Siga-nos

Perfil

Legislativas 2015

Legislativas 2015

CDU: “Não estamos nada frustrados”

  • 333

O ambiente vivido na sede de campanha da CDU

Marcos Borga

Numa primeira reação, a CDU tenta desdramatizar. Acha que tem margem para “alguma progressão eleitoral” e assume: “não estamos em competição com o BE”

Primeiro foi Jorge Cordeiro, que falou aos militantes que aguardam, no centro de trabalho Vitória. Perante as primeiras projeções de resultados que, todas elas, apontam para uma perda eleitoral da CDU para o Bloco de Esquerda, o dirigente comunista disse que "há uma perspetiva de algum crescimento" dos resultados da coligação de esquerda. E até que "a nossa base de apoio está consolidada".

Depois foi Jorge Pires, membro da comissão política do PCP que veio comentar a sondagem SIC/Expresso. Voltou a afirmar que "tudo aponta para uma consolidação eleitoral" da CDU e salientou como todos os resultados apontam para a "perda da maioria absoluta" por parte da coligação PSD/CDS.

Essa é, por agora, a única vitória eleitoral e o único objetivo alcançado pelos comunistas. Mas, apesar de tudo, tenta manter-se o ânimo. "Não estamos nada frustrados", disse o dirigente comunista. Nem mesmo com a possibilidade de uma ultrapassagem por parte do BE. "Não andamos em nenhuma competição com o Bloco", relembrando como, no passado, "isso já aconteceu e, nas eleições seguintes, perderam metade do seu grupo parlamentar".

"Vamos ver", concluiu Jorge Pires. O tempo é ainda de uma ténue esperança quanto aos votos reais.