Siga-nos

Perfil

Legislativas 2015

Legislativas 2015

Marcelo sublinha que dar posse a um Governo minoritário seria solução inédita

  • 333

José Carlos Carvalho

Ex-líder do PSD admite a possibilidade de Cavaco Silva dar posse a um "Governo tipo Guterres", que fica a quatro ou cinco deputados da maioria absoluta

Marcelo Rebelo de Sousa considera que as primeiras projeções mostram várias soluções possíveis de Governo: um primeiro-ministro a liderar um Governo com maioria absoluta; um Governo tipo Guterres, que fica a quatro ou cinco deputados da maioria absoluta; ou se a coligação ficar mais longe da maioria absoluta e o PS contra, uma maioria à esquerda poder formar Governo.

Resta saber “que solução Cavaco poderá viabilizar”, aponta o ex-líder do PSD.

Se Cavaco optar pelo cenário de um Governo minoritário, “estamos perante uma situação nova na democracia portuguesa, que é apontar um Governo de base muito minoritária, mas que é viabilizado pelo Presidente da República”, diz Marcelo

Segundo o comentador e putativo candidato à eleição presidencial, as primeiras projeções indicam também uma “subida apreciável do Bloco de Esquerda” e uma “estabilização do CDU”.

“Mortágua fez uma declaração muito inteligente ao dizer que o Bloco subiu e vamos ver se há mesmo uma vitória da direita. Na CDU há a interpretação de que se não houver maioria absoluta significa uma vitória não cabal da coligação”, observou o professor.

Caso o Chefe de Estado opte por avançar com a formação de um Governo de esquerda, essas circunstâncias configurariam uma situação inédita, insiste Marcelo.