Anterior
Passos e Rajoy desvalorizam efeito Hollande
Seguinte
Mais duas demissões nos serviços secretos
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Língua Portuguesa: faça o exame da '4ª classe' e veja em quantas acerta
DESAFIO AOS LEITORES

Língua Portuguesa: faça o exame da '4ª classe' e veja em quantas acerta

Mais de cem mil alunos do 4.º ano do Ensino Básico, a antiga 4ª classe, realizaram hoje as provas de aferição de Língua Portuguesa. Teste os seus conhecimentos respondendo às perguntas. Boa sorte.

Criados em 1948 e extintos em 1974, os exames da 4ª classe tornaram-se uma instituição nacional. No próximo ano estarão de volta, valendo 25% da nota final.

Entretanto, muito mudou naquilo que se ensina às crianças. Veja o que foi hoje perguntado aos atuais alunos do 4.º ano na prova de aferição de Língua Portuguesa e tente responder através dos comentários. Não vale copiar as respostas da Net...





SOLUÇÕES
Faça aqui o download do enunciado da Prova de Aferição de Língua Portuguesa e dos critérios correção

Opinião


Multimédia

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 51 Comentar
ordenar por:
mais votados
Pelos erros de ortografia que aqui abundam...
O resultado seria desastroso.

Desde o pobre verbo haver que há muito perdeu o "h" (supeita-se de algum imposto extraordinário do Vitor Gaspar), até aos "fize-se", "acontece-se" e outros mimos que tais...há para todos os chumbos!
" terá se despenhado"
Re:
Re: Pelos erros de ortografia que aqui abundam...
Re: Pelos erros de ortografia que aqui abundam...
Re: Pelos erros de ortografia que aqui abundam...
Re: Pelos erros de ortografia que aqui abundam...
Re: Pelos erros de ortografia que aqui abundam...
O PUTO CARLITOS ... (PARA RELAXAR ANTES DO TESTE)
O Carlitos chega a casa e entrega ao pai o recibo da mensalidade da escola ...
- Meu Deus !!! Como é caro estudar nesse colégio !!! (já não havia Ensino Público) ...
E o Carlitos:
- E olhe, pai ... que eu sou o que menos estuda da minha classe !

E o pai deve ter pensado ... - Este puto ainda chega a 1º Ministro ... a avaliar pelos exemplos mais recentes ...

 
Re: O PUTO CARLITOS ... (PARA RELAXAR ANTES DO TES
Re: O PUTO CARLITOS ... (PARA RELAXAR ANTES DO TES
'Faça o exame da '4.ª classe' e veja em quantas ac
Estou curioso em saber se outro leitores fizeram o teste ou não. Julgo que ele conta apenas para aferir em que estado está o aluno (se tivesse efeitos de retenção automática definida por nota, seria um exame) e nesse aspeto, parece-me uma ferramenta interessante de avaliação das nossas próprias capacidades.

No meu caso, levei 20 minutos a fazer o primeiro caderno, (e menos ainda no segundo) mas não me preocupei em fazer as coisas com perfeição: estes 20 minutos não devem ser usados como indicador de facilidade. Senti dúvidas na alínea 10, a distinguir "porque" e "por que", e cheguei mesmo a falhar uma resposta mas podia ter falhado 2 ou mesmo 4 (porque 4 era onde essa confusão podia acontecer). Na 12 falhei um verbo regular por falta de atenção e na 15, falhei completamente o que era o predicado.

Contas feitas, nunca teria tido nota máxima. E os 25 minutos a mais nem sequer poderiam ser considerados como garantia de que acabaria a tempo, porque a pressão e o detalhe exigido seriam outros se estivesse a fazer mesmo a prova. Tenho formação universitária e não consigo fazer o pleno de uma prova na 4ª classe... se calhar deveria sentir-me deprimido.

A prova parece-me adequada e razoavelmente difícil. Qualquer criança que a faça bem, pode sentir-se orgulhosa. Espero que vaiam com alguma rodagem, porque parece-me fácil de intimidar.

A minha homenagem aos professores que a têm que corrigir, o sistema de códigos pareceu-me complicado. Mas no 5, devia ter mais códigos.
Re: 'Faça o exame da '4.ª classe' e veja em quanta
Re: 'Faça o exame da '4.ª classe' e veja em quanta
Sobre o ponto 5 na prova de aferição de Português
O ponto 5 só tem dois códigos: se toda a sequência estiver certa ou não. Noutras alíneas, existe um certo grau de discrição quanto às diferentes respostas (na 15, os códigos vão do 13 ao 0). Não sei se os códigos se traduzem depois numa pontuação mas o 5 devia ter mais códigos. E isto pela seguinte razão:

Existem 24 sequências diferentes possíveis como resposta, e logo a probabilidade de acertar-se ao acaso é inferior a 4.2%. A probabilidade de acertar-se ao acaso numa sequência diferindo da correta com dois elementos seguidos trocados é menos de 13%. Parece-me suficientemente baixo para podermos admitir um certo grau de acerto numa sequência destas sem presumir que foi sorte pura. E esta probabilidade é menor se exigirmos certos acertos em certas posições (por exemplo, se exigirmos que os erros não consubstanciem erros de lógica, como pôr as gotinhas a criar o arco-íris antes de se elevarem no céu).

O meu problema é que conquanto a compreensão com tempo do texto exija a sequência certa, uma compreensão no tempo limitado da prova pode levar a erros pontuais de perceção ou a erros no registo da sequência... certas sequência erradas vão aparecer com mais probabilidades que outras, indicando graus diferentes de erro nesta alínea, e há aqui informação que se perde, útil para uma prova de aferição,... porque são todos considerados iguais para efeitos de classificação.
Porra
Isto é para estúpidos. Que é feito da minha altura em que na quarta classe eu suava para calcular problemas imensos com metros cúbicos e saber 3 tempos verbais de 60 verbos em inglês, fora todos os tempos verbais dos verbos em português??
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Mude de escola
Re: Mude de escola
Re: Mude de escola
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Tinha de tudo
Re: Tinha de tudo
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
Re: Porra
O problema da pergunta 14
assinalar a conversa como com a definição 1, largo extenso também está certíssimo em Português, menos para um grupo de professores que quiser implicar.
Re: O problema da pergunta 14
Re: O problema da pergunta 14
Re: O problema da pergunta 14
Re: O problema da pergunta 14
Comentários 51 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub