Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Tailândia, dez anos depois

Memorial em Khao Lak, na Tailândia

Há exatamente dez anos, a terra tremeu e um enorme tsunami, o maior do último século, atingiu vários países do Oceano Índico. Só na Tailândia morreram 5.400 pessoas e desapareceram 2.800. Dez anos depois, o Expresso esteve lá e mostra-lhe vestígios de mudança após um maremoto mortal. 

Tiago Miranda (fotos)

O mar calmo da praia em Khao Lak. Em 2004, nada fazia prever um tsunami de tal dimensão

O mar calmo da praia em Khao Lak. Em 2004, nada fazia prever um tsunami de tal dimensão

A ilha de Phuket na Tailândia, está agora cheia de indicações que mostram para onde as pessoas devem ir no caso de ocorrência de um tsunami

A ilha de Phuket na Tailândia, está agora cheia de indicações que mostram para onde as pessoas devem ir no caso de ocorrência de um tsunami

A primeira indicação que se vê à saída do aeroporto da ilha de Phuket é uma placa que mostra a possibilidade de ocorrência de um tsunami, indicando as hipóteses de "fuga"

A primeira indicação que se vê à saída do aeroporto da ilha de Phuket é uma placa que mostra a possibilidade de ocorrência de um tsunami, indicando as hipóteses de "fuga"

Estátua em homenagem ao neto do rei da Tailândia, Bhumibol Adulyadej, que morreu no tsunami. A estátua encontra-se no Parque memorial de Ban Nam Khem

Estátua em homenagem ao neto do rei da Tailândia, Bhumibol Adulyadej, que morreu no tsunami. A estátua encontra-se no Parque memorial de Ban Nam Khem

Memorial com os países das vítimas do tsunami, no parque de Ban Nam Khem, a norte de Khao Lak

Memorial com os países das vítimas do tsunami, no parque de Ban Nam Khem, a norte de Khao Lak