Siga-nos

Perfil

Legislativas 2015

Legislativas 2015

“Não dão mais espaço às mulheres na política porque são elas que governam os homens”

  • 333

O que é que os políticos nunca dizem mas deviam dizer? Em “Dito por não dito”, e agora que estamos na última semana de campanha eleitoral, o Expresso coloca a questão a personalidades de vários sectores da sociedade portuguesa - e ainda outras duas perguntas: o que é os políticos deviam saber e não sabem e o que é que deviam fazer e não fazem? Esta sexta, as respostas da atriz Matilde Breyner

João Roberto

João Roberto

Motion designer

Desde pequena que Matilde Breyner sonhava ser atriz. A primeira vez que pisou um palco, com 11 anos, foi no Coliseu dos Recreios, em Lisboa. Confessa que "estava nervosa", mas assim que pisou o palco "passaram os nervos e percebi que era ali que pertencia".

A experiência em televisão chegou com a novela "Morangos com Açucar", uma rampa de lançamento para muitos dos atores da nova geração. Daqui, uns passam para o 'mundo dos crescidos', outros não. Matilde passou e hoje é Mitó, a vilã da novela "Única Mulher" da TVI, transmitida em horário nobre.

Bonita, inteligente e senhora de si, Matilde, 31 anos, mostra-se atenta ao que se passa no país. Diz que a política devia ter mais espaço para as mulheres e isso só não acontece porque os homens têm medo e que para haver uma mudança séria os políticos têm que mudar interiormente, porque só assim se consegue mudar o exterior.

Alimenta a vontade de ter uma escola de artes, "estilo 'Fame', que combinasse dança, representação e música. Ainda não desisti desse sonho. Não sou de desistir das coisas que gosto e acredito", conclui.

  • “Parem de resgatar bancos e resgatem famílias”

    O que é que os políticos nunca dizem mas deviam dizer? Em “Dito por não dito”, e agora que estamos na última semana de campanha eleitoral, o Expresso coloca a questão a personalidades de vários sectores da sociedade portuguesa - e ainda outras duas perguntas: o que é os políticos deviam saber e não sabem e o que é que deviam fazer e não fazem? Começamos com a ilustradora Catarina Sobral, vencedora no ano passado de um dos mais prestigiados prémios internacionais de ilustração

  • “Acho que os políticos sabem o que têm de saber, convém-lhes às vezes é fingir que não sabem”

    O que é que os políticos nunca dizem mas deviam dizer? Em “Dito por não dito”, e agora que estamos na última semana de campanha eleitoral, o Expresso coloca a questão a personalidades de vários sectores da sociedade portuguesa - e ainda outras duas perguntas: o que é os políticos deviam saber e não sabem e o que é que deviam fazer e não fazem? Esta terça-feira há respostas de Agir, um dos novos impulsionadores da música portuguesa de expressão urbana

  • “Os políticos deviam dizer-nos antes das eleições quem vão escolher para ministros”

    O que é que os políticos nunca dizem mas deviam dizer? Em “Dito por não dito”, e agora que estamos na última semana de campanha eleitoral, o Expresso coloca a questão a personalidades de vários sectores da sociedade portuguesa - e ainda outras duas perguntas: o que é os políticos deviam saber e não sabem e o que é que deviam fazer e não fazem? Nuno Baltazar, designer de moda, responde esta quarta-feira

  • “Os políticos deviam decidir não ser sociopatas”

    O que é que os políticos nunca dizem mas deviam dizer? Em “Dito por não dito”, e agora que estamos na última semana de campanha eleitoral, o Expresso coloca a questão a personalidades de vários sectores da sociedade portuguesa - e ainda outras duas perguntas: o que é os políticos deviam saber e não sabem e o que é que deviam fazer e não fazem? Gil Costa, neurocientista, responde esta quinta-feira