Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Rússia poderá propor desconto no gás e empréstimos para a Grécia

  • 333

FOTO REUTERS

A informação tem por base uma fonte do Governo russo e surge numa altura em que cresce a especulação sobre os possíveis acordos que poderão ser negociados na visita oficial que o primeiro-ministro grego efetuará na quarta e quinta-feira à Rússia.

A Rússia poderá propor um desconto no fornecimento do gás e a concessão de empréstimos à Grécia durante a visita oficial que o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, irá efetuar a Moscovo esta quarta e quinta-feira, segundo noticia esta terça-feira o jornal económico russo "Kommersant", citando uma fonte do Governo russo.

"Nós estamos preparados para considerar a ideia de uma desconto no preço do gás para a Grécia", afirmou a fonte governamental, que falou sob anonimato, e que indicou ainda que a Rússia poderá propor conceder empréstimos, procurando obter como contrapartidas o acesso a determinados recursos gregos não especificados.

Tanto a Gazprom, empresa controlada pelo Estado russo, como o ministro da Energia recusaram-se a tecer comentários sobre estas informações.

Nas últimas semanas, a empresa russa de fornecimento de gás tem baixado os preços cobrados em sequência das quebras dos preços do petróleo.

A Gazprom pretendeu adquirir a sua congénere grega DEPA em 2013, mas acabou por desistir, por considerar que não tinha garantias suficientes sobre a situação financeira da empresa.

Esta primeira visita oficial de Tsipras a Moscovo, onde chega um dia antes do fim do prazo para o seu país pagar 450 milhões de euros ao FMI, está a suscitar diversas especulações sobre os possíveis acordos que vão estar em cima da mesa negocial. 

Varoufakis fala em resolução da crise "no quadro da família europeia" 

O ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, afirmou contudo, numa entrevista publicada terça-feira no diário económico grego "Naftemboriki" que a crise do seu país deve "ser resolvida no quadro da família europeia (...) e da União Europeia (UE)" e que as "relações com países exteriores à UE se inserem num plano totalmente diferente".

O primeiro-ministo grego reúne-se na quarta-feira com o Presidente russo, Vladimir Putin, e no dia seguinte com o seu homólogo russo, Dmitri Medvedev, em encontros onde, segundo as informações avançadas pelo seu gabinete, serão abordadas as relações entre a União Europeia e a Rússia e "a colaboração económica e comercial em matéria de investimentos, energia, turismo e cultura".

Responsáveis do Kremlin indicaram anteriormente que o eventual levantamento de restrições a produtos alimentares gregos será um dos temas que Tsipras e Putin irão debater, referindo contudo não estarem a ponderar conceder assistência financeira à Grécia.