Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Num túnel junto a Paris, desconhecidos puxam mala com cinco milhões e meio de jóias

  • 333

Autoridades não sabem se o roubo foi planeado ou se foi obra da delinquência local.

Luís M. Faria

Jornalista

Desconhecidos roubaram joias de valor estimado em cinco milhões e meio de euros a uma mulher que seguia do aeroporto Charles de Gaulle até Paris, esta quinta-feira. A mulher, uma germano-taiwanesa cujo marido é um rico colecionador de arte, transportava as joias na sua mala. Os ladrões assaltaram-na quando o automóvel seguia no túnel Landy, uma via bastante longa (1,3 quilómetros) onde esse tipo de roubos acontece com frequência. Partiram a janela do carro e puxaram a mala, escapando depois por uma das muitas saídas de emergência.

As autoridades disseram não saber se a vítima foi escolhida de propósito ou se os ladrões apenas tiveram sorte - ou talvez azar, pois as joias que roubaram não devem ser fáceis de vender. A peça roubada mais valiosa foi um anel de 1,7 milhões de euros, que está numerado. Segundo parece, em 2010 a esposa do então presidente da câmara de Kiev foi vítima de um roubo semelhante, também no valor de milhões. 

O roubo segue-se a um de há duas semanas em Londres, quando ladrões assaltaram um cofre-forte onde se encontravam joias e outros objetos, levando valores estimados em dezenas de milhões de euros. Nesse caso tratou-se claramente de uma ação de profissionais. Já os assaltos no túnel Landy, segundo as autoridades, são em geral obra de delinquentes locais. Costumam fugir de mota, mas desta vez fizeram-no a pé, trepando rapidamente para a zona por cima do túnel.