21 de abril de 2014 às 1:39
Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  Interpol emite mandado de captura contra fundador da Sea Shepherd

Interpol emite mandado de captura contra fundador da Sea Shepherd

Ecologista Paul Watson, fundador da Sea Sheperd, fugiu da prisão domiciliária a que estava sujeito em Frankfurt.
Lusa e AFP
Ecologista Paul Watson, fundador da Sea Sheperd Emily Wabitsch/EPA Ecologista Paul Watson, fundador da Sea Sheperd

A Interpol emitiu um mandado de captura contra Paul Watson, fundador da organização ecologista Sea Shepherd, procurado por alegadamente ter colocado uma tripulação em perigo na Costa Rica durante uma operação contra a caça de  tubarões.

Paul Watson, 61 anos, foi detido no aeroporto de Frankfurt a 13 de maio, na sequência de um primeiro mandado de captura emitido pela Costa Rica, onde é acusado de ter colocado em perigo a vida da tripulação de um pesqueiro costa-riquenho em 2002, durante uma operação contra a pesca de tubarões.

"Depois da confirmação por parte das autoridades alemãs de que Paul Watson não cumpriu com as condições da liberdade condicional e fugiu do país, a Costa Rica renova o pedido de Notificação Vermelha", um aviso divulgado pela Interpol nos 190 países membros para pedir a detenção e extradição de suspeitos, afirma uma nota no site da Organização Internacional de Polícia Criminal, que tem sede em Lyon.

A Interpol, que havia rejeitado o primeiro pedido de emissão de Notificação Vermelha contra Paul Watson, mudou de opinião "com base em informações adicionais proporcionadas pela Costa Rica" sobre as acusações contra o militante ecologista.

Detido a 13 de maio em Frankfurt (oeste da Alemanha), o fundador do grupo Sea Shepherd foi libertado depois de pagar uma fiança de 250.000 euros (307.700 dólares), e deveria comparecer diariamente aos controlos judiciais, mas desde o passado 22 de julho não se apresentou às autoridades.

Comentários 4 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Agora que se faz notar.
É realmente vergonhoso. Alegadamente colocou em perigo, mas ninguém se feriu se calhar, não gostaram de ser alvo de criticas.

Agora reformularam a mentira para soar melhor, ele deve estar a causar impacto para alguém conseguir puxar os cordelinhos da Interpol.

E os nossos politicos que colocaram em perigo o nosso país com a história do BPN, nada lhes acontece, aonde está a Interpol neste caso.

Acho muito bem que se defendam as espécies, especialmente dos gulosos sem escrupulos dos Chineses e Japoneses que matam os tubarões para comer as barbatanas. É tão ridiculo como matar vacas para se lhes comer as orelhas e deitar o resto fora. Embora as vacas são um alimento sustentável e criado para o efeito.

Agora os desgraçados dos tubarões não foram postos na terra para se lhes comer as barbatanas.

Por amor de Deus.
Vê-se que é um criminoso
de alta periculosidade e, deste modo, deve ser capturado e colocado numa prisão de segurança máxima, ou mandado para Guantánamo. Rio Grande
Que vergonha...
Realmente este criminoso é uma ameaça global. Matai lá os tubarões e as baleias todas (esses animais que só ocupam espaço), mas prendei este senhor Watson que é um insurreto!
Re: Que vergonha... Ver comentário
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub