Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Merkel. "Estamos aterrorizados com estas informações"

  • 333

FOTO REUTERS

Numa reação ao facto de o copiloto da Germanwings ser acusado da queda do avião nos Alpes, a chanceler alemã promete fazer tudo o que esteja ao seu alcance para trazer à luz as circunstâncias em que ocorreu uma tragédia de "dimensão inconcebível".

Raquel Pinto

"É um crime contra as vítimas e as famílias das vítimas." As palavras são de Angela Merkel, numa conferência de imprensa realizada esta quinta-feira de tarde em Berlim, em reação aos novos dados revelados pelas autoridades francesas - os investigadores afirmam que o copiloto provocou deliberadamente a queda do avião.

"Estamos aterrorizados com estas informações", frisou a chanceler alemã perante os dados revelados através da gravação áudio de uma das caixas negras. Andreas Lubitz tinha 630 horas de voo e estava desde setembro de 2013 na companhia low cost Germanwings, que pertence à Lufthansa.

O que terá levado este alemão de 27 anos a precipitar-se voluntariamente nas remotas montanhas? Sabe-se que, em 2009, tinha interrompido a formação por seis meses. Informações divulgadas entretanto por um jornalista do "Der Spiegel" revelam que terá tido um esgotamento ou uma depressão nesse período.

As motivações ainda estão por apurar, mas Merkel diz-se chocada com este ato de "uma dimensão inconcebível", que está além do "poder da imaginação". "A notícia afetou-me, tal como à maioria das pessoas", acrescentou Merkel.

A chanceler alemã deixou a promessa de que irá trabalhar com François Hollande e Mariano Rajoy no desenvolvimento das investigações. O governo alemão e as autoridades do país "tudo farão" para "elucidar" sobre as circunstâncias em que se deu a tragédia, que não deixou sobreviventes. Morreram 150 pessoas - 144 passageiros e seis tripulantes -, de 18 países diferentes.

O Airbus A320 despenhou-se na terça-feira quando fazia a ligação entre Barcelona e Düsseldorf. 

 

[artigo atualizado às 12h13 de 27-03-2015: idade do copiloto corrigida de 28 anos para 27 anos]