Já há cliente antes de existir a empresa

Na manhã do terceiro bootcamp, uma boa surpresa anunciada por uma equipa da área da Internet. Ficou também claro a importância das entrevistas.

YouthYou foi a equipa cuja apresentação obteve melhor feedback Luis Faustino YouthYou foi a equipa cuja apresentação obteve melhor feedback

Nas Lessons Learned da manhã, em que os participantes contam em cinco minutos o que aprenderam durante a semana, as equipas voltaram a sublinhar que estão constantemente a mudar o modelo de negócio, disseram o que concluíram do Mapa de Empatia (basicamente as equipas imaginam os clientes e tentam perceber o que querem), falaram dos blogues e dos sites que criaram e informaram sobre a quantidade e género de entrevistas e inquéritos que fizeram, tarefas do trabalho para casa.

A boa surpresa foi quando a equipa 8, cujo projecto é uma plataforma de distribuição de aplicações, anunciou que "ainda não existe empresa, mas já há um cliente". A equipa 8 percebeu pelo inquérito que há 48 mil pessoas dispostas a usar a sua plataforma em Portugal.

Além de se ficar a saber que os participantes da equipa 8 que já têm cliente, ficou demonstrado que outras equipas ou já têm parceiros ou reuniões marcadas com possíveis empresas interessadas. Ficou também bem patente durante a manhã a importância das entrevistas feitas ao longo da semana. "É a principal fonte nesta fase", como diria Lucena de Faria. E percebeu-se com as apresentações que as equipas não perderam gás e ouviram os conselhos de Lucena de Faria, anfitrião da iniciativa e CEO da Fábrica de Startups, que organiza os bootcamps do Energia de Portugal, quando avisou: "Se não conseguirmos avançar é sinal de que não estamos a aprender".

Mais tarde será a estreia do Painel de Controlo - ou seja a partir de hoje passam a existir métricas no Energia de Portugal.