18 de abril de 2014 às 0:59
Página Inicial  ⁄  Economia  ⁄  Dívida  ⁄  "Calem-se!", diz Juncker aos que pedem a saída da Grécia do euro

"Calem-se!", diz Juncker aos que pedem a saída da Grécia do euro

Na sua visita a Atenas, Jean-Claude Juncker, presidente do Eurogrupo, selou o encontro com o primeiro-ministro Antonis Samaras com um abraço caloroso, uma foto para correr mundo, e afirmou: "Oponho-me totalmente à saída da Grécia da zona euro".

Jorge Nascimento Rodrigues (www.expresso.pt)

O presidente do Eurogrupo (reunião dos 17 ministros da zona euro), o primeiro-ministro luxemburguês Jean Claude-Juncker, chegou hoje à tarde a Atenas, e reuniu com o primeiro-ministro grego, Antonis Samaras, e com o ministro das Finanças Yannis Stournaras. Decorreu, depois, um jantar de trabalho com Samaras.

O abraço caloroso de Juncker a Samaras selou o encontro, em que o presidente do Eurogrupo reafirmou a sua oposição aos ministros e políticos europeus que têm feito campanha nas últimas semanas pela saída da Grécia de membro da zona euro. "Oponho-me totalmente à saída da Grécia da zona euro", afirmou em conferência de imprensa, onde foi ainda mais duro: "Os advogados da saída da Grécia do euro deviam calar-se". Vaticinou que os fomentadores dessa especulação "falharão". Adiantou que as especulações sobre a saída da Grécia da zona euro estão a prejudicar o plano de privatizações do governo de Atenas.

Juncker afirmou ainda que "existem, de facto, alguns países da União Europeia que subestimam os esforços gregos", que considerou inclusive "imensos". Era o que Samaras precisava de ouvir para iniciar, com otimismo, o périplo pela Europa, que o levará sexta-feira a Berlim e no sábado a Paris.

Bola no campo grego


O presidente do Eurogrupo não deixou, no entanto, de sublinhar que "esta é a última oportunidade para a Grécia" e que "a bola está, agora, no campo grego".

Jean-Claude Juncker referiu ainda que a extensão do programa de ajustamento grego dependerá do relatório da troika a apresentar a 8 e 9 de outubro. Afirmou que não recomenda, por ora, um terceiro plano de resgate, mas que isso não quer dizer que nunca haverá. Declinou comentar se um segundo plano de reestruturação da dívida grega, envolvendo os credores "oficiais" (Bruxelas, Banco Central Europeu, sistema de bancos centrais dos países membros da zona euro), está em preparação.

Citi vislumbra "Grexit"


Na mesma altura em que as palavras de Juncker ainda ecoavam, a equipa de analistas do Citigroup, liderada pelo economista-chefe Willem Buiter, fala de uma probabilidade de 90% da Grécia abandonar o euro durante os próximos 12 a 18 meses, e admite inclusive que possa "ocorrer nos próximos seis meses" em função do relatório da troika a apresentar em outubro. A saída da Grécia do euro foi batizado de "Grexit", juntando as palavras inglesas Greece e Exit (saída).

 

 

 

Comentários 25 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Mudança de tom
Palpita-me que as ordens de Merkel vão no sentido de deitar uma mão à Grécia. Veio hoje um artigo do Spiegel, com elogios ao PM grego, referindo que muitas reformas já estão a funcionar, que o clima de engano e de atraso nas acções estava a desaparecer.

Parece ser uma preparação para mais uma acção de resgate..

esperemos para ver..
Re: Mudança de tom Ver comentário
Re: Mudança de tom Ver comentário
A Merkel e sus Muchachos Hitlerianos ! Ver comentário
Cabe à Grécia decidir, até porque há consequências
« "Calem-se!", diz Juncker aos que pedem saída da Grécia do euro »

Aparentemente é um gesto um tanto heróico.

Que seja dirigido aos adversários da UE e inimigos actuais da Grécia, parece-me bem essa tirada voluntariosa.

Mas temos que ver a realidade, por todos os prismas.

E se é o povo grego que pretende abandonar o Euro e a UE ?

Pode-lhe ser negada essa liberdade?

A Esquerda Radical inicialmente propunha a saída do Euro, agora como as hipóteses de ser governo aumentaram, já recuou.

Mas esse direito não pode ser negado à Grécia.

Re: Cabe à Grécia decidir, até porque há consequên Ver comentário
Re: Cabe à Grécia decidir, até porque há consequên Ver comentário
Do modo como vai o caso da Grécia,
o credível é que se transforme numa grande pizzaria. Rio Grande
Como é previsível...
Claro que a UE não vai querer que nenhum País saia.

Só que contam com o dinheiro da Alemanha...

E quando a Alemanha se fartar, vai ser ela a primeira a sair.

Não estou a ver este palhaço luxemburguês a mandar calar a Merkel ou quem lá estiver nessa altura...
Re: Como é previsível... Ver comentário
Re: Como é previsível... Ver comentário
Re: Como é previsível... Ver comentário
Re: Como é previsível... Ver comentário
Re: Como é previsível... Ver comentário
Re: Como é previsível... Ver comentário
Demasiadas vozes...
São demasiadas vozes a "mandarem", e assim a UE não irá funcionar. Têm que existir uma vontade politica e monetária comum onde não parece haver consenso (com algumas/poucas divergências), caso contrário está destinado ao fracasso. Eu, pessoalmente, sinto-me Português e não Europeu. Acredito em democracia, e esta europa não é democratica, onde os Países mais fortes ditam as leis e os outros que cumpram se querem ficar no grupo. Não acredito sequer que haja vontade de um Alemão dizer que é europeu e não alemão, tal como eu em relação a Portugal e Europa.
Re: Demasiadas vozes... Ver comentário
Intrigas, conluios e delirios duma EU dita Europa
Uma reestruturação envolvendo os títulos da comissão europeia eu até entendo, malhar no banco central da Suíça e de mais alguns países assim como alguns "estranhos fundos" que foram poupados à 1ª restruturação já me parece difícil, mas ser o BCE a perdoar acho muito difícil. não seria o BCE em si mas os bancos centrais dos outros estados membros, neste caso os com superavit, e esses são poucos e andam muito nervosos: Banco Federal Alemão, banco central da Filândia, Austria e poucos mais. Isso explicaria a nervoseita irritante de Weidmann e dos políticos filandeses.

