impostos! No Sul abunda a mediocridade.
É verdade
Atenção:
qualquer dia vão pagar a bufos
para denunciar os merceeiros das aldeias que não passam factura.
Lindo!!!
Solução para a evasão fiscal: uma tômbola de facturas!!!!
O sorteio será feito no dia de Ano Novo, e os apresentadores serão, como não podia deixar de ser..., a Serenella Andrade e o José Carlos Malato.
E eu a pensar que não havia imaginação neste governo...
Não sei se eles estarão cientes, mas acabaram de descobrir "A" solução para a reforma do Estado: sortear os serviços que vão ser extintos! Sortear quem vai ser despedido! O caminho é este, meus amigos, é este...
E o prémio é....!!!!
Um conjunto de 10 fantásticas pastas de arquivo... de lombada grossa!!!!!!
Nada de admirar
Quando M F Leite foi ministra das finanças, eu fiz essa sugestão - o ministério respondeu -. A ideia, não era original e baseava-se no que já acontecia em Taiwan ( Formosa) na década de 1970, em explorava a apetência dos chineses pelo jogo. Os prémios era suficientemente importantes para garantir o sucesso da medida. Creio que agora também é praticada em vários países.
comédia
Porque não um sorteio para aplicar eutanásia nos velhos para deixarem de ser um encargo para o Estado? A gasolina para os BMW's dos ministros (mentes brilhantes autoras desta proposta) é cara!!
Como chamar a isto?
Então como vamos chamar a isto? Um doce? Ora, Ora!
... não acredito
República das Bananas..

Se for eficiente e provisório até se aprender que os serviços têm que pagar imposto...
olhe sff
olhe se faz favor é uma bica com boletim do totofinanças.

... é triste quando tem de se passar tamanho atestado de "atraso civilizacional" a um povo, mas depois de ver o isaltino morais ganhar uma camara apartir da prisao, pouco resta para dizer
:D)))))))))
exacto
nem mais...infelizmente
Porreiro
Finalmente, o Estado arranjou-me trabalho... vou ser fiscal das Finanças, pena é que para receber tenha que entrar num concurso. Porra, que chatice.
t-r-e-z-e.blogspot.pt/
Pois...
Com a cabeça de portas, ou de passos, a medida seria um sucesso com toda a certeza.
MENTIROSOS!!!
Passos Coelho não tem vergonha na cara, é um homem desprezível, porco sujo, sem carácter, tira constantemente tudo o que o Povo tem e agora até da a Lotaria por uma factura, mentiroso hipócrita, este homem vai ter um mau fim!!!
O QUE EU GOSTAVA DE SABER
era se com a introdução da "lotaria" fiscal, o governo deixa cair o bónus que atualmente dá nas faturas da restauração, cabeleireiros, e oficinas. É que neste momento esse bónus já ascende a 14 milhões de euros, pelo que é aceitável que até ao final do ano esse valor atinja os 18 milhões. Ora, se a lotaria são no máximo 10, então o governo vai "poupar" cerca de 8 milhões.
Um tanto cómica mas...
É uma forma de implementar um hábito que na realidade não é mais que um dever cívico. A factura é algo que devia ser sempre entregue ao cliente, não é ao último que cabe pedia-la.

Ao contrário do que muitos advogam na realidade o consumidor não está a ser delator da fuga aos impostos, simplesmente existe um incentivo que visa, como disse, incutir boas práticas ao consumidor.

Convém salientar, que o IVA por exemplo, é um imposto imputado ao consumidor com efeito quando pagamos um café ou de um corte de cabelo entregamos à fazenda 23%, este montante fica "à guarda" do vendedor até à entrega do mesmo. Assim, quando se dá a fuga ao IVA o consumidor é primeiro e principal lesado pois entrega um montante referente a um imposto que fica "retido" na caixa do vendedor, não chega aos cofres do Estado nem se traduz numa redução do preço de venda.

