24 de abril de 2014 às 19:45
Página Inicial  ⁄  Dossiês  ⁄  Isaltino Morais  ⁄  Isaltino Morais já devia estar preso, diz Noronha do Nascimento

Isaltino Morais já devia estar preso, diz Noronha do Nascimento

Em entrevista ao "Diário Económico" o presidente do Supremo Tribunal de Justiça diz que o processo do autarca de Oeiras é um case study do labirinto penal.

Noronha do Nascimento defendende a revisão completa dos códigos do processo penal e civil Tiago Miranda Noronha do Nascimento defendende a revisão completa dos códigos do processo penal e civil

O presidente do Supremo Tribunal de Justiça não tem dúvidas de que o presidente da Câmara de Oeiras já devia estar preso.

Em entrevista ao "Diário Económico" Noronha do Nascimento lamentou que a legislação em vigor permita tantos incidentes dilatórios e defendeu a revisão dos atuais códigos.

Para a quarta figura na hierarquia do Estado, "não faz sentido" que uma pena decretada há dois anos ainda não tenha sido executada.

"Os processos penal e civil permitem isso e têm de ser completamente alterados", defendeu Noronha do Nascimento.

Comentários 46 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Há mais case-study Sr. Presidente do STJ.
No mesmo Tribunal de Oeiras em que corre o Porcesso do dr.Isaltino Morais, um individuo de nacionalidade brasileira arguido em DEZENAS de Processos,condenado num processo, em Fevereiro de 2011, a 12 meses de prisão,convertidos em multa,não recorreu da sentença,não pagou a multa,os prazos terminaram em Maio de 2011,continuou em liberdade cometendo mais crimes que deram origem a novos processos e ficou a saber-se agora que um Juíz do Tribunal de Oeiras decidiu executar-lhe os bens que não tem,como também não se sabe quanto tempo vai demorar até à execução.Brilhante e esclarecedor não é Sr. Presidente do STJ?Também o SEF é um case-study neste caso,porque apesar de afirmar que este imigrante é um sério problema e um imenso dossier,não age poupando ao erário público milhares e milhares de euros,que este individuo tem custado a Portugal.Se não o querem prender com medo sabe-se lá do quê,mandem-no de volta para o país de origem,o Brasil,Estado de Pernambuco.Claro que para pessoas como a jornalista Clara Ferreira Alves (CFA) mandar embora brasileiros como este é, empobrecer Portugal,porque foi graças a muitos individuos como este que os portugueses perderam um pouco da sua rudeza,segundo o que CFA escreveu na Revista Única em 13 de Agosto de 2011.Depois digam lá que a impunidade não é um facto em Portugal?
Re: Há mais case-study Sr. Presidente do STJ. Ver comentário
Re: Há mais case-study Sr. Presidente do STJ. Ver comentário
Re: Há mais case-study Sr. Presidente do STJ. Ver comentário
Re: Há mais case-study Sr. Presidente do STJ. Ver comentário
Re: Há mais case-study Sr. Presidente do STJ. Ver comentário
O diálogo terceiro-mundista está "interessante" Ver comentário
A EXONERAÇÃO QUE DEVIA TER ACONTECIDO ...
Mas não aconteceu ...
A actuação do Presidente do Supremo Tribunal de Justiça no famoso "caso das escutas" foi uma "nódoa" ... uma mancha moral, uma afronta, uma vergonha ...
Basta referir que não cumpriu com o que está implícito na Declaração Universal Dos Direitos Do Homem ... Todos são iguais perante a lei, para o bem e para o mal ...
Só assim se poderá aspirar a uma sociedade mais justa e a um futuro mais promissor ...
Porque falhou ?... talvez o tempo se encarregue de nos dar uma resposta ...
Demita-se Noronha Nascimento!
Até parece que o Sr.Presidente do Supremo não não tem culpas no catório. O Sr.do que gosta mesmo é de andar com os penduricalhos ao pescoço!.
Re: Demita-se Noronha Nascimento! Ver comentário
Re: Demita-se Noronha Nascimento! Ver comentário
Re: Demita-se Noronha Nascimento! Ver comentário
Grande Isaltino, aguenta-te.
Isaltino, tu és o símbolo deste sistema de justiça. Se fores preso, toda a justiça esfrega as mãos e declara: afinal tudo está bem.

E não está.

