8
Anterior
Irão em suspenso
Seguinte
O interesse pela política voltou ao Irão
Página Inicial   >  Dossiês  >  Dossies Atualidade  >  Irão  >   Irão: Dois candidatos reivindicam vitória

Irão: Dois candidatos reivindicam vitória

Os resultados só são conhecidos amanhã, mas tanto Mahmud Ahmadinejad como Mir Hossein Moussavi reclamam vitória.

Lusa |

O presidente cessante,  Mahmud Ahmadinejad , venceu as presidenciais de hoje no Irão , anunciou a Agência oficial IRNA, alguns minutos depois de o seu principal rival, o reformista Mir Hossein Moussavi ter reivindicado a vitória.

Ambas as reivindicações surgiram ainda as urnas estavam abertas. Não se esperam resultados oficiais antes de sábado.

Nem o despacho da IRNA, nem o anúncio de Moussavi numa conferência de imprensa fundamentaram as reivindicações de vitória.


Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 8 Comentar
ordenar por:
mais votados
Vai haver festa!!!
Agora é que isto vai começar a animar! E faz lembrar as noites das eleições em Portugal em que todos os partidos acabam por dizer que venceram, rebuscando argumentos dos mais curiosos e dignos baús do Guiness da estupidez. Esperemos que os dois candidatos não queiram realmente ser os vencedores... porque isso não poderá ser...
o que interessa
O PRESIDENTE CESSANTE VAI GANHAR
O presidente cessante vai ganhar. Mousavi vai alegar que houve fraudes. O poder actual no Irão não pode ser substituído, os fins justificam os meios.
Illuminati forçados a falsificar resultado das ele
Illuminati forçados a falsificar resultado das eleições, para manter seu agente ni poder, como profetizado
http://iran-hoax.blogspot...
Devagar e em segurança
Seja como for mais vale uma mudança aos poucos que uma revolução mal feita.

Os jovens universitários iranianos vieram para rua fazer estas eleições.

Uns de um lado e outros de outro fizeram uma campanha, nunca antes vista. Por isso estão de parabéns

É igual quem vai governar porque a evolução é dinâmica

Esperamos que Portugal tenha aprendido e que nas próximas eleições seja também uma campanha das mulheres e dos jovens universitários a desmascarar a falta de verdade das eleições do dia 7. Vota-se para a Europa, mas os candidatos só falaram de politiquices caseiras.

Não se quer uma campanha de gato por lebre.

Falar verdade não é o mesmo que omitir a realidade.

Com a tua pseudo-verdade se angana o povo.
Em Portugal as sondagens também eram falsas
Critica-se o Irão por os candidatos reclamarem vitória quando em Portugal as sondagens foram falsificadas para dar a vitória ao PS, o que não aconteceu, porque os povos não são parvos.
Re: Em Portugal as sondagens também eram falsas
Intenções de voto
Como interpretar o facto de alguma imprensa em Israel parecer indicar claramente que a preferência de Israel seria mesmo uma vitória do actual Presidente do Irão? Porque será? Faço esta pergunta apenas movido pela curiosidade, pois estou ciente de todas as impropriedades que diante de uma notícia assim se podem dizer. Mas não é interessante que os cálculos democráticos possam ir até ao ponto de se dizer que, no final de contas, o meu inimigo é, de facto, o meu preferido? O que é que isto nos diz acerca dos regimes políticos vigentes no nosso mundo?
Comentários 8 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub