Siga-nos

Perfil

Legislativas 2015

Legislativas 2015

Passos confia na metodologia de Cavaco

  • 333

Luis Barra

O líder dos sociais-democratas disse que “quase quatro anos e meio de relacionamento próximo com o senhor Presidente da República”, permite saber que Cavaco Silva “tem sempre um pensamento e uma maneira de trabalhar que respeita regras, que é cuidadoso e que é transparente”

O presidente do PSD afirmou esta quinta-feira ter "toda a confiança" na metodologia que o Presidente da República irá seguir para a constituição do Governo, e considerou que Cavaco Silva disse o que se espera dele.

"O facto de ele não ter sido mais explícito a mim não me gera nenhum desconforto. Antes pelo contrário, tenho toda a confiança naquilo que será a metodologia que ele irá seguir para a formação do Governo, atento, como diz a Constituição, aos resultados eleitorais", declarou Pedro Passos Coelho aos jornalistas, à margem de uma ação de campanha, na Trofa, no distrito do Porto.

"Portanto, o Presidente da República disse aquilo que se espera de um Presidente da República: que está preparado e que sabe muito bem como proceder nestas circunstâncias. E eu não tenho nenhuma dúvida de que o senhor Presidente da República sabe como proceder no dia a seguir às eleições", acrescentou.

Na quarta-feira, à margem da 70.ª sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, disse que sabe "muito bem aquilo que irá fazer" no pós-eleições e que é "totalmente insensível a quaisquer pressões", escusando revelar "um centímetro" do que tem na "cabeça".
Passos Coelho foi questionado sobre estas palavras do Presidente da República durante um encontro com idosos numa associação na Trofa, inserido na campanha PSD/CDS-PP para as legislativas, no qual esteve presente o presidente da União das Misericórdias Portuguesas, Manuel Lemos.

"É isso que se espera de um Presidente da República: que saiba o que vai fazer como Presidente da República no dia a seguir às eleições", começou por responder.

O presidente do PSD referiu, depois, que leva "quase quatro anos e meio de relacionamento próximo com o senhor Presidente da República", o que lhe permite saber que Cavaco Silva "tem sempre um pensamento e uma maneira de trabalhar que respeita regras, que é cuidadoso e que é transparente".