Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Incêndio no Mediterrâneo. Ferry tinha 478 pessoas a bordo

Às 15h só tinham sido salvas 131 pessoas. 347 ainda permanecem encurraladas no convés. Resgate das vítimas muito dificultado pelo vento forte e mau estado do mar. Ferry viajava da Grécia para Ancona em Itália. Fogo começou nas imediações da ilha grega de Othonoi.

Centenas de pessoas assustadas. As chamas propagaram-se de "repente" de acordo com o jornal italiano "La Reppublica" e o pânico instalou-se entre os passageiros. O "mar revolto, com ondas de seis metros de altura" não ajudaram a evacuação do 'Norman Atlantic" que com o passar das horas está a afundar.

No seu site a "Rai News" diz que já foram salvas 131 pessoas entre as quais três crianças em hipotermia, que foram transferidas para o hospital. O ferry de bandeira italiana tinha 478 pessoas a bordo: 422 passageiros e 56 tripulantes.

Catorze horas depois do incêndio ter começado, o 'Norman Atlantic' que tinha saído hoje do porto grego de Patras às 3h30 de Lisboa, em direção ao porto italiano de Ancona, está à deriva a cerca de 14 km da costa albanesa.

O Ministério do Mar grego informa que entre os passageiros estão 268 gregos, sendo a tripulação constituída por 22 italianos e 34 gregos. Segundo a AFP e citando o ministério grego, não havia relato de vítimas, apesar da operação de resgate estar a decorrer em condições "particularmente difíceis e complicadas", com ventos fortes, chuvas torrenciais e granizo.

Governos italiano, grego e albanês envolvidos na operação de resgate

Matteo Renzi, primeiro-ministro de Itália, disse numa mensagem de tweet que está em contacto com o seu homólogo grego  também o premier foi ouvido sobre a situação de emergência, dizendo com um tweet para estar em constante contato com o seu homólogo grego Antonis Samaras.



Também a titular da pasta da Defesa - que tutela a Marinha italiana - Roberta Pinotti mantém conversações com o seu homólogo albanês para melhor coordenar as  operações de resgate do ferry que está em águas territoriais albanesas.

A marinha italiana enviou três helicópteros e a guarda costeira italiana duas lanchas para ajudar nos trabalhos de resgate. Vários navios responderam ao apelo de socorro do ferry 'Norman Atlantic' e 55 passageiros tinham já foram transferidos para outra embarcação, enquanto outras 150 permaneciam num bote salva-vidas.

O fogo terá começado na zona reservada aos veículos, onde estavam 195 automóveis.

Atualizado às 15h20