Siga-nos

Perfil

Legislativas 2015

Legislativas 2015

Marinho e Pinto acusa Ministério Público de fazer “descarada manobra dilatória”

  • 333

HUGO DELGADO / LUSA

“Todos os portugueses compreenderam a decisão do Tribunal da Relação, acesso imediato aos autos do arguido fulano tal. O Ministério Público não. Tirem as vossas próprias conclusões”, afirmou este sábado em Braga

O candidato do PDR às eleicoes legislativas Marinho e Pinto diz que a decisão do Ministério Publico (MP) em adiar o acesso aos autos à defesa de Jose Sócrates “é uma descarada manobra dilatória para impedir a concretização de uma decisão que não lhes agrada” e que esse “parece um expediente muito vulgar no MP, em Portugal”.

O advogado ironiza afirmando que “todos os portugueses compreenderam a decisão do Tribunal da Relação, acesso imediato aos autos do arguido fulano tal. O MP não. Tirem as vossas próprias conclusões.

As declarações foram feitas em Braga, durante uma arruda do PDR no centro da cidade, que contou com mais apoiantes do que da parte da manhã.