Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Turista atacado por urso polar no Ártico durante o eclipse

  • 333

FOTO Hakon Mosvold Larsen/AFP/Getty Images

Uma turista checa que acompanhou o episódio disparou três vezes contra o urso, levando o animal a fugir, embora mais tarde tenha sido abatido pelas autoridades.

Um turista checo foi atacado esta sexta-feira por um urso polar quando se preparava para ver o eclipse solar no arquipélago de Svalbard, na Noruega.

Jakub Moravec ficou com alguns ferimentos no rosto, na cabeça e nas costas, tendo sido transportado de imediato para o hospital local de Longyearbyen.

"Agarrei logo a cabeça. Usei as mãos para protegê-la", disse o turista da República Checa à AP, sublinhando que se encontra bem e que espera sair do hospital no máximo na próxima quinta-feira.  

Garantiu ainda que não hesitaria em regressar ao arquipélago para apreciar as belezas naturais. "Ficaria muito feliz em voltar às montanhas de Svalbard", afirmou em entrevista ao jornal "Svalbardposten".

O ataque ocorreu quando Jakub e um grupo de cinco amigos de Praga desciam umas montanhas de Svalbard para assistirem ao eclipse desta manhã. Uma das turistas checas disparou três vezes contra o urso, obrigando o animal a fugir. Porém, mais tarde, o urso acabou por ser abatido pelas autoridades, segundo o porta-voz da polícia local, Vidar Arnesen.

Aksel Bilicz, diretor do hospital de Longyearbyen, diz que este ataque vem lembrar os perigos no Ártico. "Eu acho que tem havido uma tendência, mesmo antes do eclipse e deste episódio, de muitos turistas virem para aqui e desconherem por completo para onde se estão a dirigir. Tanto as condições meteorológicas como os ursos podem ser muito perigosos," alerta o responsável à AP.



O grupo de turistas checos encontrava-se acampado na zona norte de Longyearbyen, tendo viajado para a região para explorarem a ilha e praticarem esqui.

Situado a cerca de 1000 quilómetros a norte da Noruega continental, o arquipélago de Svalbard é um destino muito procurado por turistas de todo o mundo para apreciarem a beleza do alto Ártico a verem de perto ursos polares. As autoridades aconselham os campistas a levarem armas consigo para a sua proteção.