Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Horror na estrada: 33 mortos num acidente em Marrocos

  • 333

Choque frontal entre um autocarro e um camião cisterna provocou pelo menos 33 mortos e oito feridos, em Tan-Tan, no sul de Marrocos. A maioria das vítimas são jovens atletas que viajavam no autocarro e morreram carbonizados. 

Ao início da manhã desta sexta-feira, um violento acidente entre um autocarro e um camião cisterna, na província de Tan-Tan, no sul de Marrocos, causou pelo menos 33 mortos e oito feridos. A France Press avança que um grupo de jovens atletas, rapazes e raparigas, entre os 10 e os 14 anos seguia no autocarro.

Quase todas as vítimas morreram carbonizadas pelo incêndio que deflagrou a seguir à colisão dos veículos. Os feridos foram transportados para o hospital Hasan II, em Tan-Tan.

"Existem vários corpos completamente carbonizados. As autoridades estão a contactar a empresa do autocarro para identificar as vítimas", disse Benmane Fadli, director regional do ministério dos transportes, citado pela agência Reuters.

O portal de notícias "Le360.ma" relata que também estavam no autocarro oficiais do Ministério da Juventude e Desporto. O jornal "Les Ecos" acrescenta ainda que uma das vítimas é Hassan Issengar, 43 anos, antigo atleta de nomeada.

O autocarro de dois andares transportava os jovens atletas e regressava de um campeonato desportivo. Fazia a viagem entre Rabat, capital de Marrocos, e Laayoune, na zona ocidental do território do Sara.

O camião transportava hidrocarbonetos, avança o jornal francês "L'Economiste".

Em Marrocos, nos últimos 15 anos, os números de acidentes rodoviários duplicou. Em média, morrem nas estradas pessoas por dia. Para diminuir este número, têm sido introduzidas novas leis rodoviárias mais rígidas.