Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Lava do vulcão do Fogo já destruiu Portela e avançou para Bangaeira

EPA

Há 15 dias que a ilha do Fogo tem sido assolada pelo vulcão. A nova frente de lava que surgiu na quinta-feira já destruiu uma localidade e atingiu mais de metade de outra. 

A lava do vulcão que assola a ilha cabo-verdiana do Fogo há 15 dias destruiu a localidade de Portela e já atingiu 70% de Bangaeira, disse este domingo à agência Lusa fonte oficial do Governo cabo-verdiano.

Aleida Monteiro, diretora do Gabinete de Comunicação do Governo cabo-verdiano, adiantou à Lusa que, em pouco mais de um dia, a lava que jorra desde 23 de novembro destruiu a parte central e sul de Portela, deixando de pé apenas parte do edifício que alberga a Adega Cooperativa de Chã das Caldeiras, onde se produz o conhecido vinho do Fogo. 

A parede traseira da sede da cooperativa foi destruída pela lava, que se encontra também a poucos metros da parte dianteira do edifício, com a torrente a seguir em frente, deixando o edifício cercado pelas brasas incandescentes, que fluem com alguma velocidade, mas sem ser em estado totalmente líquido.

Visto não haver obstáculos no terreno, a nova frente de lava surgida quinta-feira desceu para Bangaeira, localidade a pouco mais de 100 metros da última casa de Portela.