Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Japão pondera apoiar festas de "speed dating" para combater baixa natalidade

  • 333

Getty

Para fazer face à "situação crítica" da continua queda dos índices de natalidade no país, o Governo japonês prepara-se para aprovar um pacote de medidas que contribuam para o aumento da procriação.

O Governo japonês está tão preocupado com a contínua queda das taxas de natalidade no país que está a ponderar aprovar um pacote de medidas que incluem o apoio a eventos de "speed dating", segundo noticia o "Japan Times".

O primeiro-ministro nipónico, Shinzo Abe, deverá aprovar no fim deste mês o projeto de lei, que inclui medidas como a criação de mais centros de combate à infertilidade, aumento das licenças de paternidade e dos apoios para as crianças, além do "speed dating" e de outras iniciativas destinadas a promover encontros românticos entre desconhecidos.

O objetivo é, nos próximos cinco anos, conseguir inverter  a "situação crítica" com que o país se depara, face ao envelhecimento da sua população, e que poderá abalar mesmo as bases sociais e económicas. 

As estimativas vão no sentido de que em 2060 perto de 40% da população tenha mais de 65 anos - os cidadãos idosos já representam atualmente um quarto da população.

Os índices de natalidade desceram dos 4,54 crianças por mãe de 1947 para os 1,43 registados em 2013.

Em 2014 registaram-se os piores números de sempre (o que aconteceu pelo quarto ano consecutivo), tendo nascido perto de um milhão de bebés e morrido cerca de 1,269 milhão de pessoas no Japão.