16 de abril de 2014 às 14:08
Página Inicial  ⁄  Multimédia  ⁄  Fotogalerias  ⁄  Judeus ultraortodoxos contra serviço militar obrigatório

Judeus ultraortodoxos contra serviço militar obrigatório

Centenas de judeus ultraortodoxos juntaram-se em Jerusalém em protesto contra a alteração da lei. O serviço militar é um assunto sensível em Israel, onde são muitos os que exigem igualdade.
Mariana Corrêa Nunes (www.expresso.pt)

Judeus ultraortodoxos desfilaram ontem em protesto contra a intenção do Governo de aprovar a lei que acaba com 64 anos de isenção de serviço militar para os membros da comunidade. A manifestação decorreu em Meah Sharin, bairro em Jerusalém onde se concentra a maioria dos judeus ultraortodoxos.

A Lei de Tal, como é conhecida, foi aprovada em 2002 e excluía a comunidade ultraortodoxa do dever de se alistar no Exército. Mas em fevereiro deste ano foi declarada inconstitucional pelo Supremo Tribunal de Israel.

A lei prescreve a 1 de agosto, o que obriga o Governo a elaborar um novo texto, que disponha de forma clara quem é ou não obrigado a alistar-se no Exército.

Esta iniciativa gerou fortes tensões de imediato, tanto na sociedade como dentro do Governo de coligação, onde o sector laico exige a igualdade.


Comentários 111 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
O fanatismo religioso é abominável!


Os laicos andam a ficar fartinhos dos ultraortodoxos, não tanto por serem contra o serviço militar, mas por não trabalharem!!! São uma corja de subsidiodependentes, com dúzias de filhos, onde as mulheres são autênticas escravas. O fanatismo religioso é abominável, isso sim tem de acabar em Israel.

Se a ONU aprovasse um Estado Multirreligioso só para Fanáticos religiosos de todas as religiões, é que era bom. Acabava-se o problema deles e o nosso.
Matavam-se uns aos outros mais depressa que uma licenciatura na lusófona e o mundo viveria em paz com os religiosos moderados.

Netanyahu Ver comentário
Re: Netanyahu Ver comentário
Esquerda vs direita Ver comentário
Re: Esquerda vs direita Ver comentário
Xerxes e os judeus Ver comentário
Re: Xerxes e os judeus Ver comentário
Xerxes I? Ver comentário
Gralha Ver comentário
Re: Gralha Ver comentário
Holywood Ver comentário
Subtil... Ver comentário
Re: TEM VERGONHA! Ver comentário
Yakum Purkan min shemaya, pá! Ver comentário
Re: Yakum Purkan min shemaya, pá! Ver comentário
Re: TEM VERGONHA! Ver comentário
Re: TEM VERGONHA! Ver comentário
" frases insultuosas"??????? Ver comentário
Re: Falei com o Saghi Ver comentário
Re: Falei com o Saghi Ver comentário
Re: Nota final Ver comentário
"In"quê, Odi? "Inlight me"?Happy Hour às 21:07? Ver comentário
Re: Could you please enlighten me about that? Ver comentário
Analyze this… Ver comentário
Re:o que é um lopra? Ver comentário
Um "Lopra"não sei o que é ...mas tu deves saber! Ver comentário
Re: Lorpa! Ver comentário
O Rei das calinadas... Ver comentário
Re: O verdadeiro rei das calinadas... Ver comentário
Também não sou a tua filha mais velha... Ver comentário
Re: Tu si eres Ver comentário
Não, essa é mesmo a tua filha mais velha. Ver comentário
Olá! Ver comentário
Re: TEM VERGONHA! Ver comentário
Re: O fanatismo religioso é abominável! Ver comentário
Re: O fanatismo religioso é abominável! Ver comentário
Re: O fanatismo religioso é abominável! Ver comentário
Re: O fanatismo religioso é abominável! Ver comentário
Re: O fanatismo religioso é abominável! Ver comentário
Re: O fanatismo religioso é abominável! Ver comentário
Re: O fanatismo religioso é abominável! Ver comentário
Re: O fanatismo religioso é abominável! Ver comentário
"Sheynit Metzada lo tipul" Ver comentário
Reparo... Ver comentário
Re: Ver comentário
Re: Ver comentário
Re: Ver comentário
"that crazy cowboy general" Ver comentário
Re: Ver comentário
Re: O fanatismo religioso é abominável! Ver comentário
Re: O fanatismo religioso é abominável! Ver comentário
COMO É? COMO É?
Quero lá saber das ideias deles! Todos os cidadãos têm o dever de defender a pátria. ( ponto final).
Não aceito desculpa religiosas ou outras!
Re: Então acha que... Ver comentário
Re: Então acha que... Ver comentário
Re: Então acha que... Ver comentário
Re: Então acha que... Ver comentário
Re: Então acha que... Ver comentário
Re: Então acha que... Ver comentário
Re: Agora...não entendo. Ver comentário
Re: Então acha que... Ver comentário
Re: Então acha que... Ver comentário
Re: COMO É? COMO É? Ver comentário
Re: COMO É? COMO É? Ver comentário
Re: COMO É? COMO É? Ver comentário
Re: COMO É? COMO É? Ver comentário
Re: COMO É? COMO É? Ver comentário
Re: COMO É? COMO É? Ver comentário
Re: COMO É? COMO É? Ver comentário
Re: COMO É? COMO É? Ver comentário
Re: COMO É? COMO É? Ver comentário
Re: COMO É? COMO É? Ver comentário
Re: COMO É? COMO É? Ver comentário
Re: COMO É? COMO É? Ver comentário
Re: COMO É? COMO É? Ver comentário
Re: COMO É? COMO É? Ver comentário
Re: dnoronha? tú és imbecil, não és ó d noronha? Ver comentário
Contradições
Um estado moderno, construído por cidadãos europeus, do primeiro mundo, querendo dar um caldo de coesão com com outros povos, de suposta origem comum, cedeu a que a religião fosse constituinte do estado e agora têm um milhão de parasitas à cabeçada aos muros, com produtividade nula e reprodução assustadora.Multiplicaram-se por dez, desde 1950.

Dizem, com a maior desfaçatez, que as suas orações desviam os misseis, e serão, portanto, indispensáveis à protecção das FA. Entretanto, os outros que trabalhem, que combatam, enquanto eles andam entretidos a decifrar cabalas e bizarrias várias.

Mas, na zona, é o único país que tem as armas democráticas para resolver a situação. As eleições são livres, os partidos são vários e o que acontecer será resultante da vontade popular. Mas o pecado original está na pretensão de povo eleito, com deus próprio e exclusivo...........
Re: Contradições Ver comentário
DAS AGENCIAS DE NOTICIAS

Dois coronéis reformados da Força Aérea do Chile foram detidos e indiciados nesta terça-feira por torturar e matar o general Alberto Bachelet, pai da ex-presidente do país Michelle Bachelet, durante a ditadura de Augusto Pinochet.

"Declara-se que o processo contra Ramón Cáceres e Edgar Ceballos como coautores do delito de torturas resultante em morto é submetido", indica a decisão emitida nesta terça-feira pelo juiz Mario Carroza, que investiga as causas da morte do general da Força Aérea, Alberto Bachelet, desde agosto de 2011.
Os dois coronéis, Ramón Cáceres e Edgar Ceballos, enfrentarão acusação de tortura com resultado de morte. O indiciamento, assinado pelo juiz especial Mario Carroza, foi emitido depois do Serviço Médico Legal divulgar, em 21 de junho, o resultado de uma série de perícias que estabeleceram que Bachelet morreu por causa das torturas que sofreu após ser detido e acusado de traição, em 1974, em plena ditadura de Augusto Pinochet.
Porque NAO se podiam defender!
Os Haredim têm o seu estatuto garantido desde o nascimento do estado de Israel. Existem argumentos essencialmente de ordem religiosa q sustentam os previlegios outorgados por Ben Gurion. É de salientar q a matriz identidade de Israel assenta muito nos valores e princípios preconizados pelo judaísmo. O conflito em curso decorre da alteração do paradigma social q tanto tem marcado as sociedades ocidentais. Hoje é usual que homem e mulher trabalhem e q esta nao queira ter mais de 2 filhos. O decréscimo da natalidade seria um problema irresolúvel caso os Haredim nao existissem. Estes tem em média entre 8 e 10 filhos. Eles rezam e frequentam centros talmudicos e elas estao em casa a tomar conta das crianças. Eu próprio tenho um conhecido, gaseifico, q tem 14 filhos e 70 netos e, sabe o nome de cada um dos seus; eu próprio ja testemunhei isso. Mas voltando á questão, o problema é q tanto os nao Haredim homens e mulheres têm q cumprir um serviço militar obrigatório e longo q na generalidade prejudica os seus percursos profissionais e de vida. Acresce q Israel nao pode descurar a sua segurança pelo q o desafio é encontrar uma lei q consiga equilibrar um crescimento demográfico quase negativo das populações nao tão religiosas, com a necessidade de um serviço militar longo e a sério e, tudo isto com a matriz mas identitaria de Israel. O executivo tem 45 dias p apresentar um texto consensual. Vai ser difícil mas convém recordar q os Haredim eram as vitimas preferidas dos nazis ...
Re: hassidico Ver comentário
Re: Porque NAO se podiam defender! Ver comentário
Re: voce não consegue entender a razão e o porquê Ver comentário
Re: voce não consegue entender a razão e o porquê Ver comentário
Re: ponto final Ver comentário
Re: ponto final Ver comentário
Re: ponto final Ver comentário
Re: ponto final Ver comentário
Re: AQUI AO MEU LADO Ver comentário
Re: AQUI AO MEU LADO Ver comentário
Re: Pensei que eras mais inteligente Ver comentário
IDF? Assassino de palestinianos... Ver comentário
O PIOR DA FOTO
O pior da foto não são as algemas, que são apenas circunstanciais, apesar de se tratar da utilização de uma criança para propaganda política o que já de si é obsceno e lamentável. O PIOR, é ver uma criança desta idade de cabeça rapada com as madeixas e os sinais da RELIGIÃO, E SABER QUE ELA ESTÁ A SER EDUCADA NO FANATISMO QUE A HÁ-DE ACOMPANHAR TODA A SUA VIDA, E QUE PROVAVELMENTE IRÁ TRANSMITIR AOS SEUS DESCENDENTES!!!
'Judeus ultraortodoxos contra serviço militar obr.
Esta declaração de inconstitucionalidade da isenção dos ultra-ortodoxos pode ser a melhor notícia que acontece nos últimos tempos no Médio Oriente. As idiossincrasias dos Judeus Ortodoxos podem ser um fator de sobrevivência: Na diáspora judaica, uma comunidade em solo estrangeiro que se recusa a entrar em armas por motivos religiosos é inofensiva para o poder instalado. Tal como o Cristianismo com o seu "a César o que é de César" e a oferta da outra face, essas particularidade torna-os súbditos desejáveis, que explicam a longa permanência, por exemplo, no mundo Árabe.

Mas nos últimos tempos, fico com a impressão que a comunidade ultra-ortodoxa (ou pelo menos parte dela como o Shas) tem tomado parte na política ao lado dos mais radicais... sem por isso desistirem das suas recusas em relação ao serviço militar. Parece muito conveniente, defendem a força mas não querem as mãos sujas.

Talvez o que está a acontecer, mude o rumo de Israel. Serem obrigados a estar no terreno, a observar na pratica o efeito das suas decisões (e combater ao lado de mulheres),... talvez isso os force a mudar a política numa direção onde o serviço obrigatório militar não seja necessário... o que os forçaria a procurarem pazes verdadeiras. Ou talvez, isso os force a mostrar a verdadeira cara, a um Israel laico onde eles são uma marca identitária, conduzindo a reflexões nacionais.

O valor deles como bomba demográfica não colhe. De que serve se depois não participam?
Re: CLARO Q Participam Ver comentário
Re: CLARO Q Participam Ver comentário
Re: CLARO Q Participam Ver comentário
Re: CLARO Q Participam Ver comentário
Re: CLARO Q Participam Ver comentário
Re: 'Judeus ultraortodoxos contra serviço militar Ver comentário
Re: 'Judeus ultraortodoxos contra serviço militar Ver comentário
Estes ultra ortodoxos ...
... são burros como uma bota da tropa !!! Não sabem eles que mais dia menos dia , vão ter de matar para não sererm mortos !!! Pente zero !!! rapem a gadelha e assentem praça quanto mais cedo melhor !!! - os Hezbolas tão á porta !!!
...
Estes Judeus ultra ... são mesmo fanáticos e fundamentalistas...

Mais grave que isto é de facto lamentar até que ponto usam a religião contra a Mulher ... Num divórcio esta tem que pagar ao homem para lhe dar o mesmo... e caso este não queira e se separe é rotulada na sociedade como ....... e na escola os filhos desta são marginalizados e rotulados também ... postas à margem da comunidade vivem a vida ignoradas e de desdém...

É de facto ... é tudo uma questão de tolerância e de bom senso...
A religião é a pior das drogas!
A humanidade só se emancipa quando se libertar de credos e de religiões e todos os que usam estes mitso para a esvravizar e dela se alimentarem!
Os "franjinhas" na tropa
Toca a marchar, seus pila-mutiladas pencudos, esquerdo...direito...ohp dois...esquerdo...esquerdo...A malta do Hezbollah precisa de "alvos"...
Hum...
Já não sei bem se os monhés (muçulmanos) ou os judeus têm razão.
Estão bons uns para os outros.
O pessoal conta aqui no Brasil que duas primas de São Paulo, uma monhé, outra judia estavam grávidas e não podiam chegar ao pé uma da outra.
Dava bronca.
Os fetos começavam aos coices dentro da barriga.
Cada um queria acabar com o outro.
ou seja
os facciosos principais responsaveis pela chacina do povo palestiniano sao logo aqueles que nao gostam de sujar as mãos? que corja
Re:POVO PALESTINIANO? o que é isso? Ver comentário
Povo palestiniano!
São aquele povo judeus, muçulmano, cristão ou ateu que vivia na Palestina ocupada pelos ingleses em paz que foi forçada a sujeitar-se a um estado Judeu criado pelos EUA e por influências judaicas em todos os estados do mundo. Não havia ali um estado judaico desde os romanos ou seja há praticamente 2000 anos. Não tinham direito aquela terra, pois só malta que acredita em histórias da carochinha e segue livros escritos há 4000 mil anos por pessoas que não conheciam que a terra era redonda e não tinham conhecimento moderno nenhum. Religião.. esse mal comum há nossa raça. Espero viver o suficiente para nos ver livres dessa maldição dos nossos antepassados.
Eu não sou religioso e não tomo o partido dos muçulmanos, cristãos ou judeus. O que eu acho é que os haradim são a maior ameaça há paz e são os maiores amigos do ódio e do fundamentalismo. Criticam tanto os outros por vos querem para fora dali e matar-vos a todos, quando os judeus especialmente os haradim desejam o mesmo aos muçulmanos? Já vi dezenas de comentários e esta corja de gente que vive para rezar, devia era ir trabalhar e estudar o que é ser humano! Porque antes de se serem judeus, são pessoas e deviam respeitar os muçulmanos como pessoas e não tratarem-nos como animais. São tão maus como os terroristas que se suicidam para os matar. São uma fonte de ódio e junto com os terroristas vão continuar a propagar o ódio nas próximas gerações, quem paga são os inocentes(judeus e muçulmanos). E levam o mundo todo com eles.
Re: estamos sempre a aprender! Ver comentário
Façam favor
Tugas não se preocupem com os preguiçosos e primitivos judeus Ultra- ortodoxos. Centrem-se em Portugal e ataquem mais os nossos governantes. Os problemas dos outros que resolvam eles.
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub