Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Manifestantes incendeiam carros da polícia no México

Dois carros incendiados. Foi este o resultado da manifestação em Chilpancingo, México

EPA/Lenin Torres

Protesto de domingo contra o desaparecimento dos 43 estudantes, supostamente mortos, terminou com dois carros da polícia incendiados em Chilpancingo, no estado mexicano de Guerrero. 

A manifestação do passado domingo no estado de Guerrero, no México, terminou em confrontos entre os populares e agentes da polícia. Alguns homens encapuçados foram mais longe e atearam fogo aos veículos do Centro de Formação e Capacitação da polícia estadual. 

O protesto, relacionado com o desaparecimento dos 43 estudantes naquele estado, contou com a participação de estudantes, professores e alguns membros do sindicato da Educação de Guerrero. De acordo com o sindicato, cinco estudantes e oito professores ficaram feridos, dois deles em estado grave.

Recorde-se que os 43 estudantes de Ayotzinapa, Guerrero, desapareceram no dia 26 de setembro na cidade de Iguala, depois de terem sido atacados por polícias corruptos e por traficantes sob as ordens do autarca local, ligado ao cartel Guerreiros Unidos.

O desaparecimento dos estudantes tem provocado uma onda de protestos em todo o México.