Contudo este arremesar político incitado por Juecker, um politico de província (por coincidência Juencker significa pequeno fidalgo feudal), só serve para incendiar as hostes, e faz questiar se alguma vez ele foi a pessoa para o cargo. Interessante foi terem proposto Schaeuble para o cargo, que se oferecera, e termos sido supreendidos com reeleição de Juencker.
CHIU
Calem-se antes que comecem a perceber que o euro já é um fantasmas .hahahahahahahahaha
Não me calo!
Sinceramente acho que existe um tempo para tudo. Um tempo para nos ajudarmos uns aos outros e um tempo para apresentar resultados. O que é que a grécia cumpriu nos últimos 3 anos, mesmo depois de ter recebido 240 mil milhões e ter beneficiado de 50% de perdão da dívida? Nada! se tivesse cumprido alguma coisa, não estariam a pedir mais tempo. E mesmo que a UE queira ajudar, o que é que mudou para acreditarmos que desta vez é que é?

Para mim, ajudar a grécia é prolongar o problema e criar a possibilidade de daqui a 6 meses, estarem a pedir mais dinheiro. Os gregos não se querem ajudar a si próprios e não aceitam que o problema foi criado por si próprios.

Na minha opinião, deveriam abandonar o euro. teríamos algumas semanas de turbulência mas toda a gente já previu a saída por isso, nada de grave irá acontecer.

A UE sairá mais forte e a grécia deixará de trazer mais instabilidade.

Por causa da grécia, o euro tem desvalorizado. Da próxima que forem atestar o carro e pagarem mais porque o euro desvalorizou face ao dolar, agradeçam aos gregos.

Re: Não me calo! Ver comentário
Re: Não me calo! Ver comentário
A DESUMANIZAÇÃO É O LEMA DO LIBERALISMO
JUNCKER TEM TODA A RAZÃO. FALAM DE MAIS E PENSAM DE MENOS E NÃO SENTEM NADA!

HÁ PSICOPATÕES COM ESTIGMAS DE SUPERIORIDADE SABE BEM O DIABO PORQUÊ! NESTA EUROPA FORA. MANTEM-SE VIVA AS LINHAS FILOSOFICAS DE HITLER, SÓ QUE ESTE TINHA COMO ALVO A ABATER OS JUDEUS, E A DESUMANIDADE VAI RODANDO NO ALVO E FERMENTA SEGUNDO CRITERIOS ACTUALMENTE BARBARAMENTE DEMOLIDORES DE ECONOMIAS FRAGILIZADAS ONDE OS ABUTRES, AGIOTAS FINANCEIROS PÕE AS GARRAS CUSTE O QUE CUSTAR E ESFOLE QUEM ESFOLAR E MORRA QUEM MORRER!

A DESUMANIZAÇÃO ESTA AÍ VIVA E DEMOCRATICAMENTE A SER "GLOBALIZADA" PELOS MERCADOS LIVRES VERSUS ESPECULADORES VIA MARKETING DOS SEUS PROPRIOS INTERESSSES: LUCRO + LUCRO+ LUCRO! SERÁ FACIL DE ENTENDER? ESTES MERCADOS SÃO "MERAMENTE SENSIVEIS" AO LUCRO! TUDO O RESTO É PARA ESMAGAR!

PARA TAIS "MERCADOS" NÃO HÁ GENTES, NEM NO SUL NEM ONDE PODEREM PÔR TENTACULOS, SOFREGOS QUE SÃO DO DINHEIRO! A GANANCIA É O SEU LEMA E NÃO HAVENDO O RUIDO DO VIL METAL, VEEM "DESERTO" NO CAMINHO!

A CEIFA É PODER DO DINHEIRO+ PODER DO DINHEIRO + PODER DO DINHEIRO!

OLHEM A LIBIA, O IRAQUE, VEJAM A CRESCENTE INSTABILIDADE SOCIAL MUNDIAL QUE FAZ CHINESES E JAPONESES AGITAREM-SE POR UMA ILHA!

TAMBEM A 1ª GUERRA MUNDIAL FOI UM EXERCICIO DO CULTO DO DINHEIRO TRANSFORMADO EM INDUSTRIA DA GUERRA! O ARSENAL EXISTENTE SEM USO FICA COM BOLOR E FERRUGENTO. A GUITA, O DINHEIRO DEIXA DE ROLAR E É PRECISO FAZER ROLAR CORPOS E CABEÇAS CUSTE O QUE CUSTAR!
...
"Calem-se!", diz Juncker aos que pedem a saída da
Conclusão:
...Se não querem que a Grécia sai do Euro, então é porque isso seria bom para o povo Grego !...

Porquê ?
Porque de seguida os Gregos íam seguir os Islandeses , depois os portugueses e os Irlandeses também queriam e os PIGS talvez virassem ELEFANTES !!!
...Isto não vai acabar bem ! GOSTAVA DE ESTAR CÁ PARA VER !!!...
Re: Ver comentário
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub