Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Juízes britânicos despedidos após visualizarem pornografia no trabalho

  • 333

O Departamento de Investigação sobre Conduta Judicial do Reino Unido classificou o ato dos quatro magistrados de "inaceitável".

Expresso

Três juízes britânicos - Timothy Bowles, Warren Grant e Peter Bullock - foram despedidos e outro - Peter Bullock - demitiu-se na sequência de um inquérito disciplinar no Reino Unido, após terem visualizado conteúdos de pornografia nos computadores de trabalho.

O Departamento de Investigação sobre Conduta Judicial do Reino Unido classifica o ato dos quatro magistrados de "inaceitável", frisando contudo que os conteúdos visualizados não continham material ilegal, nem imagens de crianças, refere o jornal "The Guardian".

De acordo com o mesmo órgão, os juízes também não trocaram conteúdos ou estiveram de relacionados nas infrações. Negou, no entanto, explicar se a descoberta foi feita durante um auditoria interna de rotina ou fruto de uma queixa.   

No Reino Unido, um magistrado ser apanhado a visualizar conteúdos pornográficos é considerado um ato altamente reprovável, que pode minar a "confiança pública" no sistema judiciário.