Comentários 23 Comentar

Últimas

Notícias
Simon O'Connor, o porta-voz do comissário europeu para os assuntos económicos e monetários

Bruxelas diz que cortes na despesa são "amigos do crescimento"

Daniel do Rosário, correspondente em Bruxelas  143

Respeito do défice e consolidação assente em cortes da despesa agradam à Comissão Europeia.

mais

Governo corta 3184 milhões de euros na despesa

João Silvestre   94

Funcionários públicos e beneficiários das prestações sociais pagam mais de dois terços dos cortes. Receita contribui  com pouco mais de 700 milhões de euros.

mais

PIB cresce 0,8% e desemprego atinge 17,7%

João Silvestre 

O Orçamento do Estado conta com uma queda do PIB de 1,8%, menos acentuada que os 2,3% inicialmente previstos. Quanto ao desemprego, deverá situar-se nos 17,7%.

mais

Governo pede para Banif não contar para o défice

Pedro Lima 

A recapitalização do banco eleva défice deste ano para 5,9%. Sem este efeito atingem-se os 5,5% acordados com a troika.

mais

Estado pretende emitir 10,5 mil milhões em obrigações

João Silvestre 

Orçamento do Estado para 2014 conta com regresso aos mercados e prevê duplicação das emissões de divida de médio e longo prazo

mais

Governo avança com imposto sobre transações financeiras

Isabel Vicente e Elisabete Tavares 

Governo quer  criar uma taxa, até 0,3%, para aplicar à generalidade das transacções financerias no mercado secundário

mais

Despesa cresce mais de 50% no Ambiente e Energia

Virgílio Azevedo 

Apesar da crise, os gastos do ministério de Jorge Moreira da Silva disparam.

mais

Orçamento mantém IVA da restauração

Ângela Silva  18

Pires de Lima tentou mas proposta do Governo não baixa IVA da restauração. Maioria vai tentar a alteração no Parlamento.

mais

Negócios Estrangeiros reduzidos ao osso

Luísa Meireles  5

A aposta é na redução de pessoal e das missões externas. Camões leva corte de 7,8 milhões de euros.

mais

Defesa corta em tudo

Luísa Meireles  2

Apesar dos cortes, as despesas com a Defesa mantêm-se ao mesmo nível do ano passado em termos percentuais (1,1% do PIB).

mais

Saúde com menos 848 milhões

Vera Lúcia Arreigoso 

Saúde vai ter menos 848 milhões de euros em 2014. Ministro vai continusr a cortar nos medicamentos e nos exames.

mais

Inspetores e procuradores preocupados com corte na Justiça

Micael Pereira  10

Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal alerta para os "graves problemas orçamentais" que a PJ já tem. Sindicato dos procuradores teme pela reforma judiciária.

mais

Políticos perdem subvenção vitalícia

Rosa Pedroso Lima  34

Isentos deste corte estão apenas os ex-titulares de cargos políticos que comprovem ter rendimentos abaixo de 2000 euros mensais e, em simultâneo, um património inferior a cerca de 100 mil euros.

mais

Controlo apertado de admissões no Estado

Rosa Pedroso Lima  1

A medida junta-se ao congelamento de admissões em vigor e visa estimular a circulação de funcionários entre os vários organismos estatais.

mais

CP, Carris e Metro de Lisboa com maiores cortes nas indemnizações compensatórias

Anabela Campos 

O Estado vai poupar 108 milhões de euros em indemnizações compensatórias às empresas públicas. CP, Carris e Metro de Lisboa é quem vai receber menos. O total das indemnizações compensatórias (IC) ascenderá a 193 milhões de euros.

mais

Assembleia da República recebe menos

Cristina Figueiredo  3

A diminuição dos encargos com as subvenções partidárias para a realização de campanhas eleitorais é a justificação.

mais

Governação e Cultura perdem 4,5%

Cristina Figueiredo 

A áreas na dependência da Presidência do Conselho de Ministros passam de 755 milhões para 725.

mais

Agricultura e Pescas perdem 34 milhões de euros

Joana Madeira Pereira 

O Ministério da Agricultura e do Mar perde 2,6% no seu orçamento para 2014, menos 33,8 milhões de euros face a 2013. Ministério vai ter de poupar através da redução de 6% do seu pessoal.

mais

Corte nos benefícios fiscais dos fundos

Ana Sofia Santos  1

Fundos imobiliários e de pensões vão pagar mais impostos.

mais
PUBLICIDADE
Os nossos leitores