Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Netanyahu diz que Israel não vai ceder aos palestinos

  • 333

As declarações do primeiro-ministro descartam soluções efetivas para a paz no Médio Oriente, como a criação de um Estado palestiniano.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu declarou no domingo que não vai ceder território algum aos palestinianos. As declarações, dias antes das eleições legislativas marcadas para o próximo dia 17 de março, descartam a criação de um Estado palestiniano.

Conforme anúncio do partido conservador Likud, "o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu afirmou que qualquer território que tenha sido evacuado vai para as mãos das organizações terroristas e dos extremistas islâmicos apoiados pelo Irão". "Não haverá concessões. Isso é simplesmente irrelevante."    

O oficial palestiniano Saeb Erekat, responsável pelas negociações com Israel, declarou que Netanyahu utiliza o conflito local como uma desculpa para não assinar um acordo de paz: "Hoje, Netanyahu revelou sua verdadeira face. Desde 1993, ele trabalha arduamente pela destruição da opção de paz e da criação do Estado palestino como solução ao conflito".

 

Israelitas e palestinos assinaram em 1993 um acordo que levaria ao fim do conflito na região. Desde então, têm sido feitas diversas reuniões de paz, principalmente desde o último ano. Até o momento, não houve reações dos EUA às declarações do primeiro-ministro de Israel.