Siga-nos

Perfil

Legislativas 2015

Legislativas 2015

Pós-eleições: Cavaco não vai às comemorações do 5 de Outubro

  • 333

FOTO TIAGO MIRANDA

Tanto quanto o Expresso sabe, não faria sentido para Cavaco Silva fazer um discurso sobre outro tema que não fosse a situação política que decorrerá após as eleições da véspera. Fonte da Câmara de Lisboa escusou-se a revelar as razões alegadas por Cavaco Silva para não comparecer nas comemorações

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

O Presidente da República decidiu não estar presente nas comemorações do 5 de Outubro por considerar que este é um momento particularmente delicado da situação política. A decisão não tem nada que ver com as celebrações do 5 de Outubro que a Câmara de Lisboa organizará.

Não é a primeira vez que um Presidente não intervém nessa data, nomeadamente devido à ocorrência de campanhas eleitorais. Em Belém, o momento atual é comparado a uma situação desse tipo.

Tanto quanto o Expresso sabe, não faria sentido para Cavaco Silva fazer um discurso sobre outro tema que não fosse a situação política que decorrerá após as eleições da véspera.

Por outro lado, intervir publicamente sobre o tema, tão em cima do acontecimento e sem falar primeiro com os partidos, não é a maneira habitual de o Presidente da República abordar estes assuntos.

A Câmara de Lisboa confirma a ausência do Chefe de Estado e remete para o final desta quinta-feira a divulgação do programa oficial das comemorações. Fonte da autarquia escusou-se, no entanto, a revelar as razões alegadas por Cavaco Silva. "As causas e os porquês devem ser perguntados a Belém. Não é quem convida que tem de revelar as razões da ausência."

A cerimónia oficial das comemorações da implantação da República está prevista para o Salão Nobre dos Paços do Concelho, devido à previsão de chuva para esse dia em Lisboa.