Siga-nos

Perfil

Legislativas 2015

Legislativas 2015

PàF acusa António Costa de violar a lei eleitoral

  • 333

Alberto Frias

Coligação PSD/CDS diz que o líder do PS apelou ao voto numa altura em que as urnas continuavam abertas na Região Autónoma dos Açores

A coligação Portugal à Frente (PàF) acusa António Costa de violar a lei eleitoral, fazendo um apelo ao voto quando as urnas ainda estavam abertas.

"As urnas ainda estão abertas e temos de respeitar o voto dos açorianos. Não posso deixar de lamentar o comportamento de António Costa, que fez um claro apelo ao voto", afirmou Pedro Mota Soares, vice-presidente do CDS-PP, e até agora ministro da Solidariedade, do Trabalho e da Segurança Social.

"Ao contrário de outros que, em clara violação da lei eleitoral, começam já a fazer declarações antes das urnas estarem fechadas nos Açores, a coligação, para já, só fala nos dados da abstenção", disse por sua vez José Matos Correia, do PSD.

Antes de serem conhecidos os resultados, o secretário-geral do PS manifestou-se tranquilo quanto ao resultado das legislativas, garantindo que iria respeitar a vontade dos portugueses, mas que acreditava na vitória do PS.

“Os cenários apontam para a vitória do PS e a clara maioria dos portugueses deseja isso. O PS está preparado para isso com humildade. Não tenho dúvidas sobre qual é o cenário que fui vendo e sentindo na rua”, declarou António Costa.

artigo atualizado às 02h37 de 05/10/2015