Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Tachos e panelas contra Dilma. Causa: ajustes fiscais

  • 333

Dilma Rousseff falou ontem ao país num discurso que ficou marcado pelos ajustes fiscais e pelo escândalo da Petrobrás. Enquanto discursava moradores foram para as janelas prostestar.

UESLEI MARCELINO/REUTERS

Enquanto a Presidente do Brasil defendia na televisão que os ajustes económicos que têm vigorado são necessários para melhorar a situação do país, nas janelas de alguns bairros ouviam-se batidas em tachos e panelas, ao mesmo tempo que se gritava "Fora, Dilma!"

A propósito do Dia da Mulher, Dilma Rousseff falou este domingo ao Brasil. O discurso ficou marcado pelos ajustes fiscais e pelo escândalo da Petrobrás. Enquanto discursava num programa de televisão, dezenas de cidadãos brasileiros foram para as janelas das suas casas com tachos, panelas e apitos gritar "Fora, Dilma!"

Num discurso que durou cerca de 15 minutos, a chefe de Estado pediu paciência aos cidadãos para enfrentarem os ajustes económicos necessários para equilibrar as contas do país e referiu que o Brasil está empenhado em combater a corrupção.

"O Brasil tem condições de vencer estes problemas temporários. E esta vitória será ainda mais rápida se nós nos unirmos por esta causa", disse. "Com coragem e até sofrimento, o Brasil tem aprendido a praticar a justiça social a favor dos mais pobres, assim como utilizar a justiça contra os corruptos. É isso, por exemplo, que tem acontecido episódios lamentáveis contra a Petrobras", acrescentou.  

Enquanto a Presidente falava, alguns moradores do Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina foram para as janelas das suas casas fazer barulho e vaiar a Presidente enquanto apagavam e acendiam a luz para chamar à atenção. Os protestos foram convocados através do Facebook, onde foram partilhados depois de filmados e fotografados.

As manifestações de ontem serviram de apelo para que todos os brasileiros participem no protesto "pró-impeachment", ou seja, protesto de destituição contra Dilma Rousseff no próximo domingo.