Siga-nos

Perfil

Legislativas 2015

Legislativas 2015

Paulo Portas ao Expresso. “PS subestimou a coligação”

  • 333

Luis Barra

O vice de Passos fala da “empatia” com o PSD, da relação com Passos e dos erros de Costa: “Não se ganha a fanatizar militantes, mas a convencer eleitores”

Filipe Santos Costa

Filipe Santos Costa

Jornalista da secção Política

Se ainda fosse jornalista, Paulo Portas sabe bem que reportagem gostaria de ter feito por estes dias. Não a desta campanha eleitoral, a ouvir discursos repetitivos, a comer rancho e carne assada e a galgar país, mas outra, bem longe, nas Caraíbas: a reportagem que o ex-diretor de “O Independente” gostaria de ter feito era a da visita do Papa Francisco a Cuba. Mas há 20 anos que Portas trocou o jornalismo pela política e os textos pelas campanhas. Duas décadas depois, há coisas que não mudam: continua a não ter horários e quer sempre mais um café. Passa das 11h da noite de quinta-feira, dia 24, Portas acaba de se despedir de Passos Coelho, depois de um comício em Vila Real que deixou muito animada a comitiva coligacionista. Entra no carro e dá boleia ao Expresso a caminho de Espinho, onde a caravana do Portugal à Frente montou quartel-general durante a etapa nortenha da campanha. “Senhor Ricardo, temos de parar aí nalgum sítio para um café. E ligue para o hotel para saber se quando chegarmos ainda posso jantar. Estou cheio de fome”, diz ao motorista.

Leia mais na edição deste fim de semana