23 de abril de 2014 às 23:57
Página Inicial  ⁄  Dossiês  ⁄  Dossies Economia  ⁄  Caso BPP  ⁄  João Rendeiro volta à Privado Holding

João Rendeiro volta à Privado Holding

O ex-presidente do BPP foi eleito membro do Conselho Consultivo da Privado Holding.Clique para visitar o dossiê Caso BPP
com Lusa
João Rendeiro não quis faltar à Assembleia-geral da Privado Holding Luís Faustino João Rendeiro não quis faltar à Assembleia-geral da Privado Holding

João Rendeiro, ex-presidente do Banco Privado Português (BPP) foi eleito membro do Conselho Consultivo da Privado Holding, na assembleia-geral da sociedade.

O Conselho Consultivo da Privado Holding é um órgão onde onde são representados acionistas com participações acima dos 2%.

Os acionistas da Privado Holding, dona do BPP, optaram ainda hoje por conceder um período de seis meses para que a gestão liderada por Diogo Vaz Guedes decida a estratégia a adotar para a sociedade.  

Clique para aceder ao índice do DOSSIÊ CASO BANCO PRIVADO (BPP)
 
No final dos trabalhos da assembleia geral, o presidente do Conselho de Administrarão da Privado Holding, Diogo Vaz Guedes, revelou em conferência de imprensa que o ponto 13 em debate no encontro, que prévia ou a dissolução ou o aumento de capital ou a redução do capital da sociedade, só será alvo de uma decisão por parte da gestão dentro dos próximos seis meses.  
 
Ainda assim, Vaz Guedes frisou que "o grande objetivo da administração é valorizar os ativos da Privado Holding e criar valor para os acionistas".   
      

Comentários 4 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
'bora lá Rendeiro...
... pode ser que a coisa ainda renda...

Não há azar, a rapaziada está cá para pagar no caso de a coisa não correr muito bem. Safa é o "teu" o resto que se lixe...
OS AMIGOS DE OLIVEIRA E COSTA ONDE ESTÃO?
Consta mesmo que o banqueiro está a delinear ums estartérgia para por etapas chegar a governador do BdP e depois será certo que Barroso vai fazer toda a pressão para que se junte a Constâncio no BCE. Com tal perfil feito da GESTIFUNDO até ao BPP é seguro que tem o objectivo já no papo. Entretanto o único banqueiro que era supostamente desonesto continua preso e doente. Oliveira e Costa provavelmente está enjaulado para não pôr a boca no trombone e comprometer Dias Loureiro e os seus amigos que muito ganharam com ele. Rendeiro terá amigos mais consistente e como nada têm a perder avançam a todo o gás na esperança que Passos Coelho mande revogar todas as acusações injustas que sobre eles pendem. Angelo Correia seguramente está no domínio de tudo, bem posicionado. Melhor argumento para um filme siciliano não poderia haver. Ganharia todos os Óscares!
Grande Rendeiro.
O artista ideal para valorizar activos é o grande João Rendeiro, um gestor com provas dadas, até tem um livro editado "como aplicar o capital alheio em proveito próprio".
Que Rende,rende...
Mas cuidado porque as "Bombas da Sorte" (leia-se os otários depositantes) não caem duas vezes no memo "bolso", o proximo sera o do "Vaz Guedes?...
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub