23 de abril de 2014 às 23:57
Página Inicial  ⁄  Economia  ⁄  Lagarde: "É do interesse de todos avançar rápido na Grécia"

Lagarde: "É do interesse de todos avançar rápido na Grécia"

A diretora-geral do FMI disse que assim que for anunciado um Governo na Grécia irá enviar uma equipa de especialistas para averiguar "progressos" e "lacunas".
Christine Lagarde defendeu a necessidade de um processo rápido na Grécia Reuters/Henry Romero Christine Lagarde defendeu a necessidade de um processo rápido na Grécia

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, afirmou na terça-feira que "é do interesse de todos avançar rápido" na Grécia para negociar as próximas políticas económicas a seguir.

"Penso que é do interesse de todos avançar rapidamente, porque já fomos atrasados pelo processo eleitoral", afirmou Lagarde à imprensa, em Los Cabos, no México, à margem da cimeira do G20, questionada sobre o futuro do país, dois dias depois das eleições legislativas gregas.

O escrutínio de domingo, que deu uma vitória à Nova Democracia, partido de direita conservadora pró-austeridade, põe fim a um ciclo eleitoral marcado pela dissolução de um Parlamento eleito a 6 de Maio, que não conseguiu formar Governo.

"Estamos à espera de que seja anunciado um Governo. Assim que haja Governo, vou enviar à Grécia uma equipa dos nossos especialistas. Estou certa de que os outros dois membros troika [Banco Central Europeu e Comissão Europeia] também vão fazê-lo", explicou.

Segundo empréstimo de 28 mil milhões


"Vamos ver no local, no terreno (...) quais os progressos que foram feitos, se há lacunas, o que falta regulamentar em termos de prioridades.

Depois, uma vez que a equipa tenha feito isso, vai apresentar as suas conclusões à direção e ao conselho de administração", acrescentou ainda Christine Lagarde.

Em março deste ano, o FMI acordou com a Grécia um segundo empréstimo de 28.000 milhões de euros, depois de já ter acordado 30.000 milhões em maio de 2010, dos quais dois terços já foram concedidos.

Comentários 1 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Lagarde tão "mansinha",agora!
Depois das bacoradas da Sra sobre a Grécia,aí está a dirigente do FMI a correr para o Povo helénico!
Mas ela sabe que a partir de Julho a Europa vai disponibilizar 700 mil milhões de euros para resolver a questão de fundo dos países "aflitos".Itália e ESpanha estão nesse caminho e talvezs a Europa recomece o caminho do tão necessário crescimento!
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub