Siga-nos

Perfil

Legislativas 2015

PS

PS prevê “grande comício” em Santa Maria da Feira

  • 333

Cinco dias depois da coligação PSD/CDS ter juntado 6000 pessoas num jantar no centro de congressos do Europarque, em Santa Maria da Feira, PS cancela marcação no mesmo espaço e remarca comício naquela cidade do distrito de Aveiro para uma zona ao ar livre

Cristina Figueiredo

Cristina Figueiredo

Jornalista da secção Política

O Europarque estava reservado para os socialistas para a noite de 4a feira, para um jantar-comício (com a presença de António Costa) que teria o custo de 5 euros por pessoa. Mas domingo os militantes socialistas do distrito de Aveiro foram informados que o jantar se transformara num piquenique de "porco no espeto", ao ar livre, em frente ao tribunal, bem no centro de Santa Maria da Feira. Uma notícia que nada teria de especial, não fosse ter-se dado o caso de ter sido precisamente naquele centro de congressos que, na última sexta-feira, a coligação PàF realizou o maior comício desta campanha, juntando debaixo do mesmo tecto perto de 6000 pessoas.

O diretor de campanha do PS, Duarte Cordeiro, desvaloriza a troca: "Em todas as localidades temos sempre previstas alternativas em recintos fechados", explicou ao Expresso. E recusa a leitura, que prontamente começou a circular nas redes sociais, de que os socialistas quiseram assim evitar comparações com a mobilização conseguida pela coligação de direita: "No Europarque só estava disponível parte do espaço. Neste caso conseguimos montar o nosso comício, tal como no Porto, em Barcelos e em outras cidades, ao ar livre". E antecipa mesmo: "Teremos um grande comício em Santa Maria da Feira".

Aveiro é o quinto maior círculo eleitoral (depois de Lisboa, Porto, Braga e Setúbal) e tem indiscutível importância na definição dos resultados das legislativas - tanto assim é que depois de lá ter estado na semana passada, António Costa regressa nesta última semana de campanha. É, porém, um território tradicionalmente favorável à direita que, em 2011, obteve 10 dos 16 mandatos (8 pelo PSD, 2 pelo CDS), enquanto o PS elegeu apenas cinco. A lista da coligação é encabeçada por Luís Montenegro (atual líder parlamentar do PSD), a do PS por Pedro Nuno Santos (presidente da federação do PS de Aveiro e um dos nomes de quem se fala para protagonizar uma futura liderança socialista)