Enquanto estiveres em liberdade, todos olharão para uma justiça em que o representante (gajo em quem eu não me recordo de ter votado) dos juízes declara: não devem obedecer a leis injustas.

Leis injustas, dizem eles. Eles, que têm convivido com um sistema iníquo, que permite personagens como tu, Isaltino, saltitem de recurso em recurso.

Recorrem-se de Recursos de recursos. Recursos de: “não percebi bem, digam lá outra vez”. Recursos reclamando que o urinol do Tribunal não tinha as condições mínimas de higiene. Recursos permitidos por leis aprovadas como último recurso do recurso.

E quem pede a prisão? Ah, um tipo que dizem ser a 4ª figura do estado, em quem também não me recordo de votar. Dizem que foi escolhido pelos pares. Os tais pares que declaram não obedecerem a leis que lhes saquem subsídios. E dão palpite fiscal: há sempre dinheiro para subsídio, basta sacar aos do costume.

E para que o Otelo passe despercebido, quando propõe golpe militar e que 800 homens chegam - Prova que temos militares que cheguem para dar um golpe em Espanha - tu, Isaltino, tens que te manter em liberdade, para que os gentios se convençam que esta merda tem que mudar

És um símbolo de mudança.

Se um dia, num futuro longínquo, os portugueses se orgulharem de o serem, lembrar-se-ão:

Tudo graças ao Isaltino
Re: Grande Isaltino, aguenta-te. Ver comentário
Re: Grande Isaltino, aguenta-te. Ver comentário
Re: Grande Isaltino, aguenta-te. Ver comentário
Re: Grande Isaltino, aguenta-te. Ver comentário
Re: Grande Isaltino, aguenta-te. Ver comentário
Enfim
Será que acordou?
Isaltino já devia era estar solto
Realmente, se já lá vão dois anos que Isaltino foi condenado a dois anos de prisão ele já devia estar era solto uma vez cumprida a pena. Agora Isaltino tem toda razão para se considerar prejudicado pelo atraso na imposição cumprimento da pena. Se pesquisarmos bem, Isaltino ainda poderá arranjar maneira de processar o estado pelos prejuizos que este lhe está causando ao adiar a sua prisão.
A vida toda
Andam nisto a vida toda e só agora sentem isto?
"NÃO HÁ DÚVIDA"
Que esta criatura é engraçada hehehehe.
kácus
Azar de Isaltino é não se chamar Sócrates
Este Noronha devia entrar na prisão ainda antes do Isaltino.

Com Isaltino (Português que não pertence ao PS) os recursos são expedientes dilatórios.

Com Sócrates, Noronha ao ser impedido de usar expedientes dilatórios (Não estavam previstos na lei para aquele caso) interveio directamente na investigação, retirou provas e mandou-as destruir (tudo para proteger o Sócrates).
Agora graças à destruição das provas os advogados de defesa do Caso Face Oculta vão usar expedientes dilatórios para fazer crer que nas provas destruídas estava a prova da inocência dos seus defendidos
Re: Azar de Isaltino é não se chamar Sócrates Ver comentário
Já devia estar preso.
De facto! Se este fosse um país decente, com legisladores decentes. Quando se legisla neste país, o legislador começa por pensar nele e nos seus pares, depois, vem a sociedade em geral, com uma pequena excepção para os marginais, por causa das coisas. Não vá o diabo tece-las!
Re: Já devia estar preso. Ver comentário
Re: Já devia estar preso. Ver comentário
OS nossos governos...
Os governantes e deputados é que criaram LEIS exactamente para fugirem à justiça,. e o resultado está à vista...
Os Governos...
Os nossos governantes criaram LEIS para fugirem à justiça com o apoio de todos os deputados. Sempre que haja uma LEI para favorecer a Assembleia da República e sua comandita, a aprovação é de 100%.
O resultado está à vista...
O povo fala, fala, fala...
e os vampiros vão comendo!
Portugal tem os políticos que merece.
Case study
E este senhor, não será também um "case study" no que respeita à forma como ainda o mantém em funções?
Eu diria até que este senhor não sabe dançar...
Hum...
De uma coisa estou certo: Se o escroque do Isaltino poisar no Brasil leva umas "braceletes" e vai ver o sol aos quadradinhos.
Esse filho de uma grande mulher honesta é que não tem testículos para vir cá. É engavetado na hora.
Re: Hum... Ver comentário
Re: Hum... Ver comentário
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub