3
Anterior
Imposto sobre subsídio de Natal foi moeda de troca com troika
Seguinte
Troika: Madeira vai pagar mais impostos e terá portagens
Página Inicial   >  Dossiês  >  Dossies Economia  >  O resgate de Portugal  >   Troika: bancos precisam de €838 milhões

Troika: bancos precisam de €838 milhões

Carteiras de crédito dos oito principais bancos a operar em Portugal foram alvo de inspeções. A 30 de Junho, as necessidades adicionais de imparidades eram de €838 milhões. Clique para visitar o dossiê O resgate de Portugal
Lusa |

Os oito principais bancos a operar em Portugal tinham em 30 de junho necessidades adicionais de imparidades de €838 milhões, de acordo com as inspeções da troika levadas a cabo às carteiras de crédito das instituições financeiras.

Clique para aceder ao índice do dossiê O resgate de Portugal

"No que se refere à avaliação das carteiras de crédito, para o conjunto dos oito grupos bancários e com referência a 30 de junho de 2011, foi estimada a necessidade de reforço de 838 milhões de euros no valor das imparidades registadas para a carteira de crédito analisada (não considerando almofadas de imparidade existentes nessa data), de forma a atingir níveis de provisionamento robustos", revela em comunicado o Banco de Portugal (BdP).

No documento, a instituição liderada por Carlos Costa explica que "as necessidades adicionais de imparidades correspondem a 9,1 por cento da imparidade constituída para os créditos abrangidos pelos trabalhos de inspeção e 0,3 por cento do montante global desses créditos".

As inspeções que foram levadas a cabo às carteiras de crédito de oito instituições de crédito (Caixa Geral de Depósitos, BPI, BCP, BES, Santander Totta, Montepio Geral, Banif e Caixa de Crédito Agrícola) tinham como objetivo identificar as necessidades adicionais de imparidades de cada instituição.

O BdP ressalva que "o efeito no total das imparidades do conjunto dos oito grupos bancários é contudo menor, pois as necessidades de reforço acima referidas são parcialmente compensadas pela reafetação de imparidades identificadas como disponíveis em 30 de junho de 2011, relativas à globalidade das carteiras de crédito, num valor total de 339 milhões de euros".

Adicionalmente, acrescenta, "no terceiro trimestre de 2011, os oito grupos bancários registaram um reforço de imparidades de 208 milhões de euros para algumas das exposições em que foram identificadas necessidades de reforço de imparidades".

 


Opinião


Multimédia

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 3 Comentar
ordenar por:
mais votados
Injecção na banca
Portugueses,
preparem-se para pagar uma falência de um grande banco português.

Agradeçam aos vossos políticos saloios, o presente que vos espera no próximo ano.

(...)

pois é..
o bcp ja esta falido á muito tempo...só falta oficializar. a surpresa vai ser o "Bes",parece que é o que precisa de menos..não parece?? eles já estão a fugir para o luxembrugo... penso que é um BPP em em potençia,,a ver vamos.
Comentários 3 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub