27
Anterior
Cavaco promove imagem de Portugal nos EUA
Seguinte
Grécia: eleições antecipadas a 19 de fevereiro
Página Inicial   >  Economia  >   Itália: a semana da verdade para Berlusconi?

Itália: a semana da verdade para Berlusconi?

A entrada do FMI em Roma é um dos "colaterais" do G20 que maior impacto pode ter na segunda-feira nos mercados da dívida. Terça-feira, o governo italiano enfrenta uma votação sobre pendentes do orçamento de 2010 no Parlamento. Juros a 10 anos abrem em 6,6%.

|

As yields (um indicador de rendibilidade) dos títulos do Tesouro italianos a 10 anos abriram em alta segunda-feira (7 de novembro), com os juros a atingir 6,6%, já tendo estado a negociar perto dos 6,7%. O patamar dos 7% (a linha vermelha definida pelo ex-ministro das Finanças português Teixeira dos Santos). O custo dos credit defaut swaps (os seguros contra o risco de default da dívida italiana) abiram acima de 510 pontos base - os 500 pontos base são considerados outro limiar de alarme.

"O sentimento dos mercados financeiros está contra Berlusconi. A próxima segunda-feira será crucial para perceber a sina de Itália. A monitorização das contas italianas pelo FMI é provavelmente um dos últimos atos do primeiro-ministro italiano", refere-nos Fabrizio Goria, do Linkiesta.

Um dos resultados "colaterais" da cimeira do G20 de Cannes foi o anúncio da "entrada" do Fundo Monetário Internacional (FMI) na Itália, monitorizando trimestralmente o andamento das contas públicas e das medidas de ajustamento.

Os mercados da dívida quando souberam a notícia reagiram de imediato. Os investidores internacionais tiraram as suas conclusões - o FMI procedia a uma "inovação", entrava sem trazer dinheiro atrás, por ora, sinalizando que Roma tinha um problema de "credibilidade", como sublinhou a diretora-geral do fundo, Christine Lagarde.

Na quinta-feira, o jornal italiano Corriere dela Sera publicava uma carta aberta de antigos apoiantes do primeiro-ministro Berlusconi, propondo uma mudança. Uma rebelião dentro das fileiras da maioria governamental poderá estar em preparação, dizem alguns analistas italianos.

"Saia!", diz o Financial Times


O jornal britânico Financial Times (FT) titula mesmo o seu editorial colocado quase à meia-noite de sexta-feira: "Em nome de Deus, saia!". E parafraseando palavras de Oliver Cromwell nos Comuns em Londres em 20 de abril de 1653, o FT conclui, "Em nome de Deus, da Itália e da Europa saia!".

A probabilidade de incumprimento da dívida italiana subiu mais de um ponto e meio percentual ao longo da manhã de sexta-feira, depois abrandou um pouco, mas fechou quase três pontos percentuais acima do início da semana. Segundo dados da CMA DataVision, o risco de default italiano subiu de 32,2% em 31 de outubro para 34,85% a 4 de novembro. Em termos de custo dos credit default swaps - ou seja do preço para segurar o risco de incumprimento daquela dívida -, durante a semana passou de 445 pontos base para 492,65 pontos base. O patamar dos 500 pontos base - que foi atingido em picos durante os dias 2 e 3 de novembro - é considerado de alarme.

No mercado secundário da dívida soberana, as yields dos títulos do Departamento do Tesouro italiano (BTP) a 10 anos fixaram um novo recorde histórico em valor de fecho na sexta-feira, atingindo um nível de 6,37%, segundo dados da Bloomberg. Na segunda-feira, último dia de outubro, haviam fechado em 6,09%. A aproximação ao nível de 7%, considerado a linha vermelha nos juros da dívida soberana, é o maior risco que Berlusconi corre durante a semana. O spread em relação às yields dos Bunds, os títulos alemães, era sexta-feira superior a 4,5 pontos percentuais.

Dois dias críticos na próxima semana


O comportamento dos mercados financeiros segunda-feira irá condicionar, certamente, a votação no dia seguinte de matérias orçamentais pendentes de 2010 no Parlamento italiano. "Na próxima terça-feira há na prática, de novo, a votação de confiança ao governo. Se os mercados se afundarem com um disparo do spread dos BTP em relação aos Bunds, será muito difícil para a maioria governamental se manter", adianta Fabrizio Goria.

Berlusconi, como as sete vidas de um gato, já sobreviveu a 53 votos de confiança desde 2008, o último dos quais a 14 de outubro.

"Sabemos que estas são as últimas semanas de Berlusconi, mas a questão continua a ser quando cairá", conclui o analista italiano.


Opinião


Multimédia

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 27 Comentar
ordenar por:
mais votados
É DESTA ... QUE LHE "DESTAPAM A CARECA" ? ...
Parece que sim ... nem os implantes capilares o vão safar ...
Não o façam é piscar os olhos ... é que com tanto lifting ... há quem diga que cada vez que pisca os olhos ... solta uns traques inconvenientes ...
A ver vamos se é desta que a Itália se livra do seu Burlãosconi ...
Berlusconi é um tarado sexual
E assim deve ser tratado.
Re: Berlusconi é um tarado sexual
Itália a semana da verdade
Culpa de Sócrates. O que ele fez por esse Mundo fora. Como é possível ter feito tanto e ainda nenhum País ter emitido um mandado de captura. O que lhe vale é que não chegou a espalhar essa desgraça pelo Brasil, porque por muito menos emitiram um mandado de prisão para Duarte Lima, que já veio dizer que era inocente e que era um colossal disparate e uma acusação hedionda, injusta e sem provas.

http://www.youtube.com/wa...
Precisa-se tradutor
O comentador pegou neste artigo algures mas falta-lhe preparação para tradutor.
E yield é mesmo taxa de juro, mas não taxa de juro implicita. Onde raio é que foi inventar o implcito? E como se diz taxa de juro explicita?

Quando diz "O spread em relação às yields dos Bunds" achei maravilhoso pois por pouco dizia bundas.
Vá estudar.
Re: Precisa-se tradutor
Re: Precisa-se tradutor
Re: Precisa-se tradutor
Total ignorância
Re: Total ignorância
Re: Total ignorância
Re: Total ignorância
Re: Total ignorância
Re: Total ignorância
Re: Total ignorância
Re: Total ignorância
Re: Total ignorância
Re: Precisa-se tradutor
Re: Precisa-se tradutor
Ficam-se por aqui??? A Ciência já se esgotou?
Re: Precisa-se tradutor
Re: Precisa-se tradutor
Re: Precisa-se tradutor
Bom, pode contar sempre:
Com o apoio da alta prostituição!
A verdade de Berlusconi... ahahaha
venham
as verdades
  da cambada
  UE/FMI...

O cieiro não me deixa rir... tanta a demagogia e hipocrisia,
para esconder a diferença de tratamento, entre pobres paises e ricos...
Não vale a pena sacudir a água do capote
Desta vez a culpa não é de um socialista. É a prova provada que isto é tudo farinha do mesmo saco. E o sarkozy também está em maus lençóis (em sentido figurado, claro).
Não me interpretem mal
Tirando a violência, este faz-me lembrar o Kadhafi. Ele também não atingiu a ideia.
         
                        http://comentador-casual....
Comentários 27 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub